Anata No Tame Ni Seguir história

uchihamiyko1_ M O R G I A N A F A N A L I S

Enquanto DeathMask sofria por Helena, ele não percebeu que Afrodite também sofria, porém o sofrimento de Afrodite era muito maior que o sofrimento de DeathMask. - Não sofra, Mask. -sussurrou o jovem que o abraçava por trás deixando suas lágrimas cairem de forma discreta.


Fanfiction Anime/Mangá Para maiores de 18 apenas.
1
5975 VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

Capítulo Único

A cena da morte de Helena nos braços do Mask deve estar doendo de forma profunda entro dele. É incrível como o mundo nos poe pessoas boas em nosso caminho e com a mesma facilidade que ela veio, ela se foi rapidamente, a vida é um mistério onde só cabe a nós decidir o que seria certo ou errado, o Horrível é que naquele momento Tudo era errado e o mais errado era o fato de que eu não estava ali com ele.

Eu o observava sentado de costas para mim e abraçado a suas pernas entregue as lágrimas, me pergunto se ele realmente a amava ou sentia apenas vontade de ajudá-la assim como ela também o fez, ou se era o desejo de estar perto dela, talvez ele quisesse tê-la para si. Eu não podia pensar nessas coisas pois eu queria poder dizer que eu o amava, mas o problema maior aqui é que eu estaria sendo egoísta demais em querer pensar apenas em mim e não no sofrimento dele, tudo agora deve estar doendo nele como dói em mim.

Mask sente a dor da perda de Helena enquanto eu, sinto a dor de não poder consolá-lo ou de talvez dizer o quanto eu o amo sem me parecer egoísta. Como eu chegaria para consolá-lo e dizer palavras de conforto sem dizer que eu o quero com todas as minhas forças?

                   ❤

Eu me sinto vazio, ela morreu em meus braços, ela me deixou sem rumo quando fechou os seus olhos. Por outro lado eu também posso perder a qualquer momento, outro alguém importante para mim, o Afrodite.

Ele está sempre ao meu lado e ali comigo para tudo, mas justamente agora nesse momento vazio onde eu me encontro sentado no chão e chorando igual um covarde, ele não está comigo pois eu preferi me isolar por alguns minutos para que pudesse chorar tudo o que tivesse que chorar, eu estava me sentindo acabado e destruído.

Nunca pensei que alguém partiria estando nos meus braços, aquela sensação horrível de abandono por parte daquela pessoa, você não acredita que ela partiu e se abala ficando pior. As horas estavam passando e eu não ouvia as palavras de Afrodite, mas eu sabia que ele estava ali, eu preciso dele mas as palavras não saiam da minha boca, eu estava travado pela primeira vez na vida.

Foi então que quando dei um longo suspiro, senti os braços de alguém envolver minha cintura e abraçar-me com força e logo sua cabeça se encostou em minhas costas, eu permaneci com a cabeça baixa e foi quando ouvi sua voz chorosa.

-Não sofra Mask, eu estou aqui por você... -Era a voz do Afrodite, eu conhecia a voz dele que soava tão calma em meus ouvidos.

O frio que eu senti na barriga era imenso, meu coração acelerava quando ele se aproximava e aquilo não era calor do momento, eu sempre senti isso quando tinha a presença dele cada vez mais próxima a mim. Então eu fechei os meus olhos e fiquei esperando que ele dissesse algo, mas assim como eu, ele permaneceu calado.

"Suas palavras eram tudo o que eu precisava ouvir agora Afrodite"

                   ❤

Eu esperava ouvir uma resposta dele, alguma coisa tipo um "Obrigado" mas eu não ouvi nada, também não era hora de cobrar aquilo dele nem o momento, eu queria deixar que tudo fluísse naturalmente.

Eu deitei minha cabeça em suas costas e deixei as lágrimas cairem apertando-o contra mim, eu estou sendo egoísta mas eu quero dizer a ele o que sinto, eu necessito falar tudo o que está guardado e seriam usando essas palavras que eu iniciei minhas possíveis palavras e sentimentos egoístas mediante a tristeza que ele estava sentindo.

-Eu sei que você está sofrendo com a morte de Hellena, eu posso entender a sua dor mas não posso sentí-la, mas o que eu quero te dizer pode te soar egoísta da minha parte, mas o que sinto por você é algo profundo. -dei uma pequena pausa para respirar. - Palavras não podem descrever nesse exato momento o que eu sinto porque você sabe que eu sou horrível quando o assunto é sentimentos, eu sou tão perdido quanto você. Mas saiba que, eu te amo do fundo do meu coração Mask, pode ser que um dia você me corresponda e também pode ser que não, mas entenda que a sua dor agora se tornou a minha. Você já deve estar cansado de me dizer para não ficar me preocupando com as pessoas ao meu redor. -ouço uma risadinha baixa dele e acabo rindo também. - Mas você sabe que esse é o meu jeito, talvez eu nunca vá mudar ainda mais quando se trata de você, tudo muda e tudo fica diferente. Você é a minha prioridade e está acima de tudo e de qualquer coisa, eu só queria ser o seu mundo assim como você é o meu, eu não sou a Helena, mas sempre que você desejar os meus braços eles estarão aqui para te acolher e te proteger de toda a solidão que você aparenta sentir. -Fiquei um minuto em silêncio, respirando fundo e então finalmente ouvi sua voz.

-Eu não me sinto totalmente sozinho, Afrodite. Eu tenho você. -terminando essas palavras eu senti o toque de suas mãos sobre as minhas.

Eu não me atrevi a olhá-lo diretamente nos olhos, apesar de eu conhecer minhas atitudes a cada vez que eu o olhava, mas eu respeitava o momento de luto do Mask. Aquilo seria passageiro mas, cada coisa em seu tempo.

-Eu te amo, DeathMask e sempre vou estar aqui por você. -As palavras sairam da minha boca e então meus braços que estavam em sua cintura se soltaram, levando minhas mãos a minha boca já tampando-a.

Onde eu estava com a cabeça de dizer aquilo?

Ele se virou para mim, seus olhos estavam vermelhos e inchados devido ao choro, mas suas mãos foram rápidas e quando eu dei por mim, seus lábios já estavam colados nos meus, me beijando de forma profunda.

Eu me entreguei aquele beijo que eu tanto esperei, eu queria tanto que não soube como reagir, tudo o que fiz foi passar meus braços em volta do seu pescoço e beijá-lo da mesma forma profunda e intensa que ele também me beijou.

-Eu também, amo você... -ele sussurrou aquelas doces palavras entre o beijo.

E ali eu fiquei, encolhido em seus braços após dizer tudo o que me veio na telha, eu ainda me senti um egoísta, mas mesmo que eu o visse sofrendo, eu decidi que sofrer ao lado dele e mostrar que eu estava ali, seria o único jeito de fazê-lo perceber que depois de Helena, eu sou o único que ele tem agora e não tem mais ninguém além de nós dois que agora, estávamos entregues aos nossos sentimentos sendo escravos deles.

28 de Março de 2018 às 21:30 0 Denunciar Insira 1
Fim

Conheça o autor

M O R G I A N A F A N A L I S "Preste atenção querida embora eu saiba que estás resolvida em cada esquina cai um pouco a tua vida"

Comentar algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~