Conto
15
6838 VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

Engano

Katsuki Bakugou estava radiante, algo completamente incomum para si já que era um homem raivoso e deveras violento, afinal seu temperamento era péssimo quase 24 horas por dia, só havia algo que fazia com que seu humor mudasse da água para o vinho e tinha nome e sobrenome.

Izuku Midoriya, o veterano do seu curso de engenharia aero espacial, o aluno exemplar no qual estava em alguns projetos da faculdade além de ser um ótimo jogador de futebol americano. Alto e com um físico completamente sedutor, devido a todo seu treinamento para o jogo, olhos verdes brilhantes que beiravam a pedras preciosas e os cabelos esverdeados um tanto arrepiados.

O loiro de olhos vermelho vibrantes tinha uma certa queda, que beirava ao buraco negro, pelo esverdeado. Ele era apenas um garoto na media, seu porte físico não era algo de causar muita inveja, só que ele conseguia atrair alguns olhares, era considerado um bad boy na turma pelo seu jeito de agir.

Só que quando o assunto era o belo esverdeado ele mudava, parecia uma garotinha virgem pronta pra encontrar seu príncipe encantando. Chegava a ser completamente patético e engraçado aquela mudança, só que era aquele velho ditado “Pessoas fazem loucuras, quando estão amando.”

O loiro não tinha ideia da sexualidade do esverdeado, já que o mesmo não era de ir muito em festas, pelo menos não as da faculdade. Ele só ia raramente, ficando bem pouco, em festas quando seu time ganhava algum campeonato importante.

Aquilo era outro motivo de gostar do esverdeado, já que ele também odiava festas de faculdade preferia algo mais caseiro, se Izuku não era sua alma gêmea, certamente o loiro não saberia mais o que fazer de sua vida dali em diante.

Seu dia tinha fechado com chave de ouro, poderia parecer algo completamente inútil e sem valor, só que para o loiro explosivo tinha sido algo maravilhoso. Ele tinha indiretamente abraçado Izuku, já que tropeçou e ia cair só que o maior lhe puxou pela cintura fazendo com que seus corpos ficassem bem próximos, lhe sorriu dizendo um “Cuidado” E voltou a andar.

Bakugou quase estava saltitando igual uma gazela por conta do ocorrido, precisa mandar uma mensagem urgente para seu melhor amigo Eijiro Kirishima, pegou rapidamente seu celular para mandar as novidades ao amigo, já que o mesmo sabia de sua sexualidade e paixão e dava o maior apoio. O mesmo cursava engenharia mecânica na faculdade.

-Caraioooooooooooo, tu não sabe o que aconteceu, boy me segurou pela cintura e me puxou pra perto, nem tremi...Nem vibrei, estou impactado de mais.


─Coração num aguenta não Kirishima, porra que homem gostoso do caralho, senhor como eu queria beijar ele naquela hora...PQP!! Caralho é oficial que o Izuku Midoriya é o homem mais gostoso do meu curso, se bobear do campos, porra que homem gostoso da porra. Que pegada...Que grrrr senhorrrrrrrrrrrrrrr.

O loiro então notou depois de mandar as mensagens resolveu ver as demais mensagens que tinha recebido, uma em questão fez com que ele estranhasse, mas ainda sim abrira a conversa.

─Aew Bakugou, eu mudei de número, aquele antigo está com outra pessoa então salva esse e apaga aquele. Noix.

Bakugou ficou encarando o celular por alguns segundos, aquilo era possível? Quem mudava assim tão rápido de número, quis xingar o amigo de inúmeros nomes por demorar para avisa-lo, poderia ter falado até pessoalmente para não fazer aquela babaquisse.

Ele agradeceu mentalmente por estar em sua casa, então pegou um travesseiro e colocou em seu rosto para gritar alto para que o vizinho não estranhasse seu ataque de fúria repentino.

Então o barulho de mensagem lhe chamou atenção, notando que era o antigo número de Kirishima, céus estava morrendo de vergonha queria morrer. Só que sua curiosidade era maior, temia ter enviado a mensagem para uma velinha de 90 anos, pelo menos não havia sido nenhuma imagem do esverdeado.

─Não sou o Kirishima não, ele trocou de número eu acho...Ao mesmo tempo que eu pelo jeito.

─Valeu pelo elogio =D

Bakugou deu um grito com aquilo, em suas mãos estava nada mais que seu amado crush conversando consigo por mensagem, viu então a foto do perfil do mesmo, afinal o número estava salvo. Céus que foto maravilhosa dele na praia, queria aquele homem sua cama ou queria estar na cama dele, só queria ser possuído em algum lugar.

Então ele notou que sua foto de perfil também mostrava seu rosto, fazendo com que ele voltasse a gritar, afinal o esverdeado poderia ter lhe visto, agora tudo estava perdido. Ele tinha noção que ele era gay e provavelmente queria fazer coisas indecentes, como lidar com essa situação?

Ficou andando de um lado pro outro, então se tocou que o esverdeado não tinha agido de forma negativa, ele tinha agradecido, mesmo vendo que era outro homem. Bateu em seu rosto tentando de espantar todo aquele medo ridículo, afinal ele era um homem de atitude.

E pegou o celular afim de mandar outra mensagem ao esverdeado, ele iria sim jogar todas sua fichas, perdendo o jogo ou não ele tentaria. No máximo o que poderia acontecer era receber um não, então estava no lucro. Agora ele só podia agradecer ao maldito Kirishima por ter mudado de número e avisado em cima da hora, afinal tinha conseguido o número do mozão sem precisar fazer nada.

─O que é bonito a gente tem que elogiar mesmo!! Ce é gostoso pra caralho, puta que pariu.

Mandou a mensagem, morrendo de vergonha. Como odiava ficar em seu modo garotinha virgem quando o assunto era o garoto. Só que precisava aproveitar a oportunidade que Deus estava lhe dado.

─Você também é bem gostoso.........Bakugou.

Bakugou gritou e quase caiu ao se levantar correndo do sofá, ele sabia seu nome aquilo tinha sido de mais para seu coração, provavelmente ele acabaria morrendo pro uma parada cardíaca ali mesmo, era seu fim, mas pelo menos morreria feliz ao saber que seu crush sabia de sua existência, se jogou no sofá com um sorriso radiante, o modo garotinha virgem havia voltado e mais forte.

─Caralho, como assim você sabe quem eu sou???

Estava curioso, na real era um tanto óbvio do motivo dele conhecer o loiro, não era como Bakugou não frequentasse alguns locais em comum do esverdeado, só que devido a todo nervosismo e entusiasmo ele não estava pensando direito.

─Você é o morador de cima que sempre grita, xinga ou destrói algo do apartamento, ai depois eu escuto você brigar com o vizinho do seu lado kkkkkkk confesso que me divirto muito com isso.

Bakugou estava com uma cara impagável no momento, esse tempo todo o amor da sua vida morava no mesmo apartamento que ele?! Como ele nunca havia notado algo do gênero, céus que ódio que ele tinha de si mesmo, burrice lhe definia no momento.

─Como assim eu nunca te vi na porra do prédio!

Não demorou para o esverdeado lhe responder.

─Me mudei essa semana como estou atarefado na faculdade, chego bem tarde então por isso talvez não tenha me visto.

─ Mas eu já te vi se quer saber, tem uma bunda maravilhosa Bakugou ;D

Katsuki queria gritar, então se lembrou que o esverdeado poderia escutar, céus ele havia escutado sua animação anterior talvez? Que vergonhoso, era uma sensação pior que a outra, só que ele tinha e queria continuar, não podia perder essa chance, seria tudo ou não agora.

─Pode pegar nela o quanto quiser.

Nada, já fizera alguns minutos e nada do esverdeado lhe responder aquilo tinha deixado o loiro um tanto tristonho, achou que pelas palavras do mais velho o mesmo estava aparentando interesse. Acabou se iludindo atoa, isso por nem ter dito algo pesado, já que ele poderia ter falado algo bem mais vulgar.

Afim de ocupar a mente, ele ligou a tv para assistir alguma coisa, nem queria conversar com Kirishima sobre ocorrido, o mesmo certamente lhe chamaria de idiota por achar que o esverdeado tinha lhe negado ou algo do gênero, afinal ele poderia ter só ficado ocupado, não era impossível.

Só que Bakugou era dramático e gostava de sofrer, então pensava no pior infelizmente. E já pensava logo no pior achando que o esverdeado não gostava de si e que tinha achado algo mais interessante pra fazer do que si, a campainhia fez com que ele saísse de seu mundo trevoso e fosse atender, com um tedio já que ele não esperava ninguém ali.

Quando abriu a porta ficou surpreso com o que viu, Midoriya estava corado e ofegante, como se tivesse vindo correndo até a casa do loiro. O mesmo se encontrava completamente em choque sem saber o que dizer ou como agir.

O esverdeado então lhe puxou e segurou com força sua bunda, apertando com gosto a ponto de fazer o loiro gemer um tanto contido próximo ao corpo do maior que lhe puxava para mostrar o quão duro ele se encontrava, deixando Bakugou completamente envergonhado e excitado com aquilo.

─Disse eu poderia pegar nela o quanto eu quisesse? ─ Disse de modo malicioso.

─A bunda, o corpo, minha boca, pode pegar o que quiser! ─ Respondeu com um sorriso travesso, colocando os braços em volta do pescoço do maior que abriu ainda mais o sorriso.

O esverdeado o puxou pela cintura, fazendo com que Bakugou colocasse as pernas em volta do esverdeado, o mesmo fechou a porta a trancando rapidamente, o loiro não podia estar mais animado o esverdeado estava ali desejando seu corpo tanto quando ele desejava o do mais velho.

─Vou mostrar o motivo de me chamarem de lanceiro. ─ Falou de modo malicioso tomando os lábios do loiro com selvageria e logo se afastando um pouco. ─ Você só vai sair dessa casa mancando.

Bakugou realmente agradecia Kirishima por ter mudado de número.

17 de Março de 2018 às 23:37 0 Denunciar Insira 9
Fim

Conheça o autor

Larivalk . Local, onde as fics estão em dia >https://www.wattpad.com/user/LariValk

Comentar algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~