Despreocupadamente, eu te encontrei Seguir história

sae~2415 Misa Kasumi

O clima estava fresco, as luzes de natal já estavam sendo retiradas da rua, o ano novo seria daqui à poucos dias e... Tinha um gatinho perdido na rua?


Fanfiction Todo o público.

#Shounen-ai #Fluffy #Soukoku #Gatos #Bungou Stray Dogs #Bsd #Chuuya #Dazai #Yaoi #Cat
Conto
3
6.7mil VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

Miau, miau!

  Dazai andava despreocupadamente pelas ruas de Yokohama, depois do que ele chamaria de um longo dia de trabalho na máfia (apesar dele ter feito Chuuya fazer o trabalho dos dois). O clima estava fresco, as luzes de natal já estavam sendo retiradas da rua, o ano novo seria daqui à poucos dias e Mori tinha dado essa semana de recesso para a dupla Soukoku.

  — Ah, que dia lindo, não é Chuuy? - cantarolou Dazai passando os braços em volta do pescoço do ruivo.

  — A idade está fazendo mal para o Mori-san, onde já se viu, como ele faria se a base fosse invadida, nós não vamos estar lá pa--

  — Chuuy, Chuuy… Você deveria parar de se preocupar tanto, estresse traz rugas, sabia? - disse interrompendo o ruivo.

  — Certo, realmente, é um dia muito bonito para gastar se estressando com coisas fúteis assim, a gente podia passar algum lug--

  Sendo interrompido pela segunda vez, o ruivo dá de cara com um Dazai com os olhos brilhantes, encarando um gatinho sujo.

  — Chuuya! Chuuya! Olha só! Não é lindo? Eu quero! Posso pegar? Tem bastante espaço no prédio! Por favor! Por favor! Eu vou tomar conta! Me deixa levaaar?! - disse o moreno quase gritando e começando a correr atrás do animal tentando pegá-lo.

  Ao ver os olhos de Dazai brilhando, o menor quase disse sim aos pedidos, mas só de pensar na trabalheira que daria para cuidar de um gato - já que era mais do que óbvio que Dazai não cuidaria do gato, afinal ele sempre deixava todas as obrigações para Chuuya - o ruivo ia dizer não, mas quando foi falar com Dazai viu que ele tinha conseguido pegar o gato e estava abraçado nele, olhando para Chuuya.

  — Por… Favor... Chuu? - disse Dazai baixinho.

Ah, isso não era justo! Como Chuuya diria "não" para algo assim?

  — Por favor digo eu, Dazai! Nós dois sabemos que vai sobrar tudo pra mim depois.

  — Mas é um gatinho, Chuu... Eu queria tanto um gatinho…

  — Ah, tá certo! Mas a gente vai precisar de uma cama pra ele, ração, potinhos, uma caixa de areia, arranhadores, brinquedos…

  — Sim! Sim! Você queria ir em algum lugar antes de ir pro apartamento, né? A gente pode passar em uma loja e comprar tudo isso! Você vai adorar, né, Yuke?

  — Yuke? Eu não acredito que você já deu um nome pro gatinho e se a gente não pudesse ficar com ele?

 — Você é uma pessoa generosa, Chuuy. Eu sabia que iria deixar.

  — De qualquer jeito, vamos logo. Eu tava pensando em passar em outro lugar, mas deixa pra outro dia…

  E o gatinho de rua agora tinha um novo lar, como já era previsto, Dazai cuidou de Yuke apenas na primeira semana, mas quem acabou gostando mais a presença do bichinho foi Chuuya, que também foi o que gastou grande parte do seu salário que iria para vinhos e roupas novas em coisas para o gatinho.

4 de Março de 2018 às 00:17 0 Denunciar Insira 2
Fim

Conheça o autor

Comentar algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~