Fetiche Seguir história

augusto0512 Augusto Lima

Tudo estava indo bem em seu casamento até o dia em que sua Hinata tivera a idéia de satisfazer o seu estranho fetiche, que, resumia-se em vê-lo indo para a cama com o seu velho amigo, Sasuke Uchiha. SasuNaru || Fanfic escrita em 2017.


Fanfiction Para maiores de 18 apenas.

#Naruto #Yaoi #Lemon #SasuNaru #SasukeUchiha #NarutoUzumaki #Naru/Sasu #Fetiche Sexual
11
7.0mil VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

Capítulo Único

Se lhe questionassem sobre a sua felicidade ao lado do marido, sua resposta seria imediata e direta, não havia qualquer dúvida nisso. Sempre fora uma mulher independente e, embora tivesse sido criada em um ambiente familiar tradicional, a mesma sempre deixou clara sua posição em relação ao machismo; desde criança observava a submissão de sua mãe perante as ordens do patriarca, porém, mesmo que houvesse um nítido amor entre eles, jamais se imaginou se comportando daquela maneira. Este era um dos motivos pelo qual havia se casado com o Uzumaki, que, mesmo sendo aquele típico homem rústico e dominador, sempre respeitou suas decisões e as apoiava na maioria das vezes.

Era uma mulher com uma vida sexual ativa, não havia tabus em relação a posições ou qualquer outra coisa do gênero, não era novidade para o seu marido que sua parceira gostasse de inovar e apimentar o relacionamento deles, afinal, essa era uma das qualidades que mais apreciava na Hyuuga. Contudo, as coisas entre eles não continuaram tão bem desde a última semana, tudo por causa de uma proposta indecente de sua esposa junto com uma ideia que não lhe agradou nenhum pouco. Naruto nunca recusou nenhum pedido de sua amada, mas se submeter aquele fetiche seria demais para o seu orgulho masculino.

- Esqueça essa proposta ridícula, Hinata. – sentenciou revoltado, já não aguentava mais as reclamações da esposa a cerca do mesmo assunto e, para piorar ainda mais a sua situação, sua mulher se negava a ter qualquer relação sexual consigo enquanto não realizasse o seu desejo. O que fez para merecer aquilo? – Já lhe falei que não sou homem de “andar para trás” e muito menos com outro homem. – fez uma expressão de nojo ao imaginar a cena que acabara de se formar em sua mente.

- Como sabe que não gosta se nunca provou, Naruto? – questionou mantendo a calma enquanto amarrava os longos fios de seu cabelo. – Além disso, não deixará de ser homem por causa disso. – suspirou frustrada. – Também não sou a única com fetiches estranhos, afinal, lembre-se que me relacionei com outra mulher para satisfazer seus desejos na cama, mas, não irei mentir, gostei disso. – o loiro mordeu o lábio inferior ao recordasse daquela cena quente e excitante, contudo, estava arrependido, não por tê-lo feito, mas por ter posto aquela ideia indecentes na cabeça de sua mulher. – Já sabe não é? Enquanto não tomar uma decisão, continuará sem sexo, então se decida... – riu-se enquanto se retirava para o quarto deixando um Uzumaki irritado para trás.


***


Em nenhum momento de sua vida se imaginou transando com outro homem, não tinha nada contra homossexuais, mas cogitou aquela possibilidade, afinal, nunca teve qualquer atração física por pessoas do mesmo sexo. E para pior sua situação, sua esposa tinha o desejo de vê-lo sendo penetrado por outro homem, àquilo era um completo absurdo. Se, ao menos, ele fosse o ativo daquela relação, teria aceitado com mais facilidade, porém Hinata nunca gostou de facilitar as coisas para si, então não seria diferente daquela vez, não é mesmo?

Já estava arrependido de ter cedido aos caprichos da mulher, mas o que poderia fazer? Estava ficando louco por passar tanto tempo sem sexo; a Hyuuga sabia ser persuasiva quando queria. Enquanto aguardava impacientemente dentro do quarto, seu corpo começava a lhe dar sinais de nervosismo, Hinata havia lhe dito que iria buscar o seu “parceiro” daquela noite, o responsável por retirar a virgindade de sua bunda. Riu-se temeroso com os próprios pensamentos, sua vontade era sair para algum bar e beber até que não se sustentasse sobre suas próprias pernas, assim se livraria de toda aquela maluquice.

- Chegamos amor! – o loiro engoliu em seco ao ouvir a voz de sua esposa vinda do andar debaixo; não demorou muito para que porta fosse aberta e uma mulher sorridente atravessasse por ela junto com outro homem desconhecido por si. – Sei que vocês não se conhecem pessoalmente, mas já havia comentado sobre o meu colega de faculdade, Sasuke Uchiha! – Naruto assentiu ao recordasse vagamente de uma das conversas que tivera quando ainda eram namorados. – Este é o meu marido, Naruto Uzumaki! – o moreno mantinha uma expressão séria, o Uzumaki não estava diferente. – Como o Sasuke é gay e experiente, então não teremos problemas. – Hinata sorriu mais vez e, logo, sentou-se em uma cadeira de couro, que ficava de frente para a cama de casal. – Não temos o dia todo, então comecem logo. – resmungou impaciente.

- Esse é um dos motivos de eu ser homossexual, essas mulheres são loucas... – murmurou com uma expressão de descontentamento, ainda perguntava-se como tinha aceitado fazer parte daquela loucura. Não podia negar que já tinha visto o Uzumaki de longe e sentia um profundo desejo pelo mesmo, mas nunca imaginou que eles teriam qualquer relação um dia, já que o outro sempre fora heterossexual e namora sua amiga desde que a conhecera na faculdade. – Vamos logo com isso, pois tenho coisas a fazer. – obviamente, Sasuke jamais deixaria nítido o seu interesse pelo marido alheio.

- Cuidado com o que fala, imbecil! – esbravejou o loiro enquanto trincava os dentes, seus músculos ficaram ainda mais marcados em sua camisa devido à irritação. Sasuke não deixou de sorrir ao se imaginar dominando aquele homem bruto, que defendia sua sexualidade com unhas e dentes, que jamais perderiam a virgindade anal. – Se não se comportar, eu mesmo te colocarei para fora desta casa à ponta pés. – aquele jeito convencido do outro só o fazia ficar ainda mais irritado.

- Chega! – Hinata interveio chamando a atenção dos dois, ambos ficaram surpresos ao vê-la trajando apenas uma calcinha e um sutiã. – Eu quero me masturbar vendo o meu marido levando um pau na bunda, será que estou pedindo demais? – sem dúvidas, a Hyuuga não era uma mulher “comum”. Naruto engoliu em seco e todo o seu nervosismo voltou a tomar conta do seu corpo, aquele era um dos momentos que odiava a personalidade da esposa. – Comecem com um beijo. – ditou com as pernas cruzadas e uma expressão de tédio.

- Não pense que irá me tratar como uma mulherzinha... – o Uzumaki grunhiu com uma expressão fechada enquanto põe a mão no pescoço alheio e o puxava em direção ao seu rosto. – Vamos acabar com isso. – o moreno não teve tempo para revidar, pois sua boca havia sido tomada por um beijo bruto, assim como a língua que invadia sua boca. Se o loiro achava que ele não iria revidar, estava completamente enganado. Sasuke revidou o beijo com a mesma intensidade, ambos mordiam os lábios do parceiro em busca de domínio, contudo, nenhum deles estava disposto a ceder.

- Deveria ser um pouco mais sensível, já que você será o passivo. – sorriu sarcástico com a provocação; Naruto franziu o cenho e empurrou o outro com força, fazendo-o bater as costas contra a parede. – Ficou louco? – agora foi à vez do loiro sorriu de maneira sarcástica enquanto exprimia o outro. Os lábios voltaram a se atacar mais vez de uma maneira desajeitada, já que ambos apertavam um ao outro com força. – Mesmo sabendo que irá da o cu para mim, ainda tenta manter a pose de macho. – o Uchiha não perdia a oportunidade provocar o outro, que sempre se deixava levar pelas suas provocações, contudo, para a sua surpresa, o outro sorriu.

- Vou continuar sendo macho, porque eu darei as ordens nesta porra! – o moreno sentiu as duas mãos segurando-o pela camisa e só percebeu que foi jogado sobre a cama quando sentiu o colchão macio abaixo de si. – Dizem que os gays adoram chupar um pau, então quero descobrir se isto é verdade... – sorriu presunçoso enquanto se aproximava da cama, ficando lada a lado com a mesma, no entanto, foi surpreendido ao ser puxado por Sasuke com a mesma força que havia aplicado anteriormente.

- Ninguém nunca reclamou do meu boquete, mas, hoje, você que irá aprender como se faz. – sorria enquanto levantava-se da cama e retirava todas as suas roupas, liberando seu pênis que já estava ereto desde o momento em que pisara dentro daquele quarto. – Só não quero que fique viciado, afinal, todo mundo que provou pediu por mais. – sorriu sacana; suas mãos apertaram o falo pulsante e começou a massageá-lo vagarosamente. Naruto o encarou com misto de raiva e vergonha, o mesmo tinha concordado em ser o passivo, mas não colocaria sua boca em um pênis de outro homem.

- Quero tudo Naruto. – Hinata se pronunciou mais uma vez, sua voz estava um pouco abafada devido aos próprios dedos que deslizavam por sua vagina; ainda coberta pelo tecido da calcinha. – Façam um ‘meia nove’, assim iram se chupar ao mesmo tempo. – o loiro concordou ainda relutante, o mesmo livrou-se de suas roupas ficando surpreso ao deparar-se com o próprio membro ereto. Tinha ficado excitado após beijar outro homem? Só podia está ficando louco. – Acho que você está gostando tanto quanto eu, querido! – a Hyuuga sorriu e gemeu arrastado ao mirar aqueles dois homens másculos e pelados, prontos para se atacarem.

- Acho que não é tão heterossexual como imaginou, não é mesmo? – Naruto não respondeu aquela provocação, apenas deitou-se na cama, deixando um lugar vago para o maldito Uchiha. Ambos, agora, estavam frente a frente com a intimidade do parceiro, o loiro segurou o membro do Uchiha, percebendo que o mesmo era tão ‘grande’ quanto ele; embora nunca tivesse tido nenhuma relação com outro homem, o Uzumaki sabia muito como fazer aquilo, afinal, também era homem. – Precisa de uma aula? – Sasuke estranhou ao vê-lo com um sorriso e, logo, mordeu o lábio inferior com força ao sentir seu membro ser engolido de uma vez.

- Para quem está fazendo pela primeira vez, estou indo muito bem e ainda diria que sou melhor do que você. – agora era a vez de o loiro começar as provocações, que foram aceitas sem nenhum receio pelo moreno, este elogio o pênis do parceiro, fazendo questão de deslizar a língua sobre a fenda que liberava uma grande quantidade pré-gozo. – Puta que pariu! – Naruto foi à loucura quando sentiu os dedos do Uchiha apertarem os seus testículos enquanto os dentes raspavam sobre a cabeça bulbosa. – “O filho da mãe sabe mesmo como se chupa um pau!” – o Uzumaki grunhiu consigo mesmo, porém não estava a fim de perder aquela disputa, então passou a espremer o ‘falo’ alheio dentro da sua boca. Estava tão entretido em fazer o melhor sexo oral que não percebera uma mão tocando o seu traseiro, só notou depois de sentir um dedo deslizando sobre seu ânus. – Mas que porra é essa? – levantou-se rapidamente e fechou os punhos com força, pronto para socar o rosto do moreno.

- Que porra é essa? – o Uchiha esbravejou. – Quando vai entender que eu vou comer você? – Naruto engoliu em seco e assanhou os cabelos loiros com força; o mesmo desviou o olhar para a esposa, esta estava entretida com os dedos dentro da sua vagina molhada. – Se pretende continuar com essa palhaçada, então irei embora. – Hinata iria pagar caro por toda aquela humilhação. Sem pronunciar nenhuma palavra, o loiro voltou a se deitar na cama. – Fica de quatro! – claro que Naruto não iria esquecer-se de matar aquele moreno infeliz.

- É melhor tomar cuidado se não quiser ter sua cara esmurrada. – sentencio antes de ficar na posição dita anteriormente. Era extremamente constrangedor. Engoliu em seco ao sentir duas mãos pousarem sobre suas nádegas, abrindo-as e expondo sua entrada virgem para Sasuke. Abaixou a cabeça para que não pudessem ver suas bochechas avermelhadas, porém levantou-a rapidamente ao sentir algo molhado tocando o seu traseiro. – Que merda você está fazendo aí? – tentou se mexer, mas o outro segurou sua cintura com força e, embora quisesse negar para si mesmo, estava gostando daquilo.

- Nunca ouviu falar em beijo grego? – questionou enquanto se afastava minimamente, fazendo com que os sons de estalos preenchessem o cômodo. – Tente usar com a Hinata da próxima vez. – murmurou antes de voltar a enfiar a língua naquele ‘buraquinho’ enrugado. Seu pênis pulava no ar e melava o chão com sua lubrificação natural, sua excitação estava no ponto máximo. – Vamos começar. – antes que Naruto perguntasse qualquer coisa, sentiu um dedo molhado deslizar para dentro de si, começando a massageá-lo por dentro. – Vou te detonar com o meu pau! – riu-se ao perceber que o outro tremera levemente, contudo, não deixou que ele revidasse, pois tinha inserido mais dois dedos de uma vez. Quando os membros começaram a sair com mais facilidade, o moreno retirou-os com cuidado, lambuzou seu pênis de lubrificante e o posicionou sobre o ânus pulsante. – Embora comer você de ‘quatro’ seja uma tentação, prefiro ver teu rosto enquanto enfio o meu pau em você. – o Uchiha se afastou um pouco e o virou para que se deitasse de costas para a cama, abrindo as pernas para si.

- Você me paga seu filho da puta! – Naruto grunhiu ao deparar-se com aquele sorriso convencido. Seu corpo travou ao sentir a cabeça bulbosa do pênis alheio tocar o seu ânus, forçando a entrada aos poucos. O loiro respirou fundo enquanto socava a cama em uma atitude frustrada de tentar diminuir a dor. – Caralho! – o mesmo começara a se perguntava como a sua esposa gostava quando ele a penetrava por trás, aquilo doía muito. Sasuke esperou algum tempo até que o outro se acostumasse, embora tentasse controlar seus instintos todas as vezes que sentia um aperto mais forte ao redor do seu membro.

- Para de apertar o meu pau, se não irei gozar antes de começar a te comer! – avisou enquanto tentava controlar a própria respiração. Aqueles minutos pareciam uma eternidade para ambos. Sasuke percebeu que os grunhidos de dor diminuíram então tratou de começar a se mexer vagarosamente, alargando ainda mais o interior alheio. – Como você é quente... – o moreno murmurou alucinado enquanto tentava controlar os movimentos o máximo que consigo para não machucar o parceiro.

- Fode mais rápido, porra! Não sou nenhuma mulher. – o loiro já não sentia a mesma dor de antes e assim que Sasuke começou a estoca-lo, o mesmo começou a sentir um prazer que nunca havia sentido antes. O Uchiha sorriu malicioso, sua mão pousou sobre o membro esquecido de Naruto, começando a masturba-lo na mesma intensidade dos seus movimentos. Ambos gemeram alto quando a glande tocou a próstata do Uzumaki, que, consequentemente, apertou o pênis do Uchiha, este voltou a sua atenção para aquele lugar, preocupando-se em acerta-lo todas às vezes assim como aumentava os movimentos de sua mão. – Não aguento mais, vou gozar... – murmurou antes de derramar seu esperma sobre sua barriga; o moreno chegou ao orgasmo em seguida, liberando todo o seu sêmen dentro da cavidade alheia antes de desabar na cama. Os dois despertaram de seus devaneios ao ouvir um gemido feminino, a Hyuuga também tinha chegado ao seu ápice.


Aquele fetiche tinha sido o mais louco de sua vida, mas, talvez, só talvez, Naruto voltasse a experimentar aquela sensação novamente.


27 de Fevereiro de 2018 às 21:51 0 Denunciar Insira 3
Fim

Conheça o autor

Comentar algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~