2minpjct 2Min Pjct

Bom, vou me apresentar para vocês. Eu me chamo Park Jimin, tenho 21 anos e estou no segundo ano da faculdade de Letras. Tenho um melhor amigo chamado Kim Taehyung e sou considerado um bad boy pelo pessoal da faculdade. Tenho uma paixonite por Min Yoongi, o hippie da faculdade de Psicologia que sempre usa vários lenços amarrados pelas roupas e tem a orelha esquerda cheia de furos. Desde que coloquei meus olhos em Yoongi pela primeira vez, soube que ele seria diferente. Ele tem uma vibe gostosa, gosta de usar roupas claras e tem um sorriso gengival muito bonito. Mas não pense que, por saber tudo isso dele, eu sou um maníaco. Nada disso, eu sou apenas um garoto bonito interessado em outro garoto bonito. Não quero prejudicar ninguém. E para poder conquistar o meu tão sonhado broto, estou disposto a tudo, principalmente ler conselhos amorosos em uma revista pop adolescente. Que o universo esteja sempre comigo.


Fanfiction Bandas/Cantores Para maiores de 18 apenas.

#gay #bl #conselhos-amorosos #college-students #boyslove #romancegay #pwp #yoongitop #btsfic #bts #fanficbts #jimin #suga #yoongi #yoonmin #sugamin #suji #jimsu #sujim #miniminiz #minimini #minmin #2min #2minproject #2minpjct #hot #comédia #romance #yaoi #fluffy
14
610 VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

Como fazer alguém se apaixonar por um bad boy?

Escrito por: @vgguk_ymin


Notas Iniciais: Oioi, espero que estejam todos bem 😊

Cá estou eu com mais uma história pelo 2Min e espero que vocês gostem e que me acompanhem nessa nova aventura.

Eu tentei trazer um pouco de comédia pra fic, mas não sei se consegui alcançar esse objetivo kkk

Outra observação é que essa fic é beeeem levinha, então não se preocupem, não vai ter drama ou chororo :)

Como já me estendi demais aqui, vou deixar vocês lerem.

Vejo vocês lá embaixo!



~~~~



"Hoje foi o primeiro dia de aula na faculdade. Como eu sou veterano, não precisei ir, já que teria apenas a recepção dos calouros. Mas, graças a Loki, eu fui, e tive a oportunidade de conhecer um garoto maravilhoso. A única coisa que eu sei, por enquanto, é que seu nome é Min Yoongi e que é calouro do curso de Psicologia. Mas, se depender de mim, eu vou descobrir mais coisas sobre ele."

Diário de Park Jimin - 01/02/1979



"Olá, meu querido companheiro de confissões. Volto aqui hoje para fazer uma atualização do que eu descobri sobre Min Yoongi. Uma semana se passou, e eu aproveitei para descobrir o máximo que podia sobre ele. Nessas minhas observações, descobri que Yoongi gosta de usar roupas claras, geralmente nas cores branco, amarelo e azul claro. Também descobri que ele anda sempre com várias pulseiras no braço, usa uma bandana preta para enfeitar os seus cabelos, tem o lóbulo esquerdo furado e usa pequenos lenços, de diversas cores, amarrados pelo corpo, geralmente nos pulsos. Posso estar parecendo um maníaco perseguidor, mas eu não sou um, eu juro. Sou apenas um garoto bonito interessado em outro garoto bonito."

Diário de Park Jimin - 08/02/1979



"Ele é o garoto mais incrível que eu já tive a oportunidade de conhecer. Não que tivéssemos conversado cara a cara, mas observar o seu jeito de longe e a forma como ele interagia com seus amigos me faz crer que ele é uma pessoa muito bonita e interessante, tanto por fora, quanto por dentro, mas posso estar completamente errado em meu julgamento. Além de ser lindo, é inteligente, tem um bom gosto musical, por causa de algumas blusas que já vi ele usar, e tem um sorriso gengival maravilhoso. Eu estou começando a me apaixonar por esse garoto e eu não sei se isso será algo bom ou não."

Diário de Park Jimin - 15/02/1979




Terminei de escrever no meu diário e o fechei, guardando-o de volta em cima da mesa de cabeceira. Acho que já deu para perceber que eu sou gamado em Min Yoongi, e estou apenas procurando uma forma de chegar nele.

Bom, vou me apresentar para vocês. Eu me chamo Park Jimin, tenho 21 anos e estou no segundo ano da faculdade de Letras. Tenho um melhor amigo, chamado Kim Taehyung, e sou considerado um bad boy pelo pessoal da faculdade.

O motivo? Simples, gosto de usar roupas pretas de couro, tenho a orelha direita cheia de furos e tenho uma Harley-Davidson FXS 1200 Low Rider. E para o pessoal da faculdade, isso é motivo mais do que suficiente para eu me tornar um bad boy.

Malditos estereótipos.

Mas fiquem tranquilos, eu não maltrato as pessoas nem bato em ninguém. Eu não sou um bad boy, apenas gosto de usar roupas pretas e tenho uma moto maneira. Talvez, só talvez, eu seja um pouco sarcástico e engenhoso, mas nada que prejudique alguém.

Eu me levantei da cadeira em que estava sentado,peguei meu pijama, que estava na cama, e fui em direção ao banheiro para fazer minha higiene antes de dormir.

Fiquei pelo menos uns 15 minutos embaixo da água quente e senti todos os meus músculos relaxarem. Eu estava precisando disso. Quando terminei meu banho, vesti meu pijama,coloquei a toalha estendida em um pequeno varal que tinha no meu quarto e fui me deitar.

Estiquei meu braço para a cabeceira da cama e liguei meu rádio, colocando pra tocar Blowin' In The Wind, do Bob Dylan, que estava na fita cassete . Ele é o meu cantor favorito e suas músicas são ótimas, na minha humilde opinião. Enquanto a música tocava, meu cérebro pensava em formas de chegar em Yoongi.

Eu não podia simplesmente chegar nele e falar que tinha interesse, afinal ele poderia se assustar e me achar um maluco, o que eu não queria que acontecesse. Mas também não ia ficar sem tomar uma atitude, pois outra pessoa seria capaz de chegar e o conquistar antes de mim, e isso era algo não negociável.

Aff, conquistar uma pessoa que você tem zero intimidade, é uma tarefa muito difícil.

Eu tinha que pensar em algo que não me fizesse parecer um idiota, mas que também não me fizesse parecer um desesperado. Teria que ser algo meio-termo, algo que fosse certeiro e o conquistasse de primeira. Algo que o fizesse me ver e falar: "Nossa, esse cara é o cara certo para mim. Ele merece uma chance!". Isso seria algo incrível, mas pouco provável de acontecer.

Olhei para o relógio e vi que já era quase meia-noite, então já estava na hora da Cinderela aqui dormir. Eu tinha que ter o sono da beleza. Desliguei o rádio e me arrumei melhor na cama e buscando desligar meus pensamentos para poder descansar melhor.

Alguns minutos depois, acabei adormecendo e sonhando com Yoongi, como vinha acontecendo nos últimos dias.


[...]


— Eu só te desejo muito boa sorte para poder conquistar ele — Taehyung, vulgo meu quase ex-melhor amigo, provocou. — Yoongi não parece ser do tipo que se interessa por pessoas como você.

Taehyung e eu estávamos sentados no jardim da nossa faculdade. Era o intervalo final entre os dois últimos tempos e resolvemos conversar, já que, como o dia estava corrido, não conseguimos fazer isso antes.

— O que você quer dizer com isso? — perguntei, indignado.

— Ah, você sabe, a sua reputação de bad boy. Toda a faculdade sabe as coisas que você fez e faz da vida — ele falou, risonho, e eu revirei os olhos.

— Você sabe que tudo isso é mentira. — Fiz um bico. — Eu não fiz nem metade das coisas que esses desocupados inventaram.

— Sim, eu sei, afinal sou seu único amigo. Mas o pessoal não sabe como você é, e por isso inventam coisas a seu respeito, já que seu visual contribui para isso.

Taehyung tinha razão. Eu já disse que isso era uma desgraça?

— Eu só queria ter a chance de mudar minha imagem, que esse pessoal fez questão de acabar, para pelo menos ver se eu tenho alguma chance com Yoongi. Não quero que ele pense que sou um marginal. — Suspirei, derrotado.

— Eu particularmente acho que vai ser algo difícil, porém podemos tentar.

— Você sabe de alguma forma? — questionei, esperançoso.

— Não, mas vamos descobrir — afirmou, confiante. — O primeiro passo é sabermos se ele gosta de pessoas do mesmo sexo que o dele, afinal, se o cara for hétero, você nem tenta.

— Eu acredito fielmente que ele é da nossa comunidade, é só olhar a forma como ele usa os lenços.

— Mas você sabe que héteros também usam lenços como adereços, né?

— Sei, mas geralmente usam na cabeça. Já pessoas da comunidade, usam lenços amarrados nos pulsos e no bolso de trás da calça, que é o caso do Yoongi. Assim como também é o meu caso.

Eu acredito que você, leitor, deva estar completamente perdido sobre o que estamos falando e o que seria essa questão dos lenços. Então, eu vou te dar um breve resumo.

Nós estamos no final da década de 70, e os relacionamentos homoafetivos não são vistos com bons olhos, já que, para alguns, é impossível ter um relacionamento com pessoas que têm as mesmas características corporais que as suas.

Para evitar que sejamos atacados e, na pior das hipóteses, mortos, a nossa comunidade criou regras para nos relacionarmos discretamente com outras pessoas iguais a nós. E essas regras têm a ver com brincos e lenços.

Basicamente, existem oito cores de lenços e cada uma representa algo que a pessoa gosta.

Se você usa um lenço na cor rosa, significa que você é gay, lésbica, bi, pan, trans e afins, ou seja, você é da comunidade. Essa é a cor principal.

Se você usa um lenço na cor preta, significa que você é adepto do sadismo e do masoquismo, ou seja, gosta de algo mais bruto e ousado.

Caso use lenços nas cores azul escuro e azul claro, significa que você gosta de sexo anal e sexo oral, respectivamente. Outra questão dos lenços azuis, é que esses lenços também indicam se você é ativo ou passivo em uma relação. Se você usar o lenço azul no bolso traseiro direito, significa que você tem papel de passivo na relação. Caso o use no bolso esquerdo, você é o ativo.

O lenço da cor roxa significa que tem preferência por piercings, seja usar ou se relacionar com pessoas que tenham um.

Lenços cinza, você gosta de bondage, ou seja, ser amarrado, amordaçado, ter seus movimentos restritos e afins. Algo bem prazeroso de se fazer.

Lenços brancos, você gosta de fazer ou receber masturbação. É o lenço mais comum no nosso meio.

E por último, mas não menos importante, os lenços laranjas, que significam que você topa tudo em qualquer lugar, a qualquer hora, mas não com qualquer pessoa. Ou seja, você seleciona a pessoa com quem vai fazer coisas pecaminosas.

Outro tipo de acessório — esses mais discretos — que usamos para identificar pessoas da comunidade, são os brincos.

Se você tem o lóbulo direito furado, você assume ser o passivo da relação. Se o lóbulo esquerdo for furado, você é o ativo.

Pois é, eu sei que são muitas coisas para aprender, mas essa foi a forma que encontramos para não sermos julgados e atacados. E fiquem tranquilos, apenas pessoas da comunidade sabem dessa regra, por isso Taehyung disse que héteros também usam lenços, mas, diferente deles, nós usamos em nossos pulsos e nos bolsos traseiros e dianteiros, o que facilita ainda mais a identificação dos nossos.

— Talvez ele só ache bonita a estética de usar lenços nesses lugares e nem saiba o real significado disso.

— Querido Taehyung, meu gaydar tá apitando e, geralmente, ele não falha, você sabe. — Naquele momento, Yoongi passou do nosso lado e o perfume amadeirado dele ficou no ar.

Tão cheiroso. Droga!

Yoongi caminhou junto a seus dois colegas, Jungkook e Namjoon, em direção a uma árvore que ficava mais ou menos próximo de onde estávamos. Assim que ele se sentou, nossos olhares se encontraram, mas eu desviei o meu olhar rapidamente, sentindo minhas bochechas ficarem vermelhas.

Não consigo fazer contato visual por muito tempo com pessoas lindas.

— Que tipo de bad boy é você, que fica vermelho quando o broto encara? — Taehyung zoou.

— Eu não sou um bad boy, para de falar isso.

— Eu sei, mas eu gosto de te atormentar, já que sou seu único e melhor amigo. — Deu de ombros.

— Haha, que engraçadinho. Continue com suas palhaçadas que eu acho outro.

— Você não teria essa coragem — duvidou.

— Experimenta. — Dei um sorriso assim que terminei de falar, e Taehyung engoliu em seco.

— Beleza, voltando ao assunto anterior, temos que pensar em alguma forma de fazer ele te notar e, é claro, descobrirmos se ele gosta da mesma fruta que você.

— Eu já disse que ele também é da comunidade. — Rolei os olhos.

— Nós precisamos confirmar essa informação duvidosa, e eu sei a pessoa certa para nos ajudar.


[...]


— Pode desistir. Eu não vou perguntar nada a ele — concluí, dando meia-volta para sair do local, mas sendo impedido por Taehyung.

— É a sua melhor opção.

— Não é, não. Deve ter alguma outra forma de fazermos isso.

Tentei sair do lugar, mas novamente fui barrado.

— Não fale como se ele fosse um monstro, Jin hyung é um amorzinho. — Taehyung fez bico.

— Sim, e é o maior fofoqueiro dessa faculdade. Falar com ele é como gritar aos quatro ventos que eu tenho uma paixonite pelo Yoongi — expliquei como se fosse algo óbvio, e claramente era.

— Não é assim também. — Lancei meu olhar mais descrente para Taehyung. — Talvez seja, mas eu garanto que ele não vai falar nada sobre você gostar do Yoongi para ninguém.

— Como você tem tanta certeza?

— Apenas confia em mim.

Eu realmente queria confiar, mas era algo bastante difícil. Eu sabia que, se concordasse, seria algo arriscado, mas naquele momento era a minha única opção.

— Tudo bem… — Suspirei. — Só espero não me arrepender.

Taehyung deu um sorriso, e nós caminhamos em direção a Seokjin, que estava sentado á mesa mais afastada do refeitório, junto a Hoseok, seu fiel companheiro.

— Oi, hyung — Taehyung cumprimentou, alegre, e, no mesmo segundo, Seokjin levantou a cabeça e abriu um enorme sorriso.

— TaeTae, que bom te ver! Principalmente acompanhado de uma pessoa tão linda. — Seokjin me encarou de cima a baixo, fazendo-me ficar constrangido, já que seu olhar demonstrou certo desejo. — No que posso te ajudar hoje?

— Eu gostaria de saber se você sabe se Min Yoongi, calouro do curso de Psicologia, beija garotos ou garotas — Taehyung interrogou, na lata.

— O Yoongi? — perguntou, confuso. Taehyung confirmou com a cabeça. — Ele gosta de garotos, pelo que já vi.

— Eu não disse?! — falei, vitorioso, em direção a Taehyung. — Meu gaydar nunca falha.

— Você tá afim dele, Tae? — Seokjin indagou, curioso.

— Eu não, claro que não — negou como se tivesse horrorizado com tal possibilidade. — Tem uma pessoa que está afim dele e não sabe como se aproximar sem parecer um bobalhão.

— E essa pessoa estuda aqui na faculdade? — Seokjin me encarou, e, por um momento, eu senti que ele era capaz de ler todos os pensamentos que passavam pela minha cabeça.

— Sim — Taehyung confirmou. — Teria alguma dica de como essa pessoa poderia chegar nele?

Seokjin ficou pensativo e encarou Hoseok, que até o momento só observava a interação sem dizer nenhuma palavra. De repente, ele começou a mexer na sua mochila e tirou de lá uma revista, entregando-a para mim.

Era a edição número 29 da Pop Style, a revista mais famosa da nossa época.

— Mostre para o seu amigo essa revista e diga pra ele abrir na página 45. Lá terão algumas dicas para conquistar a pessoa amada que, geralmente, não falham.

— Obrigado, amigo, você é um amigo! — Taehyung deu um abraço em Seokjin, que o retribuiu. — Eu agradeceria se você não comentasse sobre isso com ninguém.

— Só se você me prometer atualizações sobre a paixonite do seu amigo no Yoongi.

— Pode ficar tranquilo, irei te trazer atualizações sempre que possível — Taehyung prometeu, e Seokjin acenou com a cabeça, mantendo um sorriso no rosto. — Então, até depois, hyung.

— Até mais, Taehyung. E diga para o seu amigo que ele tem grandes chances com Yoongi, desde que não faça nenhuma bobagem.

Por algum motivo, senti que aquela última frase havia sido para mim, e eu poderia garantir que me empenharia para não fazer nenhuma bobagem com ele.


~~~~



Notas Finais: Por hoje foi isso pessoas, espero que tenham gostado e se divertido lendo esse capítulo :)


Antes de encerrar, gostaria de deixar meus agradecimentos para a @YOONIERIS que fez essa capa maravilhosa e o banner mais maravilhoso ainda e também, quero agradecer a @tsukinojojo pela betagem incrível 🥹


Agora vou despedindo-me de vocês e espero encontrá-los no próximo capítulo. Lembrando que críticas construtivas são sempre muito bem vindas e eu lerei todas com todo o meu coração.

Beijão

13 de Novembro de 2022 às 00:32 0 Denunciar Insira Seguir história
0
Leia o próximo capítulo Como conquistar o broto: Praticar a bondade; Elogiar e Ser Atraente

Comente algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~

Você está gostando da leitura?

Ei! Ainda faltam 4 capítulos restantes nesta história.
Para continuar lendo, por favor, faça login ou cadastre-se. É grátis!