loramendes Lora Mendes

Uma historia, com bastantes mistérios e dramas, uma princesa dos dias atuais sem nenhuma maturidade e com ciumes de uma pequena auxiliar da limpeza, uma mãe que partiu sem amor pela própria filha. Indicado mais para adolescentes


Drama Impróprio para crianças menores de 13 anos.

#drama #realeza #época #leitura
0
508 VISUALIZAÇÕES
Em progresso - Novo capítulo Toda semana
tempo de leitura
AA Compartilhar

A Futura Rainha


Nos dias atuais em Loreempia, apesar de já estarmos no ano de 2025, aqui ainda temos uma monarquia moderna, no imenso palácio morava a dinastia de Loreempia, o rei Sebastian e a princesa Adeline. A rainha havia morrido há alguns anos quando a pequena Adeline só tinha seus 12 anos e a Leide Madeleine criou e cuidou da Princesa Adeline como se fosse sua filha.

Adeline quando criança era bem curiosa e com bastante energia, ela guardou as palavras últimas de sua mãe '' Nunca deixe ninguém te dizer como agir ou falar, você é a unica dona de si mesma'', e assim partiu sua amada mãe partindo vários corações, então continuou sua vida, afinal ela era a futura rainha e precisava de se compor e encarar o seu grande destino que estava por vir. Até seus queridos 13 anos ela nunca teve grandes responsabilidades, mas quando alcançou essa idade, a maioria das coisas mudaram drasticamente. Adeline estudava com professores particulares em seu palácio, nem saia com frequência do palácio, sem ser a passeios com cavalos, atividades da realeza e bailes da realeza , suas amizades eram contadas mas não por ela e sim por seu pai manipulador e a maioria de suas amizades eram primas distantes, que para ela eram insuportáveis pela competição repentina. Adeline desejava mais que tudo possuir em telemóvel da nova geração mas a realeza não permitia ela de ter um, pois ela como futura grande rainha não tinha tempo para ter um telemóvel de nova geração, ela precisava de foco e grandes estudos e certezas de governar o seu reino/cidade, e o único telefone que havia dentro de seu palácio era um aparelho antigo e só dava para ligar no número de emergência ou para algum familiar.

Chato isso concordam? Mas nossa querida princesa não ficou parada, ela apreciava a moda seguia sempre revistas das ultimas modas e lançamentos, apesar das revistas serem limitadas pra ela, ela sempre acompanhava as ultimas coleções. Apesar dela não poder usar roupas comuns com grande frequência, no seu quarto haviam vários montes de revistas em caixas organizadas por ano e mês, assim ela continuou sua vida, mesmo com pouco tempo livre ela aproveitava para ver e seguir vários conselhos de moda.

Quando Adeline completou seus 17 anos, ela já demonstrava uma personalidade forte porém as vezes um pouco mimada, as vezes era rude e arrogante com varias pessoas da realeza exceto seu pai que sentia um grande respeito, ela já tinha suas responsabilidades e sua agenda cheia mas no seu pequeno tempo livre ela começou a observar atras da porta as auxiliares da Leide Madeleine e seus vestuários, ela via as auxiliares na hora do intervalo em seus telemóveis. Adeline desejava mais que tudo possuir um telemóvel da nova geração mas a realeza não permitia ela de ter um, e o que havia dentro de seu palácio era antigo e só dava para ligar num numero de emergência ou para algum familiar e uma das suas grandes vontades era de mudar essa regra quando chegasse ao trono. Com passar do tempo e com essas regras e com seu modo de viver Adeline começou a ser insensível e começou a guardar pra si todos seus sentimentos, ela não costumava gostar dos vestuários das auxiliares mas mesmo assim maioria das vezes observava por detrás da porta.

Até que um dia Adeline se cansou de pedir ao seu pai e ele dar lhe um não como resposta para lhe levar na cidade e lhe tirar do sufocante palácio que ela tinha passado toda sua vida trancada, então aproveitou o facto do seu pai ter viajado para outro país para resolver alguns assuntos, sem ela ter a permissão de seu pai ela decidiu sair do imenso palácio para conhecer a cidade e ver como as pessoas comuns andavam no seu dia a dia, ela só tinha visitado a cidade três vezes na sua vida e nessas três vezes nem tocou o pé no chão só passou de carruagem ou de carro, ela pediu a um dos mais novos seguranças do palácio para leva-la na cidade e lhe mostrar os melhores sitio e as melhores lojas, no começo o segurança recusou, mas ela o ameaçou dizendo que iria lhe punir quando ela fosse a grande rainha, então ele aceitou tendo que usar uma roupa mais discreta também, então a nossa princesa teve uma das melhores ideias, ou pelo menos a que ela achava melhor, como a maioria de suas roupas era chamativas , ela decidiu invadir os armários das meninas da limpeza e lá olhou vários cacifos a procura de um bom "look" para ninguém a reconhecer, escolheu um e saiu do seu palácio num carro popular, ninguém a reconheceria com roupas justas e uma maquiagem diferente e um óculos escuros, ela no começo ficou com medo de alguém lhe reconhecer então evitou de entrar nas lojas só andou por fora, apesar dela estar numa rua totalmente comum, ela estava apaixonada pelo o seu reino que só estava a crescer cada vez mais.

Enquanto isso no palácio após uma hora dela ter saído a Leide Madeleine sentiu sua falta no palácio e disse para todos lhe procurarem, o palácio era enorme então poderia demorar ali alguns instantes, sem resultado eles foram olhar nas câmeras de segurança.Voltando à nossa fugitiva Adeline, ela pediu ao segurança um café enquanto ela ficava na parte de fora esperando-o, quando ele chega e lhe entrega o café o segurança recebe uma ligação do seu chefe lhe perguntando onde ele estava, ele assim ficou assustado e desligou e disse para a princesa entrar no carro e que era para voltarmos para o palácio rapidamente, Adeline assim então respeitou mas sem querer tombou numa moça na rua e acabou derramando o seu café na roupa.

Chegando no palácio o mais rápido possível, a Leide Madeleine estava furiosa com o segurança com o pensamento dele a querer sequestrar, Adeline no começo não se preocupou porque assim ela sairia safa, mas então viu que ele ia ter graves consequências e afirmou que ela que tinha ameaçado o coitado do segurança, sendo assim ela a punida. Entrando no palácio Leide Madeleine leva a Adeline para a sala dos cacifos das meninas e está la uma moça sentada com alguma raiva e quando vê a Adeline com sua roupa simplesmente se enche de ódio e fala com um tom alto e forte:

- Porque você esta com minhas roupas?!- A moça não tem medo da Princesa Adeline e defende grandemente a justiça e igualdade

- Não te devo nenhuma explicação. (Princesa Adeline)

- Sim você me deve explicações porque as roupas são minhas e não suas! (Moça)

- Primeiro você abaixa o tom não se fala assim com a sua futura rainha! (Princesa Adeline)

E começaram a falar mais uma em cima da outra ate a Leide Madeleine parou as duas e disse:

- Senhorita Jade você não deve tratar assim a Princesa Adeline, ela sera sua futura rainha e você lhe deve respeito, e você Adeline não pode ter esse temperamento, Princesa Adeline devolva as peças de roupas de jade e não falamos mais disso.

Quando finalmente a Adeline troca a roupa e da nas mãos da Jade, a Jade olha uma por uma e vê que sua blusa de uma marca cara e de nova coleção esta manchada de cafe e ainda por cima a blusa era branca perola.

- Minha blusa nova de uma marca cara esta manchada de café, eu demorei 2 meses juntando dinheiro para puder comprar essa blusa, EXIJO uma blusa nova igual a esta! (Jade)

- Sério nãoprecisa de tanto drama para um pano velho, é sóvocêpor na águaisso sai fácil.- Disse a Adeline com uma cara de desprezo e deboche.

- Entãoporque nãolimpa vocêminha querida?- Diz a Jade com um tom de ironia.

- Pra te relembrar a empregada aqui e vocênãoeu.- Disse a Adeline.

- Leide Madeleine pega as roupas e esclarece:

-Realmente não tem como remover esta mancha tão facilmente, talvez nem haja a possibilidade de a remover, portanto eu te darei dinheiro para você comprar esta peça novamente.

- Mais que certo muito obrigada e retiro me daqui.- Disse a Jade.

Mas não ficamos só por ai nossa princesa Adeline levou um grande sermão, Leide Madeleine lhe leva para seu quarto e ficam apenas Adeline e Leide Madeleine.

- O que deu na sua cabeça de fugir do Palácio sem mais nem menos, primeiramente você não pode sair do castelo assim sem avisar, sem o mínimo 4 seguranças ao seu lado você ainda é uma jovem pequena e indefesa, não pode sair por ai pegando as coisas que não são suas isso é roubo! Ainda mais para uma futura rainha que você tanto deseja ser, imagina se a moça que você retirou as roupas desse queixa e descobrissem que a ladra era você!

- Mas eu devolvi as roupas dela, você não precisa fazer esse drama comigo, isso já se resolveu.

- Isso ainda não se resolveu você precisa reconquistar a confiança dela e lhe pedir desculpas!

- Aahah que piada Madeleine como se eu a grande futura rainha precisasse me redimir para uma pobre coitada! A gente já lhe vai dar dinheiro extra o que mais ela quer?

- Não é questão de dinheiro e sim de honra! Ela como todos os outros faz parte do seu futuro reino e você deve lhe pedir desculpas como uma boa rainha. E nem vou comentar da sua loucura de sair do palácio, o que importa que esta tudo bem, mas você terá punições em breve.

-Você não sabe o que e ficar trancada num castelo durante sua vida inteira é simplesmente horrível!!

-Não tente se desculpar agora, e com certeza eu sei melhor que você porque eu vivo e cuido deste lugar aqui bem antes de você existir.

Adeline revira os seus olhos.

- Sim mas você tem sua vida fora do palácio e quando você quiser sair você pode.

Leide Madeleine olha para ela com uma cara de pena e diz:

- Eu estou aqui para te ajudar e cuidar de você.

- Eu não preciso de sua ajuda Leide Madeleine, você não é minha mãe em um ano serei rainha e não tenho muito mais o que aprender, eu irei mudar as regras e sairei varias vezes quando eu desejar sair.

- Você ainda não tem maturidade suficiente par...

- Por favor retire se do meu quarto Madeleine já cansei de seus discursos.

Leide Madeleine se retira.

Adeline estava sentada em seu quarto e teve a seguinte ideia: " Madeleine acha que eu não tenho maturidade, pois bem vou lhe mostrar quem não tem maturidade". Com isso nossa amada Adeline mais uma vez sem a permissão de ninguém, ordena que varias marcas de roupas atuais venham parar em seu quarto com o pensamento de conseguir pontos com a moça que ela tinha sujado a roupa. Passando vários empregados com cabideiros enormes de roupas, coincidentemente a Jade estava a passar por aquele corredor quando é varias vezes quase atropelada.

Pensamento de Jade:

"- Ainda falta tanto para limpar, pelo menos hoje não tenho qu..." um cabideiro passa e atropela o pé dela.

- VOCÊS PODERIAM TER UM POUCO DE CONSIDERAÇÃO E RESPEITO!! VOCÊS ME ATROPELARAM!!- Ela desiste de tentar andar naquele corredor se apoia a parede e fica esperando todos eles sair.

''- Mas pra que tanta roupa? Essa princesinha é tao exagerada.''

Quando finalmente acaba esse desfile de roupa a Adeline sai do quarto e quando vê a Jade aparece lhe um sorriso no rosto.

- Minha querida amiga! (Princesa Adeline)

- Amiga? Por favor me chame de Jade. (jade)

- Ah sim JADE, lindo nome venha comigo até meu quarto.(Princesa Adeline)

- Sabe eu gostaria muito mas tenho deveres a fazer e ... (Jade)

Adeline interrompe e fala:

- Sim, sim depois você pode os terminar eu preciso de você agora.

Chegando no quarto da Princesa Adeline, a Jade se depara com uma grande mas grande imensidão de roupa.

- Você não vai me mandar arrumar isso não é!? (Jade)

- Não minha querida, eu chamei lojas de grande qualidade e das ultimas modas para você poder escolher o que você quiser em troca da blusa que eu te estraguei.(Princesa Adeline)

- Uau serio? Mas você não precisa disso Leide Madeleine já me pagou tudo certinho? Não preciso de sua caridade. (Jade)

- A Madeleine não sou eu, eu que errei e eu quero concertar as coisas.(Princesa Adeline)

Jade olha para ela com um pouco de desconfiança mas aceita a oferta de Adeline.

Elas passam um tempo juntas, Adeline feliz porque achava que estava ganhando a confiança de Jade e Jade feliz porque poderia escolher o que quiser, Jade escolhe bastante coisa e Adeline a ajuda pedindo a um ajudante a levar tudo para sua casa. Adeline despede de Jade e lhe pede desculpas e lhe da uma joia cara, Jade aceita as desculpas e acredita no arrependimento de Adeline. A princesa chega satisfeita no seu quarto mas ainda sentia que a Jade não lhe tinha perdoado de todo, então decidiu tirar uma tarde com ela no dia seguinte, e assim foi, ela lhe levou para beber chá no imenso quintal de seu palácio, conversaram bastante especialmente sobre moda mas no final da tarde Adeline quis saber se estava cem por cento segura que nada de mal ia lhe acontecer e sem querer entregando sua intenção:

- Eu adorei este lugar! Ele é realmente um dos lugares mais lindos que eu já vi, eu amo esse verde, eu amo os passarinhos! Tira uma foto minha, quer dizer varias! ( Jade)

- Realmente aqui é um dos meus lugares preferidos, eu posso tirar quantas fotos você quiser mas antes eu tenho uma pequena pergunta pra você... (Princesa Adeline)

- Pode perguntar amiga, vai sem medos. ( Jade)

- Você vai fazer alguma queixa contra mim? (Princesa Adeline)

- Claro que não amig... espera ai, você fez isso tudo por mim só para eu não fazer nenhuma queixa contra você?( Jade)

- Não... quer dizer, não de todo, eu gostei de você, você sabe você tem um bom, um bom... um bom estilo..?(Princesa Adeline)

- Estilo?( Jade)

- Sim você sabe você tem um grande estilo.(Princesa Adeline)

- O que? Olha eu não quero entender e nem saber, eu já entendi tudo você se fez de minha amiguinha só para eu não te dedurar, mas olha não sou como você e jamais perderia meu tempo com você fazendo alguma queixa da princesinha, fruta podre cai sozinha. - Com isso Jade se levanta, pega suas coisas e sai.

29 de Junho de 2022 às 19:13 0 Denunciar Insira Seguir história
0
Leia o próximo capítulo A Ira Do Ciúme

Comente algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~

Você está gostando da leitura?

Ei! Ainda faltam 2 capítulos restantes nesta história.
Para continuar lendo, por favor, faça login ou cadastre-se. É grátis!

Histórias relacionadas