fabricio-guedes- FABRÍCIO GUEDES

“EMPREENDER VALORES” propõe uma reflexão de valores inestimáveis a respeito da própria vida.


Auto Ajuda Todo o público.
2
849 VISUALIZAÇÕES
Em progresso - Novo capítulo A cada 10 dias
tempo de leitura
AA Compartilhar

Quanto vale?

Muitas vezes nos deparamos por escolhas simples. Opções aparentemente simples e convencionais para decidir.

As opções permitidas nos ofusca nos tornando cegos de ver mas não para olhar.

Diante das escolhas seguimos os impulsos convencionais em efeito manada e nos adaptando as próprias dificuldades.

MAS QUANTO VALE A ESCOHA?

Bem, se escolhemos é porque não podemos permanecer com todas as opções.

ESCOLHAS IMPLICAM EM PERDAS.

Quase sempre no mundo capitalista que somos educados associamos a perdas a fatores materiais de conquistas para possibilidade de ter.

Não estamos educados para associarmos nossas escolhas a perdas emocionais. As perdas emocionais se sucedem em detrimento as conquistas materiais e se compensam em sensações de bem estar quase sempre passageira.

Os traumas de perdas emocionais repentinos se tornam oportunidades de poder enxergar para ver e não apenas para olhar.

Todos os dias nos deparamos com estas escolhas entre poder ver ou apenas olhar.

As experiências até aqui, agora, me permitem enxergar podendo ver e olhar ao mesmo tempo que em nossas escolhas mais certeiras estão as escolhas mais simples. Assim, atendemos os apelos emocionais que cada um de nós carregamos.

Fiquemos atentos para compreender que o tempo que temos diante do outro é a preciosidade simples das escolhas que temos que fazer opções.

Aos poucos se consolida que a necessidade do outro para nossas escolhas é o mais relevante diante de nossas próprias necessidades.

Seremos capazes de nos dissociarmos de nossos próprios interesses em nosso olhar de poder ver. Neste caso o outro.

Neste sentido considero nossas escolhas simples bastando apenas enxergar o outro com o olhar de si mesmo para poder ver.

Nos sentiremos mais leves sem as amarras de nossas angústias e com sabedoria seremos capazes de conquistar o bem estar emocional sem as amarras das escolhas compensatórias.

ENTÃO, QUANTO VALE NOSSAS ESCOLHAS?

Pense ...

16 de Junho de 2022 às 02:00 0 Denunciar Insira Seguir história
0
Leia o próximo capítulo A relação humana com o medo …

Comente algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~

Você está gostando da leitura?

Ei! Ainda faltam 9 capítulos restantes nesta história.
Para continuar lendo, por favor, faça login ou cadastre-se. É grátis!

Histórias relacionadas