Conto
0
138 VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

Eu quero te dar um alerta.

Olá, Meu nome é Lady Edie

E eu quero te dar um Alerta. O Alerta Shame.

Vamos supor que você vai dormir hoje e no meio do soninho morre. O capeta te recebe e pergunta:

- Como foi o seu dia?

O que você vai responder?

Pense um pouco antes de falar qualquer coisa.

Você tem alguma história interessante para contar?

Nós detestamos histórias chatas e comuns, do tipo crônicas. Aliás crônicas lembram mais uma doença por aqui do que qualquer outra coisa, que dirá interessante. Sabe? Doença crônica? Que a pessoa tem que ser disciplinada em seus hábitos senão morre? Isso não é bem aceito por aqui.

Vamos lá! O que você vai contar?

Vai dizer que deixou de ir ao seu show dos seus sonhos só pra não perder um dia de trabalho?

Ou que deixou escapar o amor da sua vida só por que não quis parecer fácil e dar logo na primeira noite.

Vai dizer com orgulho que você foi o aluno chato que não aderiu à geral que sua turma fez na escola para ir ao cinema e por causa disso a turma toda levou falta?

Alerta Shame! O que você vai fazer?

Não estou dizendo aqui para ser totalmente irresponsável, mas... precisamos de equilíbrio.

Nós não paramos mais para pensar nas merdas que estamos fazendo. E nem nas que não estamos fazendo. Aliás nós aqui na terra não sabemos mais nem o que é merda.

E depois você reclama.

Reclama principalmente de quem faz o que você não tem coragem de fazer.

Reclama que seu irmão é irresponsável, mas morre de ciúme da coragem que ele ou ela tem.

Vira vegetariano e fica enchendo o saco de quem come carne.

Acredita que pode ser contra ou a favor de coisas que não são da sua conta. Por exemplo o cu alheio.

E vai cada dia criando essa vida cheia de regrinhas e idiotices que você tanto preza e protege. O politicamente correto.

Tenha dó.

Olha a sua situação e me responda: você está se sentindo desconfortável aí? Na sua posição? Com as coisas que anda fazendo e sentindo?

E antes que você venha a se sentir incomodado com sua situação eu tenho mais uma proposta.

E dessa vez espero que não prefira fugir da vida deixando escapar mais essa oportunidade de diversão e liberdade.

Vamos ver: Hoje, a partir de hoje, você vai invariavelmente, acordar às 3AM.

Você vai acordar, e vai olhar em volta sem entender direito o que está acontecendo, nem lembrar do que estamos conversando agora. Vai tentar lembrar que dia da semana é hoje, se vai ter que sair correndo pra ir trabalhar, ou seja lá o que for. Depois de se localizar, você vai sentir que eu eu estou lá. Talvez você sinta um pouco de medo, talvez volte a dormir, talvez não. Para mim tanto faz. Eu estarei lá.

Esperando.

Eu estava lá às 3AM com cada pessoa que você conheceu nesta história de hoje. Você percebeu que eu conhecia todos eles, e eles tinham o rabo preso comigo? E por isso aconteceu o que aconteceu? Veja, nos olhos de uns, eles foram vencedores, de outros perdedores... e nos seus olhos o que aconteceu?

Vamos ver o caso da Halo.

Confesse você que está lendo agora. Nós adoramos ver os outros se ferrarem.

Você já parou para pensar por que amamos eles?

A resposta é simples.

É porque eles fazem o que você não tem coragem de fazer para conseguirem o que querem. Eles são corajosos o suficiente para arriscarem tudo. E esse tudo é bem menos, ou muito mais, do que você tem hoje. E quando conseguem, fazem você olhar para essa sua vidinha miserável e morrer de inveja, admiração, raiva, adoração, pena de si mesmo, conformismo, resumindo eles fazem você se sentir uma titica.

E por isso você passa a amá-los e ouvir suas músicas, ver seus filmes, e no fim consumirem tudo o que eles fazem. Em troca de dinheiro, energia e tempo.

Eles são seus ídolos.

Chamamos de fã, aquele ser que é muito marica para fazer o que qualquer ídolo seu fez. Hoje você deve estar satisfeito, (também não tem problema nenhum nisso), ou ser esperto o suficiente para perceber que você só não faz o mesmo que eles, por que não quer.

No mundo que eu vivo existem dois tipos de pessoas. O Nós e o Eles. Você é como nós? Ou como eles?

Nós nos alimentamos deles.

Como eu estava falando, pessoas como as que eu atendo não são como você que desiste logo na primeira dificuldade. Apesar de, na sua percepção, ser uma grande dificuldade, para nós com certeza será só mais um probleminha a se resolver.

Pergunte-se agora: por que eu não consigo?

Talvez por que ainda não tenha tido uma grande oportunidade. Mas eu lhe digo, você teve sim, várias delas. Mas não estava atento, uma pena. Aliás as oportunidades para o seu sucesso estão todas aí na sua mão. E uma delas sou eu. Só você não vê.

Que eu estou aí agora, atrás de você, à sua esquerda. E você pensa:

- Ai caralho!

Eu estaria pensando assim em seu lugar.

Também fico me perguntando quem iria querer saber as coisas que sei? Ter a vida que eu tenho? O poder...

Você gostaria!

E você sabe disso.

Eu passei por aqui hoje só para contar o que eu fiz e vi, junto a vários seres humanos que como você e eu não acreditavam em nós. Até o dia em que ficamos de frente com ele e achamos que estamos ficando loucos. Até o momento crucial em que soubemos que o Capeta existe mesmo, que quer negociar com a gente e isso mudaria toda a nossa vida.

Não, eu não sou o Capeta, sou amiga e assistente dele.

Gosto de chamá-lo assim mesmo Capeta. Ele é meu amigo e nunca reclamou.

Somos muitos aqui. Quem sabe você não é um de nós e ainda não sabe?

Enfim, hoje você tem em mãos a oportunidade de ser a estrela de uma das histórias que posso contar em meus próximos livros. Não temas, aqui é tudo muito natural, aqui é tudo muito tranquilo.

Na próxima vez que o relógio bater 3am se você quiser, poderá conhecer o nosso lado, e ver que talvez goste dele também e tenha vontade de me perguntar no final:

Onde eu assino?

Às 3AM você vai acordar

E você vai ver.

Eu vou estar lá.

LadyEdie

PS: não olhe pra trás agora.

PPS: tarde demais.

21 de Maio de 2022 às 20:43 0 Denunciar Insira Seguir história
0
Fim

Conheça o autor

Comente algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~