0
1.8mil VISUALIZAÇÕES
Em progresso - Novo capítulo A cada 30 dias
tempo de leitura
AA Compartilhar

Belo

___Sabe aquela música do rei. "você meu amigo de fé, meu irmão camarada".

___Entao Edgar mandou chamar a todos os seus empregados e fez com que um convite muito especial fosse publicado, convite este em que toda a nata da sociedade estaria presente.

___Aquele tão esperado jantar havia tomado conta de toda a Riviera, pessoas estavam vindo de longe para oferecer produtos e serviços pois os jantares de Edgar eram famosos e uma oportunidade de ver bem de perto duques, duquesas e réis, magistrados e a própria santidade o papa. estaria presente.

___Finos tecidos, vinhos da melhor qualidade e as mais belas donzelas, sem falar nas iguarias que viriam de várias partes do mundo, comidas maravilhosas, os melhores doces.

Até as latas de lixo eram cobiçadas pois as sobras eram jogadas ao lixo e divididas entre a plebe e os animais.

___ O nobre Edgar descendente dos fidigaldes, uma nobre e riquíssima família que vivia a custa dos impostos e do trabalho escravo que era praticado em suas mais de duzentas propriedades.

__edgar era o último remanescente daquela nobresa e havia gasto quase toda a herança com jogos, prostitutas, e como tinha um bom coração era um mão aberta de primeira, sempre rodeado por pessoas de toda classe, já havia perdido a quantia de dinheiro que fora emprestado e nunca mais voltará para suas finas e delicadas maos.

__De todos os seus familiares apenas uns poucos faziam questão de continuar próximo a Edgar.

__ Pois a maioria dos familiares sabiam que Edgar estava quebrado, sem nada, nem para comer ou beber, porém o seu fiel amigo belo. um cachorro mestiço que acompanhava sempre edgar nas suas caminhadas, permanecia fiel a seu tão digno dono.

___Entao a família ficou sabendo do tal jantar, mas como. Edgar não estava quebrado, como um quebrado poderia oferecer um rico jantar, sim pois não ficaria nada barato aquele jantar, Então cogitaram a possibilidade de estarem no tão esperado jantar.

___ Havia um clima de muita euforia, músicos célebres se prontificaram para tocarem no tão esperado jantar de Edgar, as donzelas com seus vestidos importados e seus perfumes caríssimos, somente esperavam o tão aguardado momento.

___ Alguns credores ficaram sabendo e logo mandaram cartas para se aproximarem de edgar para aproveitarem do jántar e receberem um pouco ou quem sabe toda a divida que Edgar devia que não era pouca.

____ E o tao esperado dia chegou, o Castelo dos fidigaldes estava lotado de gente, carruagens e mais carruagens chegavam, havia um clima de nostalgia as mais belas melodias eram tocadas, com a presença de reis, duques, duquesas e o próprio representante do papado.

____Magistrados E seus acessores, em meio a tanto clamor, começa um zum zum zum, cadê a comida. ate aquele momento nenhum copo com água fora servido e o vinho sim cadê o vinho.

____Com todo este caderno de perguntas surge o fidalgo, o dono do Castelo. Edgar em pessoa. Um pouco mais magro e pálido, porém bem vestido e com um gesto peculiar de que podia servi a refeição, apenas uma recomendação, que aquele ato, veria em pradarias e estas estariam fechadas e somente poderiam serem abertas a um sinal.

___Todos servidos então Edgar pega um pequeno sino e faz um leve toque o soar do sino era o sinal para que todos levantassem a tampa e podessem se servir.

___Mas o que era aquilo, no prato de cada um daqueles nobres senhores havia um pedaço de osso, sim osso seco sem nenhum pedacinho de carne. Como pode aquilo.

___Então Edgar diante de todo o seu ódio diz: "comam, saboreem estes ossos secos pois é o que merecem, são a pior corja da sociedade, sempre preocupados com os seus pudins e as suas barrigas cheias.

___Pois da minha parte e o que merecem não são dignos de misericórdia os caes são melhores do que vocês. pobre sociedade.

__Um por um saem de cabeça baixa diante de tanta vergonha e humilhação, Edgar com a sua nobreza que aí restava pega o seu nobre companheiro belo e vai morar em uma caverna.

____ ali permanesse até os seus últimos dias.

___Muitos anos depôis ainda e contada a história do nobre e Edgar e seu jantar de ossos secos, após a morte do nobre Edgar o amigo belo já cansado e velho, também vai a óbito porém a grande amizade e o mais nobre amor puro e verdadeiro ficou na memória de todos. Edgar e seu amigo belo.


21 de Fevereiro de 2022 às 09:56 0 Denunciar Insira Seguir história
0
Continua… Novo capítulo A cada 30 dias.

Conheça o autor

Junio Santos Batista O escritor junio santos batista e formado em gestão de segurança, casado com Lenita e tem uma filha Beatriz, e um filho de outro casamento, Fernando

Comente algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~

Mais histórias