nbea21 Beatriz Neves

Que dor pode ser tão sofrida quanto a dor do amor? Até então uma declaração nada mais é que um desabafo, e após a confissão há sempre um final feliz, pois há alívio... enfim, aliviar um coração é o melhor remédio para curar uma dor de amor.


Não-ficção Impróprio para crianças menores de 13 anos.

#338 #336 #241 #389 #32817 #239 #258
Conto
0
1.4mil VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

Declaração

São Paulo, janeiro de 2022.


Para a mulher mais linda,


Não sei se quero saber como está porque imagino como a resposta será. Com relação a mim, as coisas por aqui estão melhor que antes, não que você queira saber.

Venho por meio desta, talvez em forma de declaração, trazer a informação de que até cheguei a escrever contos e poesias de amor só para você, mas, depois de todos os dias que chorei e todas as noites que sonhei, aquelas páginas eu finalmente queimei.

Me entristece pensar que de todas as mulheres que conheci, você foi a que mais me encantou; e que de todas as outras pelo mundo, foi por você que meu coração infeliz se apaixonou.

Sorte a minha que, depois de muito amar sem ganhar amor, seu sorriso brilhante, sua pele radiante, seu olhar emocionante e todo o charme da sua sensualidade já não me afetam como antes.

Eu agradeço por me apresentar seu novo amor, quando olhei aqueles olhos eu percebi que podia ser melhor — a quem queremos enganar? Não que eu esteja me exibindo, quero mais é que seja feliz, somente desejo boa sorte porque vai precisar.

Me despeço dizendo que de tudo que escrevi, esta carta é um resumo de tudo que senti e a última notícia que terá de mim. Quanto às minhas declarações, depois de queimadas estão sendo recitadas no inferno — que é para onde você deveria ir caso tenha curiosidade em ouvir a versão completa.


Até nunca mais,

Eu e meu coração ingênuo.

19 de Janeiro de 2022 às 18:30 0 Denunciar Insira Seguir história
0
Fim

Conheça o autor

Beatriz Neves Escritora de contos e poesias, curiosa por todos os gêneros — de romance a terror. Também sou redatora de um blog para divulgação de escritores independentes, dê uma olhada:

Comente algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~

Histórias relacionadas