0
1.5mil VISUALIZAÇÕES
Em progresso - Novo capítulo A cada 30 dias
tempo de leitura
AA Compartilhar

Coruja

A muitos meses atrás a família de cacatua de dois membros mamãe e Papai planejavam seu ninho para a chegada do seu primeiro ovinho.

Foi então que veio uma tempestade furiosa, a mamãe estava tão assustada que fico em pânico com todo aquele vento forte, árvores caindo, trovões e correntezas. O papai estava a procura de comida para a mamãe, só que algo aconteceu, um raio bateu em uma árvore e consequentemente a árvore veio a cair chocando com o papai que estava com a fruta no bico para tua amada, tadinho dele estava tão perto da mamãe cacatua.

A mamãe viu o ocorrido pois ela estava observando ele, foi um desespero, ela saiu voando no meio da tempestade para tentar ajuda. Chegando perto ela o ve caído no chão, ela tenta anima-lo batendo o bico nele para que ele acordasse, mais uma grande corrente de água estava vindo ela tenta ajudá-lo a levantar assustada e desesperada, mas não consegue.

A água ja tinha chegado e o levado ela sai voando triste correndo da concerteza de água mas é atingida por um tronco, e nisso acaba quebrando sua asa. O desespero é grande pois ela tem seu ninho com seu ovo é isso a preocupa muito, com muita forças ela consegue voar até o ninho e começa a cantar lamentando tudo que estava passando, até que uma coruja escuta esse canto e vai até ela e a vê quase sem forças. Ela vendo a coruja pedi a ela um grande favor para que salve seu ovo é o crie como se fosse seu próprio filho. A coruja sem saber o que fazia olhava desesperada para todo canto falando — não eu? mas eu! desculpa cacatua eu não sei, tipo eu sou uma coruja

Mais já era tarde a mamãe tinha partido. Então a coruja pegou o ovo e voou para bem longe.

22 de Dezembro de 2021 às 23:48 0 Denunciar Insira Seguir história
0
Leia o próximo capítulo Ele cresceu

Comente algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~

Você está gostando da leitura?

Ei! Ainda faltam 1 capítulos restantes nesta história.
Para continuar lendo, por favor, faça login ou cadastre-se. É grátis!