Atualize agora! Temos um NOVO aplicativo para Android! Baixe-o na Google Play Store. Leia mais.
fanfan28 fanfan 28

Minho cuida com muito cuidado e amor de seu gatinho até que um dia ele se perde, o deixando preocupado e com medo. Minsung One-shot *NÃO ACEITO ADAPTAÇÕES* *PLÁGIO É CRIME*


Fanfiction Bandas/Cantores Todo o público.

#amor #kpop #abo #cuidado #jisung #straykids #minho #minsung #híbrido #encontrar
Conto
2
390 VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

Onde está o meu gatinho?

Minho estava em sua casa ao lado do seu gatinho manhoso quando sentiu a necessidade de ir ao supermercado ele queria comprar um sorvete e como estava muito quente o dia se levantou da cama porem foi impedido pelo amado que segurou sua camisa rapidamente.

Jisung - Mimi você vai sair?

Minho - Vou sim, meu gatinho por quê?

Jisung - Deixa o Jijico ir junto.

Minho - Você não pode sair amor tenho medo que se perca.

Jisung - Por favor Mimi, eu prometo que ficarei ao seu lado.

Ele juntou suas mãozinhas em frente de seu rosto fazendo uma carinha fofa em seguida, então o seu namorado sorriu e permitiu que ele fosse junto o menor então pulou em seu pescoço e o beijou deixando um selar simples, os dois saíram da cama e seguiram para fora do quarto, pois sairiam as compras como o Lee havia planejado. Já do lado de fora da residência eles seguiram até o carro e entraram, então quando estavam acomodados nos acentos a viagem deu início.


[**]


Quando chegaram no local saíram do veículo e caminharam rapidamente entrando, Minho segurava firme na mão do seu gatinho para que ele não se perdesse, o casal foi para a sessão dos lanches e Jisung soltou sua mão e correu por que queria pegar uns pacotes de salgadinho. Minho - Amor não corra assim você cai meu bem.

Jisung - Eu não vou cair Mimi.

O menor continuou correndo e só parou quando chegou perto de uma das prateleiras, ele se esticou tentando pegar o que desejava, mas foi inútil então o Lee chegou próximo dele bem paciente e pegou os pacotes do lanche preferido do Han e entregou em suas mãos que logo em seguida foi retribuído com um beijo, pois seu gatinho amava ser tratado com mimos e cuidado pelo outro em seguida foram caminhando devagar até a parte dos frios e Minho então abriu a porta do freezer pegando os potes de sorvete, ele se virou para conversar com o outro, mas notou estar sozinho então o seu coração errou as batidas, e como Jisung havia sumido de suas vistas decidiu sair a sua procura por todo lugar, o mescado era grande e estava bem cheio também o seu medo só crescia cada vez mais, ele segurava os potes de sorvete, mas avistou uma pequena cesta esquecida em um dos corredores que passava e pegou deixando assim uma de suas mãos livres, assim que viu algumas pessoas passando parava e perguntava já bem nervoso.

Minho - Moça com licença, você viu em algum luar um gatinho perdido pelos corredores do mercado?

Moça - Desculpe senhor, mas eu não vi ninguém sozinho ou perdido.

Minho - Muito obrigado, boas compras.

Ele continuou andando por alguns corredores, mas sempre parava e perguntava as pessoas ao seu redor se viu o seu gatinho, e a cada momento que passa a sua aflição aumentava, quando estava sem esperança uma voz no alto-falante anuncia.


Locutor.


Senhor Lee Minho por favor comparecer no caixa, Senhor Lee Minho por favor comparecer no caixa, tem um gatinho por nome de Han Jisung a sua espera ele está chorando muito. O Lee saiu correndo como ele não sabia em que local o namorado estava foi em todos os caixas e só no último que o encontrou, assim que se aproximou do menor rapidamente o abraçou e beijou varias vezes o seu rosto, Han chorava bastante por estar com medo.

Jisung - Mimi, e-eu... es-estava com me-medo, e pen-pensei que iria me deixar aqui.

Minho - Amor não chore eu jamais te deixaria aqui, você é o meu gatinho fofinho ou já se esqueceu disso?

Jisung - Vo-você pro-promete que... nunca vai me abandonar?

Minho - De dedinho.

Ele ergueu sua mão direita e estendeu seu dedo mindinho então o seu amado fez o mesmo em seguida e ambos juraram jamais se separar novamente o casal seguiu para perto da funcionária, pois a vez deles havia chegado e pagaram tudo então saíram imediatamente daquele estabelecimento, Minho estava aliviado por encontrar o gatinho e Jisung feliz por estar ao lado do amor de sua vida, assim que chegaram perto do veículo abriram as portas e entraram, assim que colocaram os cintos de segurança o mais velho deu partida dando início a viagem agora de volta ao lá.


Quebra tempo


O casal voltou e seguiram até a cozinha porque guardariam os potes de sorvete ou derreteriam pelo calor, logo após guardaram os pacotes de salgadinho e saíram dali seguindo para o quarto, Minho segurava na mão do amado delicadamente então quando entraram no cômodo foram direto para a cama e se deitaram, Jisung ficou em cima do namorado e o abraçou, colocando sua cabeça na curva do ombro lado do moreno e respirou um cheiro doce de cereja que exalava isso sempre o acalmava e deixava mais feliz.

Jisung - Amor, me desculpe por sair de seu lado, eu me distrair com uma borboletinha que voava, então há segui quando notei que eu estava sozinho me desesperei e tentei te encontrar, mas não deu.

Minho - Nunca mais faça isso gatinho quase morri do coração viu.

Jisung - Desculpe amor, quando eu sair com você novamente e prometo ficar ao seu lado.

Minho - Humm... acho bom, mas que tal esquecer isso e descansar um pouco. Uh?

Jisung - Sim, me abraça Mimi?

Minho - Nem precisa me pedir amor, você é tão fofinho gatinho eu te amo demais.

Jisung - Eu também te amo Mimi. — Eles se aconcharam no agraço acolhedor e doce então dormiram um soninho da tarde como sempre faziam nos momentos livres.

6 de Dezembro de 2021 às 16:08 0 Denunciar Insira Seguir história
2
Fim

Conheça o autor

fanfan 28 Sou uma pessoa que gosta muito de interagir com leitores, e também de ouvir opiniões diferentes das minhas. "Amante da leitura" Nunca deixe ninguém te dizer que não pode fazer alguma coisa, se você tem um sonho tem que correr atrás dele, as pessoas não conseguem vencer e dizem que você também não vai vencer, se você quer uma coisa corre atrás. "À Procura da Felicidade".

Comente algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~