Conto
0
627 VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

Um pouco do que não sei expressar

Apesar de não ser um rapaz vivido, sinto uma nostalgia tremenda por inúmeras coisas que um dia já vivenciei. Para completar, sou amaldiçoado com uma memória relativamente boa (ao menos para os temas que dou atenção).

Cheiros, músicas, frases... É como se tudo fosse um gatilho que me remete aos momentos passados. Alguns bons, logicamente, mas esses pouco duram em minha mente, assim como todas as coisas boas são ligeiras.

Sem dúvidas, os que persistem são os que mais doem. Arrependimentos são tão corrosivos como os ácidos ou bases mais fortes, no entanto não consomem a superfície, não não, deterioram de dentro para fora.

E disso tudo, perder você é sem dúvidas o que mais dói e eternamente doerá. Nesse ponto, sinto falta até das coisas que só vivemos nos nossos planos, coisas que nem se quer saíram de nossas cabeças, mas que eram tão palpáveis e certas. É deplorável como consegui destruir tudo aquilo pouco a pouco, dia após dia. E só de lembrar isso, sinto vontade de sumir, de forma a não causar mais mal.

Você marcou e marcou muito. As músicas que ouço, são mais suas do que propriamente minhas. Alguns costumes, vícios de linguagem, opiniões e etc. sugiram primeiro em você. Cara, é incalculável o tanto que aprendi contigo e o tanto que de certa forma levei e levo junto comigo. Você me ensinou a amar é uma pena que só entendi isso tarde demais.

Hoje, torço unicamente pelo seu bem e, infelizmente, sei que ele não é necessariamente ao meu lado.

Não sei se lembras da música "Refrão de Bolero" dos Engenheiros do Hawaii. Simplesmente uma das primeiras músicas que te mandei. Na época, eu não via, mas hoje, consigo sentir o outro lado da letra, o que se arrepende roendo as unhas por um crime sem perdão, que o persegue a noite inteira.

Definitivamente, eu sei que vou te amar por toda minha vida e só saio da sua se você quiser. Sempre estarei por aqui, chame, deixa cair um lenço que eu te alcanço em qualquer lugar. No geral, estou gasto, tenho os olhos cansados de olhar para o além e somente desejo muito que você fique bem. Ver você feliz me faz feliz e isso, talvez, já basta.

Não consigo evitar a saudade, não consigo evitar recaídas, essas até se tornaram um pouco mais incomuns, já aquela não tem remédio. E não acho ruim é melhor sentir saudades do que não ter nada (também consigo encaixar uma música aqui kkkkkk "Sonhos" pode ser a versão do Caetano Veloso)

Seja feliz, siga seus sonhos, te apoio em absolutamente tudo. Ainda tens muito para viver. Ainda tens muita bondade para espalhar por aí. Você é incrível, uma pessoa singular e que merece tudo que há de bom no mundo.

Eu te amo muito. Aceite meus convites para sair quando quiser. Te espero ao meu lado, talvez não agora, talvez não nessa vida, mas te agradeço por fazer parte dessa :)

Do seu eterno fofinho, eu.

28 de Novembro de 2021 às 23:24 0 Denunciar Insira Seguir história
1
Fim

Conheça o autor

Comente algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~