lukauth100 Lukauth 100%

Este livro retrata como o lobo-guará Max que tem um estranho poder de se transformar em outros antropomórficos. E a gata preta Vânia, que tem o sonho de ser uma detetive, fazem investigacões autônomas e acambam se mentendo com forças mágicas


Aventura Épico Impróprio para crianças menores de 13 anos.

#magia #morte #luta #Furry #
0
1.0mil VISUALIZAÇÕES
Em progresso - Novo capítulo None
tempo de leitura
AA Compartilhar

Investigadores autônomos parte 1

Skin-walker 1:Investigadores autônomos parte 1


Rio de Janeiro (Brasil)/16:30


Nos corredores de uma escola no Brasil acontece uma perseguição, 4 leões perseguem um lobo-guará pelos corredores


- Max!!! - Grita um dos Leões chamando pelo lobo


- Qual é cara, eu já disse que não fui eu! - diz o lobo desesperado


- Eu vi você mexendo na minha mochila, Então não se faça de bobo


~ Já sei como me livrar dele ~ Cochichou virando o corredor que dá entrada ao banheiro


O lobo entra no banheiro e se tranca na última cabine, rapidamente escondendo sua mochila atrás do vaso sanitário


~ Morfar ~ Sussurrou o lobo-guará


Logo os leões entram procurando pelo Lobo


- Que idéia idiota Max, se esconder no banheiro - disse o mesmo leão de antes abrindo uma por uma das cabines no chute, até chegar na ultima que estava trancada ~ Te achei ~ Sussurrou olhando por cima da cabine, dando de cara com um tigre e não com o lobo de antes - O que!? - diz assustado


- O que foi mano? - pergunta outro leão


- Ele não tá aqui… - diz o leão "líder" - Desculpe o incômodo - diz ao Tigre - Ele não pode ter ido longe


Logo, ele e os outros 3 leões saem


O tigre ouve eles saindo e solta um suspiro de alívio


- Essa foi por pouco - diz o Tigre mudando de forma, devolta para um lobo-guará


Seu nome é Max, um lobo-guará de pelos quase que completamente alaranjados com patas e orelhas com pelos pretos e barriga com pelos brancos que se estendem até a parte de baixo da sua cauda, cuja parte de cima é laranja também e olhos castanhos comuns. 18 anos, alto (por volta de 1,80 na sua forma original de lobo-guará). Mas tem uma habilidade, a habilidade de mudar de forma dentre outros antropomórficos. Ele não pode misturar partes de outros antropomórficos ele chama essa habilidade de "Morfar"


- (Eles já foram?) - se perguntou Max verificando se está tudo bem e saindo da escola e andando até seu ponto de ônibus


Seu celular começa vibrar, se tratando de sua mãe ligando pra ele


# Oi filho # diz sua mãe ao telefone


- Oi mãe


# Eu e seu pai vamos ter que sair, você vai ter que cuidar da sua irmã. Já pegamos ela na escola, vamos ter que deixar ela sozinha enquanto isso


- Não podem esperar eu chegar pra vocês saírem?


# Não, é muito urgente, e não podemos levar-lá com a gente


- Tá legal, vou chegar o mais rápido possível - diz desligando e começando a correr até o ponto de ônibus


...


Depois de 15 minutos ele finalmente chega no seu bairro e começa a caminhar para casa


- Max! Oi! - diz uma hiena na janela de uma casa


- Ah oi!


- Não quer passar aqui em casa depois? Comprei o novo jogo muito bom


- Talvez depois, tenho que cuidar da minha irmã e depois vou sair com a Vânia - diz passando direto


- Beleza mano


- Finalmente em casa - disse pegando a chave na sua mochila e abrindo a porta - Cheguei mana... Aya? - diz chamando sua irmã, mas sem resposta - Aya! - diz pondo sua mochila em cima do sofá e indo desesperado até o primeiro quarto, que é o seu, se deparando com sua irmã jogando no computador dele com seu fone de ouvido. Max suspira aliviado, mas logo muda para irritado e vai até sua irmã que está jogando um jogo de luta em seu pc. Ele tira seus fones das orelhas da raposinha, fazendo ela finalmente perceber que ele estava ali - Eu já não disse pra você não jogar no computador, você não tem o seu Aya?


- Ah qual é, eu já to pedindo há duas semanas pra você baixar esse jogo no meu computador - diz a pequena lobinha com sua voz fina


Aya, irmã menor de Max, 9 anos, loba-guará assim como seu irmão, pelagem e até cor dos olhos iguais aos dele. É tão baixa que tem metade da altura de Max, também pode morfar para outros animais mas está proibida de usar fora de casa por ser muito nova


- Tá tá, amanhã eu instalo... - diz desviando o olhar para seu monitor, reparando em algo que o assustou de imediato - Espera... Como você comprou o Gill Li? - pergunta apontando para o personagem na tela - ele não tava grátis essa semana


- Eu vendi aquele lobo. Eu jogo bem melhor com esse


- Você... Reembolsou meu Sanctuary e comprou o Gill Li? - pergunta o lobo o lobo se estressando


- ... Sim... - respondeu relutante


- Dá o fora do meu quarto!!! - grita super alto fazendo a lobinha sair imediatamente com muito medo ~ Merda... ~ sussurra frustrado


...


17:13


Depois de trocar de roupa pra uma calça e camisa e esfriar a cabeça, Max decide pedir desculpas a sua irmã


- Aya... - chama Max entrando em seu quarto, que fica ao lado do dele, vendo a lobinha escondida embaixo do lençol vendo videos no celular dela - Desculpa por gritar, eu só fiquei irritado - diz se sentando na ponta da cama, mas sendo ignorado - Eu vou fazer meu almoço agora, se quiser eu faço algo só pra você pra você - pergunta sendo novamente ignorado - Tá bem... Disculpa de qualquer forma - diz se levantando


- Eu aceito um hambúrguer - diz a lobinha quebrando o silêncio


- ... Pra já - diz saindo do quarto


Ele vai até a sala, liga a tv direto no canal History e vai direto na cozinha que é logo ao lado da sala


- Hoje no History iremos falar sobre bruxas e sobre feitiços conhecidos - fala o antro na tv chamando a atenção de Max - Hoje a meia noite


- Parece legal... - diz interessado


Seu celular vibra, sendo uma ligação de uma garota chamada Vânia com um coração preto do lado


- Oi Vânia


# Eai cara, que horas vamos sair hoje?


- Vamos às oito da noite. Meus pais ficaram pé da vida da última vez por que voltamos duas da manhã sem dar qualquer aviso


# É nisso que dá gastar bateria jogando enquanto investigamos. Oito horas eu vou estar ai, não esquece de levar o envelope com as nossas investigações na mochila


- Ok, ok, eu prometo não esquecer


# Tô confiando em você - diz encerrando a ligação


- Tá bom...


- Já fez meu hamburguer? - pergunta Aya vindo de seu quarto


- Espera um pouco - diz terminando de fritar


...


- Tá pronto! - diz servindo o hambúrguer no prato pra ela


- Obrigado - diz pegando o prato e voltando pro seu quarto


Max pega outro prato, ao qual pôs seu almoço e vai até a sala. Se sentando no sofá e pegando seu celular, ele abre seu aplicativo de mensagens e abre a conversa com Vânia


Vânia (Online)


- Sobre o que vamos investigar hoje? - perguntou Max por mensagem


Automaticamente ela responde:


- Um desaparecimento no Méier. Estão dizendo que a polícia nem está investigando direito


- Ok, só tenta não meter a gente em furada


- Ta


Depois dessa última mensagem ele desliga o celular e continua seu almoço


...


19:53


- (Cadê eles!?) - se pergunta Max já irritado sobre onde seus pais


Ele suspira e vai até a cozinha, pois já estava com fome novamente. Ele pega um biscoito e vai ao seu quarto olhando pros lados, procurando por algo


- Ali! - diz achando o que estava procurando, um envelope na sua mesa de computador. Ele o pega e também pega sua mochila ao lado da cama jogando todo seu material dentro dela em cima da cama e pondo o envelope e dentro da mochila. Ele vai até seu armário e pega uma lanterna, filmadora, casaco e roupas extras e também as põe também na mochila


- Aya... Meus pais te disseram aonde eles iam? - pergunta a pequena lobinha no quarto ao lado


- Errr... Acho que foram num "fórum" - responde a lobinha - É assim que se fala? - responde a lobinha


- É... É assim sim - diz bufando irritado ~ Eles sempre demoram quando vão lá ~ murmurou irritado


De repente suas orelhas levantam ao ouvir um barulho de carro do lado de fora


- Chegaram - diz rapidamente indo pra fora e se deparando com um carro estacionando na calçada, uma onça de vestido e um lobo-guará de terno saem do carro


- Filho - diz a onça indo até Max e o abraçando-o


- Por que demoraram tanto


- Simples, Viola inventou de discutir com outra antra por que ela olhou pra mim e ficamos um tempão resolvendo isso


- Não fale como se eu fosse uma louca ciumenta, você simplificou tudo demais Gabriel


- Você é uma louca ciumenta - disse trancando o carro


Viola se irrita um pouco e vai pra dentro de casa


Viola e Gabriel são os pais de Max, Viola é uma onça de 40 anos 1,80 de altura com seus pelos amarelados e listras pretas, com olhos verdes claros, mãe de Max e Aya e não tem os poderes de Max e Aya. Gabriel é um lobo-guará com 43 anos de idade e 1,98 de altura, com seus pelos e cor dos olhos iguais aos de seus filhos e usa óculos. Os poderes de Max e Aya são provenientes da descendência de Gabriel. Ambos são magros, apenas com Gabriel apresentando porte físico definido e Viola tendo um busto grande


- Vai sair com sua amiga hoje? - pergunta Gabriel indo até Max


- Vou, vamos apenas passear um pouco


- Cuidado em, não se mete em briga


- Eu sei me defender


- Se cuida filho - diz dando um tapinha em seu ombro e entrando em casa


Novamente suas orelhas tremem com um som familiar de carro se aproximando


- É ela... - diz olhando o carro virar a rua e parar em frente a casa de Max


O vidro escuro do carro se abre com uma gata de pelos brancos ao volante


- Vânia! - chamou Max se referindo a gata e feliz e vê-la


- Tudo pronto? - pergunta a gata saindo do carro


Ela vestia roupas quase todas pretas, jaqueta preta com capuz camisa preta e calça jeans preta


Vânia, gata de 18 anos de idade com pelos totalmente brancos e olhos verdes, cerca de 1,70. É a melhor amiga de Max há bastante tempo, sendo a única amiga a saber dos poderes de Max e sua família atualmente fazem investigações sozinhos, pois ela sonha em ser investigadora profissional já conquistando 3 investigações autônomas. Tem busto médio e porte físico médio para atlético


- Cadê sua mochila duzentos reais? - pergunta a gata ficando na frente do lobo-guará


- Já disse pra não me chamar assim - diz o lobo irritado por ser chamado assim


- Vai logo pegar sua mochila! To com pressa


- Ta! ta! - diz Max entrando em casa e logo voltando com sua mochila - Agora eu tô pronto


- Max! - grita sua mãe da porta - Tchau meu filho


- Tchau mãe


- Toma cuidado... Você também Vânia


- Vamos ter - diz Vânia entrando no carro - Vem Max


Max entra no carro e a dupla vai embora dali


- Afinal, quem desapareceu?


- Um raposo de dezessete anos, eu sei onde ele mora, podemos buscar pistas com a família


- Mas a polícia também tá investigando, né?


- Não,


- O que!?


- A família tá pé da vida com a polícia que ainda não mandou um investigador, detetive, sei lá


- Como você sabe tanto?


- Tenho um amigo que mora lá e me chamou pra investigar, o desaparecido era amigo dele


- E por que a polícia não tá procurando ele?


- Primeiro: A polícia do Brasil tem uma qualidade extremamente duvidosa. Segundo: Ele já mexeu com gente do tráfico, mas foi pego


- Com dezessete anos!? - pergunta surpreso


- Também não entendi bem... Meu amigo me disse que ele não se metia com o tráfico fazia um ano, e de repente ele some


~ Quem entra pro tráfico não sai mais... ~ susurra quase inaudível


- Disse algo?


- Ah... Não...


- Mudando um pouco de assunto... Eu me inscrevi numa faculdade pra me tornar perita criminal e depois eu vou finalmente ingressar na polícia pra me tornar detetive


- E vai… arranjar outro parceiro?


- Heh, você sempre vai ser o melhor


- To torcendo por você


- Valeu



Rua Joaquim Méier/20:40


- Chegamos! - Gritou Vânia acordando o lobo que acabou se assustando


A gata estaciona seu carro na frente de um prédio residencial


Vem - diz a gata saindo do carro junta de Max


- Que rua é essa? - perguntou Max coçando os olhos com um pouco de sono


- Rua Joaquim Méier


- É nesse prédio?


- É - diz pegando seu celular e mandando mensagem pra alguém - Aquele amigo que eu te falei ta vindo aqui


Depois de um tempo a entrada de antropomórficos pequenos ao lado da entrada principal do prédio se abre e um pequeno rato vem até eles andando no caminho para antros pequenos


- Fala Mickey - diz Vânia se agachakdo e o comprimentando


- Quanto tempo em Vânia. E quem é esse teu amigo?


- Meu parceiro Max. E Max, esse é o Enzo, mas pode chamar de Mickey também


- Ok


- Venham, é no último andar que temos que ir - diz o rato voltando ao prédio, sendo seguido pelo lobo e a gata


Eles pegam um elevador até o último andar e vão no apartamento de número 23


Enzo toca a campainha para antros pequenos e em poucos segundo uma raposa abre a porta, aparentando tristeza


- Enzo? Olá! Quem são seus amigos?


- São aqueles investigadores particulares que eu te falei


- Parecem adolescentes... - diz desconfiada


- Eles são bons confiem em mim


- Entrem - diz saindo para dar espaço pra eles


Apenas Max e Vânia entram, Enzo se despede deles. A dupla diretamente na sala de estar, se acomodando no sofá


- Desculpem a bagunça, eu não to com cabeça pra isso


- Tudo bem senhora, só queremos fazer algumas perguntas pra saber por onde ele pode ter passado - Diz Vânia


- Bem… ele disse que iria numa festa com uns amigos e sumiu. Já faz uns dias. Eu contei isso a polícia só que eles mal começaram a investigar ainda


- Você sabe onde foi essa festa?


- É bem longe, ele foi com um amigo de carro. Ele não me contou onde era


Max pega seu celular e começa a anotar


- Quem é esse "amigo" dele? - pergunta Vânia


- Ele é daqui do Méier e também é um raposo, eu tentei falar com ele, só que ele também desapareceu


- Talvez ele tenha falado com um amigo... Conhece mais algum amigo dele?


- Não, só esse que era o melhor amigo dele, mas ele anda com um grupinho na rua, eu não conheço eles, mas eles vem chamar ele pra jogar futebol


- Já temos onde pedir informação - diz Max terminando de anotar e guardando seu celular


- A propósito... Quanto vocês cobram? - pergunta a senhora raposa


- Só cobramos por um serviço bem feito e concluído, apenas quinhentos reais fixos


- É um preço justo


- Tudo certo. Max, vamos - diz Vânia


Todos se levantam e vão até a porta


- Por favor encontrem meu Mike


- Tudo bem senhora - diz saindo andando com Max


A senhora volta pra sua casa e fecha a porta



Carro/22:30


- Então... O que a gente faz agora? Já tá ficando tarde - pergunta Max


- Avisa pros seus pais que você não vai poder voltar hoje - diz Vânia


- O que!?


- Vamos ficar por aqui


- Pera, por que!?


- Vamos fazer apenas um acampamento perto da quadra e quando os garotos aparecerem a gente tenta tirar informações deles


- Acampar... - diz bem desanimado


- É, agora entra no carro - diz empurrando ele pro banco do passageiro do carro e fechando a porta - Vai ser uma ótima primeira tocaia - diz dando a volta e entrando no carro - pode pesquisar onde fica a quadra que a dona raposa falou


- Espera eu avisar meus pais - diz pegando o celular e entrando no Whatsapp, diretamente no contado de Sua mãe


Mãe (Visto por último as...)


- Mãe eu vou ter que passar a noite na cs da Vânia hj, nn se preocupa nn - digita Max enviando a mensagem sem resposta prévia


- Pronto - diz olhando pro lado, vendo Vânia enviar mensagem pra alguém - Avisando seu pai? - pergunta Max a gata


- É… - diz a gata guardando o celular - Vamos embora logo - diz pondo a chave na ignição, ligando o carro e dirigindo em frente - daqui a alguns metros tem um mercado, pode comprar algo pra gente comer?


- Eu to sem dinheiro


- Eu tenho um irmão seu no meu bolso


- Dá pra parar!? - diz fazendo ela gargalhar


- Haha. Você deve ser a única pessoa que quer que a nota de duzentos exploda


- Hum... - bufa o lobo irritado


...


Carro(estacionamento da quadra)/23:20


- Tudo pronto! - Diz a gata olhando para alguns sacos de biscoitos e 2 garrafas garrafas geladas de refrigerante


- Isso não vai fazer muito bem - diz Max meio apreensivo


- É só pra não dormir de barriga vazia


- Que seja... - diz pegando seu celular, um saco de biscoitos e uma garrafa de refrigerante abaixando seu banco mexendo no celular


- Fica de olho em volta também, algo pode aparecer ou sei lá


- Aham... - responde sem tirar o olho do celular


...


02:00


Nada acontece todo esse tempo, só algumas pessoas circulando, um tédio total. Mesmo com muito sono Max continua a mexer no celular e Vânia dormia ao seu lado se cobrindo com sua jaqueta


~ Melhor eu ir dormir ~ murmurou Max desligando seu celular e olhando pela janela, até acho chamar sua atenção, numa região de mata uma fumaça azul no céu o que o lobo estranha, mas como estava cansado demais para isso, decide apenas ir dormir

4 de Novembro de 2021 às 06:16 0 Denunciar Insira Seguir história
1
Leia o próximo capítulo Investigadores autônomos parte 2

Comente algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~

Você está gostando da leitura?

Ei! Ainda faltam 7 capítulos restantes nesta história.
Para continuar lendo, por favor, faça login ou cadastre-se. É grátis!