Atualize agora! Temos um NOVO aplicativo para Android! Baixe-o na Google Play Store. Leia mais.
gabriel-souza1634412061 Gabriel Souza

Obs Essa História Não É minha Criador: Cellbit Dez meses se passaram após o retorno de Kian. Nenhum sinal de qualquer interferência no equilíbrio. Mas uma nova pista faz a Ordo Realitas começar a agir novamente. Um antigo caso de Arnaldo Fritz, relatando sobre uma entidade descrita como "O Diabo", reúne uma nova equipe de agentes, composta pelo pequeno e inteligente Rubens Naluti, o agente ex-aposentado Antônio Pontevedra, a promissora Carina Leone, filha do líder de uma máfia italiana de agentes paranormais, e os veteranos Arthur Cervero e Dante. Juntos, eles devem pesquisar mais a fundo sobre o caso enquanto continuam a busca pelo poder das Relíquias da Calamidade.


Paranormal Todo o público. © I

#
1
1.3mil VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

Prólogo

A história começa com Carina Leone e Rubens Naluti, no interior de Bariguara no Mato Grosso. Eles estão na frente de uma casa que contêm algumas informações necessárias para a investigação deles. Os dois escutam barulhos do que parece uma briga de dentro da casa, Rubens olha por uma fresta e Carina bate na porta. Eles veem uma mulher negra que aparenta ter cerca de 50 anos abrindo a porta, Teresa, e ao entrar na casa, na cozinha estão Antônio Pontevedra discutindo com Cícero sobre um lanche de queijo.[2] O grupo começa uma pequena investigação no local. Segundo os relatos dos moradores, a vizinha de Terezinha e Cicero, Elza Verlaz, havia morrido. O casal afirma que o diabo andava por essas áreas, e os agentes continuam questionando-os. Ao que parecia, Elza havia se trancado em sua casa, e a noite, Cícero teria visto o "Diabo", uma forma humana com chifres, segurando uma criança. Porém, em meio às perguntas atropeladas dos agentes, Carina escuta um grito vindo da casa da falecida.[3]


Ao checar, eles avistam um zumbi de sangue sem nenhum de seus órgãos, e Felipe, um policial, fugindo desesperadamente da criatura. Carina sai para a varanda e a recém-montada equipe se prepara para o que seria a primeira luta da temporada. Na batalha, Rubens atira, mas sem efeito, e Balu corre até o monstro, dando-lhe uma machadada, que a devolve com uma garrada. Rubens avançar e dá mais um tiro, retirando uma parte da cabeça da criatura. Carina entra em modo de furtividade e usa "saque rápido" para pegar sua arma rapidamente, mas após alguns ataques bem e mal sucedidos, Rubens corre e mata o monstro com uma martelada.[4]


Eles começam a investigar o monstro e a casa da vizinha, que tinha feições femininas, demonstrando ser um zumbi de sangue morto recentemente. Carina chega na casa, que está completamente destruída e bagunçada, mas apenas fecha a porta para impedir que algo mais saia de lá. De volta à casa, finalmente Cícero mostra um vídeo que ele mesmo gravou: um homem, com chifres enormes e pontudos, levando uma criança e deixando pegadas de sangue no chão.[5]


Tem início um flashback, onde Agatha está mostrando para Dante a mesma filmagem do suposto Diabo. Agatha, então, começa uma conversa com Dante sobre como o plano de Kian não faz sentido, mas é interrompida por Ivete que fala que Arthur e Aaron estavam chegando. Arthur vai para a sala de ocultismo da Ordem onde Ivete se despede, e os outros 3 vão para uma reunião para ver o Senhor Veríssimo, começando uma conversa sobre o grimório de Arnaldo e que as páginas importantes foram arrancadas, além de que os dois seriam assimilados com uma equipe nova com Arthur na liderança.


Após o fim do flashback, Arthur e Dante chegam na casa de Cícero, e se apresentam. Alegando estarem prontos, eles começam a analisar a casa, onde documentos são encontrados. Os agentes seguem até um banheiro, e tentam abrir uma porta, sem sucesso. Dante e Carina buscam alguma coisa no quarto achando um porta-retratos quebrado com a foto de uma fachada de um circo. Eles encontram um depósito, onde Arthur acha uma lata enferrujada com uma fórmula de bebê com validade datada em 1997, e uma página nova do diário falando que 'ele' ia visitar ela todos os dias. Após explorarem uma cabana adjacente à casa e os documentos encontrados, Arthur abre uma porta, e se depara com um quarto totalmente bagunçado com cheiro de papéis queimados, e muitas coisas no chão, diversas estatuas do diabo num símbolo ocultista e na parede, escrito em sangue, "o diabo", "por favor me deixe em paz", "ele voltou". Ao investigar o quarto eles acham uma página falando sobre que aquele era o último dia, mencionando Arnaldo Fritz, e uma parte do conto, sobre a mamãe.


Lembrando do vizinho da frente do casal de idoso, eles vão para a casa de Eusébio.[6].Ao chegar, Dante escuta um chiado estranho e sente algo paranormal que ele nunca havia sentido antes. Na janela Rubens vê um homem velho com algumas cicatrizes, e uma televisão ligada chiando. Eles resolvem entrar na casa passando por uma equipe da polícia fazendo uma revista, porém o homem aparenta estar louco, falando que os ruídos de rádio contam "a verdade". Balu e Arthur ficam conversando com o velho, enquanto Dante entra no quarto e acha um diário de couro falando sobre como Juan, conhecido como "O Diabo", um homem que atuava em um circo engravidou Elza, e eles tentaram transformar a criança no diabo, até que "Eric Tufão" salvou eles. Carina entra na garagem do homem, achando um armário, onde encontra uma folha que informa como abrir o cadeado do alçapão. Algumas conversas e lembranças depois, os agentes saem e se lembram que o nome Eric Tufão, o herói dos filmes que salvou o homem e matou o demônio do porão, era o protagonista de um filme de Arnaldo Fritz, ou seja, Eusébio se confundiu com o personagem ao ver o ator.


Descendo o alçapão, agora que conseguiram abri-lo, eles chegam a um lugar abafado e sujo com uma porta de metal.[7] Abrindo a porta de metal, os agentes se deparam com uma estátua grande do diabo e uma banheira de sangue com uma página na banheira que não estava molhada, junto de um porta-retrato com uma foto de uma pessoa com chifres e um homem banhando um bebê em sangue, e atrás um texto falando sobre usar "o bebê para invocar o diabo". Na página que o Arthur havia achado estava um papel falando sobre alguém que nunca foi amado, alegando ser o filho do próprio diabo e que apenas precisava que abrissem a porta.


Eles escutam sons vindos do andar de cima da casa, Balu abre o alçapão com força e leva um susto ao ver o casal de idosos Cícero, Teresa e o policial Felipe, que atira em sua direção, errando-o. Após conversarem um pouco, escutam quatro batidas na porta e uma voz infantil do lado de fora que pergunta, "Mamãe?".[8]


Cícero começa a contar que ele fez um acordo, um acordo com o diabo, Carina e Arthur tentam convence-lo a não abrir a porta, sem sucesso. Cícero abre-a, mostrando Denis Batista. Ele estava diferente, cortes fundos em um rosto totalmente liso, garras, começam a surgir dos ferimentos, e a criança, a mesma que Dante tentou salvar, se transforma numa aberração, um monstro, O Carente.[9]


Uma batalha começa.[10]


Dante realiza um ritual, e cria três cópias dele mesmo. Arthur pega um rifle de precisão e mira. O Carente ataca Balu com seu ferrão de morte, e golpeia Carina com suas garras de sangue. Dante conjura um segundo ritual que cria uma "impressão" do monstro que começa a vibrar, Arthur dá um tiro com seu rifle que explode um dos braços do monstro. Dante finaliza seu ritual, batendo suas mãos causando um estrago severo. Nessa hora, o efeito do ritual se torna claro. Ele consiste em cada ataque feito no alvo ser repetido novamente. Dante cura Carina e ativa mais uma vez seu ritual de Acumular dano. Rubens tenta usar seu martelo, porém sem sucesso, e Arthur dá mais um tiro, agora com sua pistola, pois derrubou seu rifle.


Rubens demonstra um de seus rituais, A "Forma Fantasmagórica"" e se leva ao banheiro junto de Balu, ferido, que volta a luta. Carina atira uma de suas facas na testa da criança e Balu finaliza o Carente.[11] Dante ao final da batalha usa um ritual de cura em Felipe, e após ter estabilizado o policial, este vomita um pergaminho, que Dante identifica como sendo uma das páginas do grimório de Arnaldo Fritz.


26 de Outubro de 2021 às 01:09 1 Denunciar Insira Seguir história
0
Leia o próximo capítulo O COMEÇO DO FIM

Comente algo

Publique!
NA Nathan Araújo
Gutei tu lifro kakakakakaka muto boum
November 14, 2021, 17:15
~

Você está gostando da leitura?

Ei! Ainda faltam 13 capítulos restantes nesta história.
Para continuar lendo, por favor, faça login ou cadastre-se. É grátis!

Histórias relacionadas