sabrina_ternura Sabrina Ternura

Todo grande escritor torna-se mestre em inventar amores que foram fadados a não existir, afinal não são todos que são abençoados com a sorte de estarem lado a lado.


Conto Impróprio para crianças menores de 13 anos.

#drama #258
Conto
15
3.3mil VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

A Minha Versão de Você

O nosso amor foi como a queda de uma pétala de cerejeira: leve e gentil. A nossa atração foi puro magnetismo poético, pois, quando notei, lá estava você dominando todos os meus versos, aumentando minhas estrofes e criando um ritmo único ao meu lirismo. Às vezes, eu ousava refletir o meu reflexo desajeitado nos seus poemas, porque, de alguma forma, sentia que poderia caber neles.

Eu sentia que poderia existir em você, só um pouquinho.

Entretanto, envolvidos por nosso silêncio e dominados pela timidez, o florescimento desse romance não aconteceu. Nunca pude desabrochar em seu peito e você nunca pôde enfeitar o meu. Nós estávamos um no outro, mas jamais nos pertencemos: seja pela distância ou pelos nossos amores, nossas almas estavam distantes demais para se conectarem.

E, ainda assim, eu me apaixonei por você...

Quando meus olhos se fechavam e encontravam a escuridão, eu imaginava o brilho do seu sorriso iluminando todas as minhas incertezas. Nos meus sonhos, podia escutar o farfalhar de roupas caindo, o baque baixinho da minha pele tocando a sua e risadas abafadas pela ausência de ar por conta de beijos atrapalhados. Na minha imaginação, passaríamos horas lendo em silêncio, assistiríamos a filmes bizarros ou apenas iríamos desfrutar da presença um do outro. Nos meus suspiros apaixonados, era possível ouvir o piscar lento dos meus olhos tentando desvendar seus gestos.

No meu coração, você sempre bastou.

Inventei uma versão sua real o suficiente para te tocar... As linhas das tuas mãos que desenhei com meu dedo indicador, enquanto a tímida luz do sol a iluminava, foram decoradas por mim. A tua maneira de arrumar os óculos me seria tão familiar quanto um almoço em família aos domingos. O teu modo de encarar o mundo pela janela com tédio e filosofia iriam borbulhar algumas fagulhas de inspiração em mim. O teu jeito tímido que transborda de seu corpo grande causaria cócegas em meu âmago e eu te entregaria os meus sorrisos mais amáveis por conta disso.

Sempre houve algo bonito na forma que você existiu em mim, sem nunca ter me visitado.

Tudo o que eu sabia sobre você foi criado por mim mesma e quando te conheci… Diabos! Você era muito melhor do que eu havia imaginado. A sua gentileza tocou a minha mão. As suas palavras abraçaram o meu coração. A sua risada me deu palpitações. O meu nome na sua voz me soava tão lírico. Eu me sentia linda através dos seus olhos. Nós nunca estivemos nos braços um do outro, então por que insisti em afirmar que eu me encaixaria perfeitamente no seu abraço?

Talvez eu possuísse essa insistência, porque você também me amou.

Minhas ilusões eram recíprocas, porém não sei qual versão de mim você idealizou. Espero ter correspondido às expectativas e que a minha eu que é tão sua tenha sido feliz ao seu lado, como o seu eu foi ao meu. Não te amei da maneira certa e sempre achei que você merecia mais do isso: afinal, ninguém se encaixa bem com um fantasma. Contudo, saiba que eu gostaria de ter sido o sol da sua vida, a garota dos seus olhos, a mulher das suas noites e o amor do seu coração.

Eu gostaria que você tivesse sido real para mim e que nós tivéssemos sido carne, ossos e oxigênio juntos.

Em outra vida, espero que eu seja sua vizinha ou sua colega de escola. Talvez os dois, quem sabe. Então, por favor, se apaixone por mim quando a hora chegar, porque eu gostaria de ser sua de verdade e não pela metade.

Quero te amar corretamente e me encantar com a sua própria versão de você.

16 de Outubro de 2021 às 03:11 5 Denunciar Insira Seguir história
15
Fim

Conheça o autor

Sabrina Ternura 🌼 "Siamo fatti di-versi, perché siamo poesia" // 22🌈 SP // 📚 Estudante de Letras PT-ITA, bruxa nas horas vagas, apaixonada por plantas e pelas palavras ☕🧁

Comente algo

Publique!
LIPSTTER LIPSTTER
Que delícia de texto. Me identifiquei do início ao fim. Devo procurar um psicólogo?
November 04, 2021, 22:31
LM Lara Maria
Continuo vivendo essa imaginação
November 02, 2021, 20:56
L Luana
Amor platônico 🥰
October 27, 2021, 01:27
Arnaldo Zampieri Arnaldo Zampieri
Cara, que texto!
October 26, 2021, 13:38
D Domingas
Já vivi essa imaginação ,,( agora a minha imaginação tornou-se realidade ♥️
October 17, 2021, 19:03
~