0
530 VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

O FOFOQUEIRO

O FOFOQUEIRO


Fofoqueiro, fuxiqueiro, candinho, além de tantos outros apelidos dados a pessoas que se empenham afinco para dar o chamado "furo" da notícia, sempre com a intenção de expor o alvo, mesmo que seja sem maldade, só pela zoação.
Todos nós conhecemos alguém assim, seja onde moramos, onde trabalhamos, pessoa que convivemos dia a dia, e não se surpreenda se de repente descobrir que é um dos seus melhores amigos.
Essas pessoas são atentas a tudo, gestos, gafes, distorcem assuntos da melhor forma que os convém, gostam de ver o circo pegar fogo, no bom sentido, e cada um que se justifique, se defenda como puder.
Tem aquele que sempe ouviu alguém falar, ele só repassa o assunto "com algumas pequenas alterações " lógico", tem o que tira conclusões erradas de situações e impõe credibilidade ao contar pros outros.
Tem também os que fazem comentários jocosos, ficam jogando o verde pra colher o maduro, os que mesmo não presenciando os acontecimentos sabem de tudo, estão sempre antenados.
Aqui na periferia são comparados a câmeras de segurança, fazem plantão nos portões, nas janelas, fazem pesquisas pela vizinhança e fazem um backup diário para não esquecer de nada.
O fofoqueiro é sempre muito astuto, corneta da vida de todo mundo até de quem não conhece, coisas que seriam irrelevantes, ele consegue elevar a um gráu de importância enorme.
É incrível a capacidade de reter informações, parece dotado de um cartão de memórias com muitos magabites de espaço além da agilidade na hora de buscar as mesmas.
O pior de tudo é saber que quem coloca combustível para esse mundo de fofoca se manter aceso somos nós, gostamos de cutucar, instigar, questionar, ficamos induzindo o nosso curioso a se manifestar, até porque, é difícil eles manterem a língua quieta na boca.
Mas sou obrigado a confessar uma coisa, todos temos um pouco de fuxiqueiro em nós, pois, quando nos envolvemos nos assuntos alheios, compartilhando comentários que outros nos fizeram, seja com a intenção de ajudar ou não, também recebemos este rótulo.
Nunca pensamos no resultado, estrago ou benfeitoria que podemos estar causando ou evitando, pois, infelizmente nem todos vêem as coisas da mesma forma que nós.
Moral da história: "Nunca faça comentários maldosos ou compartilhe algo que possa se arrepender, afinal colhemos o que plantamos".
Deixe de ser Fofoqueiro.



Ailton

F I M












15 de Outubro de 2021 às 01:01 0 Denunciar Insira Seguir história
0
Fim

Conheça o autor

Comente algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~