0
509 VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

O Bullying

*As consequências do bullying*

É correto afirmar que as consequências de bullying são produzidas pela intimidação e assédio constantes sofridos. Apesar de ser mais frequente nas escolas e no trabalho, o bullying pode também acontecer em outros cenários, como em clubes desportivos e na família, por exemplo, levando ao desenvolvimento de sintomas como baixa auto-estima, isolamento e comportamentos suicidas, em alguns casos. Por isso, é importante que a vítima de bullying receba acompanhamento psicológico para aliviar os sintomas.

Existem vários tipos de bullying que podem levar a pessoa a desenvolver transtornos psicológicos como ansiedade e depressão, uns deles são; O verbal, que é o tipo mais comum praticado nas escolas e que começa com um apelido maldoso, normalmente relacionado com alguma característica da pessoa. O físico, que é caracterizado por violência física. O psicológico, em que a pessoa sofre constantemente intimidações ou chantagens, além de ser frequentemente vítima de calúnias e boatos e o virtual, que é mais conhecido como cyberbullying, é caracterizado por ataques verbais e psicológicos pelas redes sociais.

Apesar de ser algo relativamente comum nas escolas, o bullying pode acontecer em qualquer idade e em qualquer ambiente, pois qualquer comentário feito sobre outra pessoa e que possa interferir na sua vida ou aparência pode ser considerado bullying. E com tudo isto pode resultar em problemas à longo prazo, como dificuldade em se relacionar com pessoas, provocando estresse no trabalho, pouca capacidade para manter um relacionamento amoroso, dificuldade em tomar algumas decisões, tendência à depressão, baixa auto-estima, pouca comunicação e pouca rentabilidade em fazer algo devido a falta de confiança.

Por fim, observando cada simples modo de comportamento, pois a criança ou adolescente que sofre de bullying chora constantemente por raiva e tristeza, sendo que no seu dia-a-dia, manifesta sentimentos de medo, insegurança e angústia, desvalorizando suas qualidades. É sempre bom ter um adulto por perto, que possa acompanha se caso notar alguma diferença, fazer o possível para poder ajudar,para tomar providências com o objetivo de interromper e prevenir consequências psicológicas graves para a vítima.

11 de Outubro de 2021 às 13:32 0 Denunciar Insira Seguir história
0
Fim

Conheça o autor

Comente algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~