shikamaterasu shikamaterasu

Não quero te machucar mais, também não quero me machucar mais. Merecemos sarar as feridas, não é? A distância e o tempo vão ajudar. É o que dizem por aí.


Fanfiction Anime/Mangá Impróprio para crianças menores de 13 anos.

#carta #naruto #au #angst #tobirama-senju #senju #itama-senju
Conto
0
315 VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

Capítulo Único

Notas iniciais:

________________________

Para o desafio quinzenal do @OblivionPjct. Prompt: "uma one-shot em forma de uma carta de um personagem para outro".

Agradecimentos: @wolferz pela ajuda com o título, @DodaOz pela betagem e @NerdDeKonoha pela capa. Boa leitura ❤️


⚠️ não é incesto

________________________


Querido irmão,


É tarde demais para você me perdoar? Espero que não. Mas se for, eu sei que mereço. Passar o resto da vida em busca de redenção parece o castigo adequado para mim. Você não deve pensar muito nisso, né? Talvez o casamento tenha drenado toda a sua energia e não sobrou tempo para me odiar ou pensar em formas de me punir quando o arrependimento batesse em mim. Não sou criança, tenho noção do mal que causei e lamento não estar aos seus pés implorando perdão. Sem exagero, é exatamente assim que deveria ser. Ainda é impossível que faça isso pessoalmente. Não consigo te olhar, menos ainda estar no mesmo cômodo, respirando o mesmo ar. E claro, ainda não tenho coragem de te ver ao lado dele. A aliança no seu dedo não deveria ser uma imagem pavorosa, embora esteja apenas na minha imaginação, mas é.

Tento encontrar conforto no fato de que você está feliz. Isso deveria bastar para eu esquecer o resto. Eu deveria estar festejando o casamento do meu irmão e sendo o mais cordial possível com o meu cunhado, seu marido. A única pessoa impedindo isso de acontecer sou eu mesmo, seu irmão mais novo ressentido. Simplesmente, não consigo, Tobirama. Admitir isso não resolve o problema, mas já é um passo na direção certa. Cansei de me perguntar o porquê das coisas serem assim tão complicadas, por que eu sou tão diferente de você e de qualquer pessoa minimamente resiliente. Será que falta alguma coisa ou eu sou mesmo vazio quando tento me desfazer do rancor? Seja como for, preciso aceitar que há coisas que talvez eu não possa mudar, por mais que eu tente. O ressentimento que tenho pelos Uchiha é uma delas. É um processo complicado, mas a cada dia que passa entendo que isso não significa que eu deseje a sua infelicidade, pelo contrário, o que eu acho ou deixei de achar sobre Izuna e a família dele é uma coisa; assim como desejar que o casamento de vocês seja próspero e assistir a essa prosperidade, é outra. Consegue entender esses detalhes? Com certeza sim. São coisas que coexistem, mas em uma distância considerada segura para todos. Não quero te machucar mais, também não quero me machucar mais. Merecemos sarar as feridas, não é? A distância e o tempo vão ajudar. É o que dizem por aí.

A sua felicidade é a única coisa boa nessa história, mesmo que eu não consiga fazer disso o impulso perfeito para ficar do seu lado enquanto você constrói a vida com ele. Sinto muito por azedar seus dias apenas porque me falta a capacidade de perdoar e amar como você tem feito. Não é algo que você possa me ensinar, mesmo sendo o mais inteligente dos Senju. Primeiro porque pareço averso a aprender; seria um grande desperdício do seu tempo e do meu. E depois, pode ser que isso seja um dom. Você tem, eu não.

O máximo que posso fazer agora é reconhecer meus erros e te oferecer minhas desculpas. Não que elas sirvam de muita coisa agora ou que apaguem o que eu disse e fiz desde que soube sobre você e Izuna, apenas considero importante que você se case sem o peso de que está fazendo algo errado. Isso não é um problema para você, é? Fiquei tanto tempo longe que não sei dizer. Caso você tenha ficado com a sensação de que está construindo a sua felicidade em cima do meu luto, como lembro de uma vez ter gritado isso na sua cara, acalme o seu coração e o seu espírito. Viva plenamente a euforia de preparar o seu casamento e a magia de dizer “sim” para quem você escolheu para ser seu marido e pai dos seus filhos. Você merece essa felicidade. Eu quero que você desfrute dela, com ou sem a minha presença. Faça isso, Tobirama, por favor. É o meu desejo para você. Nem precisa me perdoar, desde que viva sem culpa pela minha ausência. A escolha foi minha, irmão. Apenas minha.

Assim como você, desejo que a minha dor passe e que minhas lágrimas sequem. Parece ser a única maneira que me permitiria seguir em frente de verdade e talvez abrisse meu coração como você abriu o seu. Mas não sei quando isso vai acontecer, se vai acontecer. Enquanto o ressentimento for a minha companhia, escolho ficar fora do caminho para que a sua felicidade seja plena. Ninguém merece ser alvo da minha amargura. Se eu puder evitar que respingue em você, eu evitarei.

Não veja isso como um adeus, é só um “até mais” prolongado. Também não pense que é chantagem ou algum tipo de coação, ou uma maneira mais sutil que encontrei de causar danos ou algo nesse sentido. Entendo se for muito difícil enxergar além de um vilão caricato em mim. A culpa é toda minha se agora você lê minhas palavras e não sente verdade nelas. Mas estou sendo sincero, e totalmente despido do veneno que por tanto tempo destilei em você. Todas as coisas ruins que eu podia ter te feito, já fiz. Nenhum dos absurdos cometidos me trouxe paz ou a satisfação que eu procurava. E mais do que me desculpar por eles, quero me desculpar por não ter sido o irmão que você precisava e merecia. Kawarama faria muito melhor que eu; ao contrário de mim, ele parecia com você e teria te entendido desde o começo. Já me perguntei se a vida não errou em levá-lo em vez de mim. Às vezes tenho certeza que sim. Ele era um irmão de ouro. Isso não é agradável de se ler, mas eu decidi que quero ser o mais transparente possível com você. E é assim que eu tenho me sentido desde que me dei conta do quanto fui cruel com o único irmão que me restou: usurpando o lugar do Kawarama, privando você de mais uma forma de felicidade. Não é justo.

Ainda não consigo ser o irmão que você merece e não vou prometer o que eu não tenho certeza se posso cumprir, isso não seria correto com nenhum de nós. A minha única promessa é que vou torcer por você de longe, que é onde eu descobri que consigo ser um irmão mais decente. Não perca tempo me procurando, sei que você vai querer fazer isso. Use para decidir os nomes dos meus sobrinhos e dos gatos que você sempre quis ter, mas nossos pais não deixaram.

Bom casamento.

Da bomba-relógio ambulante que o universo te deu como irmão mais novo,

Itama.

________________________

Notas finais:

________________________

Foi um conjunto de desafios num só prompt: escrever em primeira pessoa, em forma de carta, e não tacar HashiMada na história. A fic está agora nas cinco plataformas em que publico ( Spirit, Wattpad, AO3, Inkspired e Nyah!)

Obrigada quem leu e deixou mimos 🥰💞


25 de Setembro de 2021 às 14:10 0 Denunciar Insira Seguir história
0
Fim

Conheça o autor

shikamaterasu • Uchiha stan • multishipper

Comente algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~