2minpjct 2Min Pjct

Min Yoongi era um dos melhores jogadores de basquete do time Golden Lion, seu time estava em uma ótima fase e a presença do Min em todos os jogos era indispensável. Yoongi já sonhava com o título de campeão estadual pelo segundo ano consecutivo, porém um único detalhe poderia acabar com tudo: Park Jimin, o novo capitão do time X-Tigers, conhecido por ser o maior rival do Golden Lion nas quadras. O problema disso tudo era que Yoongi e Jimin já estiveram por um tempo no mesmo time e possuíam um laço muito forte, conseguiriam deixar a amizade de lado e se enfrentarem por um troféu?


Fanfiction Bandas/Cantores Para maiores de 18 apenas.

#love #yoongi #jimin #basquete #yoonmin #sugamin #minimini #suji #2min #minmin #esportes #2minpjct #plots-doados
1
703 VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

Capítulo 1

Escrito por: louiselobo_ /louiselobo_


Notas iniciais: Olá, anjinhos!

É a Loui de novo 💙

Quero agradecer ao projeto por me permitir mais uma colaboração, à cheatingoddes por ter doado o plot (espero que você goste de como desenvolvi), à Anna que além de betar me deu várias dicas, à @yoonckyn /yoonckyn que fez essa capa linda 💙

Um agradecimento especialíssimo à Noah que teve uma paciência sem igual comigo.

Essa fic é dedicada à minha nenê Nay que sempre vai ler o que eu escrevo mesmo que seja uma frase sem sentido algum.


~~


O suor descia por sua têmpora ao mesmo tempo em que via os lábios do outro entreabertos, respirando forte, mas tudo parecia acontecer em câmera lenta. Conseguia ver os olhos de Jimin fixados nos seus, assim como sua atenção. O mais novo estava sério, e Yoongi tinha quase certeza de que a relação entre eles dois talvez não fosse tão inabalável.

Era difícil acreditar que chegariam ao ponto de estarem frente a frente de novo, principalmente daquele jeito.

Quinze segundos. O que poderiam fazer em quinze segundos? Trocar um beijo afoito como costumavam fazer, roçar uma virilha na outra enquanto puxavam lábios entre dentes? Porém, não havia tempo para aquilo agora, faltavam apenas quinze segundos antes do juiz apitar o fim do jogo. Eram X-Tigers versus Golden Lions, a final do campeonato estadual e a tensão entre os capitães dos dois times estava palpável.



~ °•°•° ~


— Bom dia! — cumprimentou. — Sou Park Jimin — disse estendendo a mão.


O rapaz de cabelo descolorido olhou o de cabelos castanhos de cima a baixo. Min Yoongi foi capitão do Golden Lion por dois anos consecutivos, isso se dava pelo excelente desempenho do rapaz em quadra; desde a infância o garoto sempre mostrou grande habilidade para o basquete, apesar da altura mediana, Yoongi mostrou-se empenhado no esporte que gostava de praticar e dedicou tempo e esforço para melhorar cada vez mais. Não era à toa que havia se tornado capitão do time, afinal, era não só um prodígio, mas um exemplo de motivação e força de vontade.

Todos os alunos o respeitavam e admiravam e, bem, ele também gostava da atenção e dos elogios que recebia. Não que fosse exibido ou convencido, mas ele sabia o valor que tinha.

Tomou a mão do garoto que ainda sorria para ele e sacudiu em um aperto.


— Min Yoongi — falou depois de tirar o pirulito da boca.


— Me disseram que você é o capitão do time, estou certo? — Viu o outro confirmar. — Eu quero me inscrever!


Observou o garoto baixinho mais uma vez — sim, ele era um pouco mais baixo e Yoongi ressaltaria isso — para depois sorrir de canto.


— Olha só, Park. Não é como se as coisas fossem assim tão fáceis — disse enquanto levantava da escadaria onde estava sentado junto aos outros garotos, também atletas do time.


— Oh! — O outro acenou rapidamente. — Certo, certo. Eu trouxe uma recomendação da minha antiga escola — falou enquanto pegava um documento e o entregava ao Min.


O descolorido olhou a folha por alguns segundos e a devolveu para o acastanhado.


— Todos que estão nesse time mereceram, Park. — Cruzou os braços. — Se você quer ser um Lion, você também tem que merecer ser um.


Os rapazes atrás do Min concordaram com seu capitão, como era de se esperar. Jimin sorriu amarelo e respirou fundo, já tinha uma ideia do que o esperava, mas ainda assim, depois de guardar seu documento, perguntou:


— Ok, então, o que eu preciso fazer?


E foi aí que tudo começou.


~ °•°•° ~


Jimin sabia que mudar de colégio não seria fácil, mas depois de tantas vezes, fazer novos “amigos” já não era assim tão difícil. Seus pais trabalhavam para o Estado e sempre eram mandados a trabalho para diferentes cidades e Jimin tinha que ir com eles para onde fossem, já que ainda não havia terminado a escola e morava com os mesmos.

As primeiras vezes foram horríveis, primeiro por conta de sempre ter que dizer adeus aos amigos, segundo porque sempre tinha que recomeçar do zero, mas ele acabou pegando o jeito de como quebrar o gelo e socializar melhor com as pessoas. Foi assim que, em uma das escolas pelas quais passou, fez amizade com a equipe de basquete e começou a jogar com seus colegas; antes que percebesse, já estava sendo convidado a participar do time da escola. Mesmo depois de mudar para outras escolas, Jimin buscava não deixar de jogar, já que era algo que descobriu como um ótimo passatempo e, quem sabe, poderia lhe dar alguns pontos em seu histórico escolar.

Quando seus pais informaram que seu novo lar seria na cidade de Daegu, o acastanhado não pôde evitar pensar como seria sua recepção na nova escola, afinal, ele já havia ouvido falar sobre o time Golden Lion, muito tradicional nos campeonatos estaduais de sua região. É, talvez não fosse fácil, mas ele tentaria mesmo assim.


A primeira semana de seu “teste” para conseguir entrar no time foi exaustiva. Ele carregou materiais de treino, uniformes e até a fantasia do mascote — um leão; nada que medisse de fato o seu potencial como jogador. Entretanto, ele sabia exatamente o que Min Yoongi estava fazendo, o descolorido o estava testando, querendo ver até onde Jimin iria para estar dentro do time, mas se o capitão achava que Park desistiria, ele estava muito enganado. Havia se tornado uma questão de honra, e ele sempre via os olhos gatunos do mais velho olhando questionadores para ele, esperando a rendição que não viria.


— Ainda quer tentar, Park? — perguntou o descolorido na terceira semana.


Jimin prontamente levantou da arquibancada onde estava, preparado para ir recolher os materiais que Yoongi pedisse, mas a proposta fora diferente:


— Vai pro banco — disse o capitão indo para o centro da quadra, onde estavam os outros jogadores.


Jimin ficou no banco, literalmente. Ele não era chamado nunca, até mesmo quando não havia mais ninguém disponível, Yoongi não o tirava de lá. Uma semana. Uma semana fora o tempo que passou ali, dentro da quadra, mas sem sequer tocar em uma bola.


— Você não acha que já está judiando demais? — perguntou Hoseok, o armador.


— Demais? — Deu de ombros. — Ele precisa ter paciência e perseverança se quiser estar aqui.


— Você quem sabe — disse antes de ir em direção ao resto dos rapazes.


Yoongi caminhou até o garoto de cabelos castanhos que tediosamente olhou para ele.


— Você e eu, três cestas e você está dentro — disse jogando a bola para o mais novo, este que levantou e concordou, aceitando o desafio.


Os jogadores foram para os bancos, deixando a quadra livre para os dois, alguns gritavam palavras de incentivo, outros zoavam o garoto antes mesmo dele começar. Jimin até tentou, usou todos os métodos para tentar ganhar, mas não foi possível. Aquela era a quadra do Golden Lion, a quadra do capitão Min Yoongi e este a conhecia como a palma da própria mão.

Depois de três tentativas falhas da parte de Jimin, Yoongi segurou a bola e viu o menor começar a andar fazendo um bico em direção à saída. Alguns garotos cochichavam e ele não queria ficar ali por mais tempo do que precisava, havia falhado e reconhecia isso.


— Park, treino amanhã às dezessete — disse o capitão. — Seu ataque é bom, parabéns.


Em meio a gritos e parabenizações dos outros rapazes, Jimin processava o que acabara de acontecer, de boca aberta e os olhos arregalados.


— Bem-vindo, Park — disse o Min com um pequeno sorriso. — Seja bem-vindo ao Golden Lion.


Recebeu tapinhas nas costas dos outros garotos e um abraço apertado de Hoseok. Estava realmente feliz.


~ °•°•° ~


No dia seguinte, Jimin compareceu ao treino e pôde mostrar suas habilidades. Em pouco tempo os rapazes já mostravam grande carinho por ele e o cuidavam como um irmão. Com treinos e mais treinos, começou a aproximar-se do líder da equipe, vendo nele uma inspiração e passou a amar aquele time como sua própria família.

Apesar de serem próximos, Min Yoongi parecia ter uma implicância fixa com o mais novo membro da equipe, uma implicância saudável, que Jimin respondia à altura, então era uma constante troca de farpas que os dois adoravam.

E, após alguns meses, a provocação não era apenas sobre basquete, mas também ganhou uma conotação mais sexual.

No fim do primeiro jogo “oficial” de Jimin com a equipe, resolveram sair para comemorar a vitória e enquanto os outros saíram para passarem em suas casas para tomarem banho e se arrumarem, os dois aproveitaram que já estavam na escola para utilizarem o banheiro do vestiário e se trocarem ali mesmo.


— Você foi bem, mas precisa treinar mais recepção — disse Yoongi enquanto caminhavam para a entrada do vestiário.


— E você precisa me deixar pegar mais vezes na bola, seu bunda mole.


— Bunda mole? — disse debochado. — Tenho certeza que minha bunda não é mole, Park.


— Ah, é?


— Sim — falou parando de andar ao entrar no vestiário, colocando a bolsa sobre um dos bancos dispostos ali. — E eu tenho certeza que você também sabe, já que vive olhando para ela.


— Eu?! — Fingiu não saber do que o outro falava. — Não sei de nada, hyung. Aliás, por que eu ficaria olhando pra essa sua bundinha branca?


Yoongi riu e tirou a camisa.


— E você sabe que ela é branca como?


— Não é óbvio? — disse com um sorriso sapeca nos lábios. — Você inteiro é. — Riu com a careta que o outro fez. — E não porque eu tenha visto acidentalmente você tirar o short depois do treino.


O Min se aproximou do outro apenas de cueca, a toalha enrolada na cintura.


— Você anda me olhando enquanto eu troco de roupa, Park?


Jimin deu de ombros.


— Eu posso parar se você quiser, capitão… mas eu não acho que você se incomode, porque já me flagrou várias vezes — disse passando a língua pelos lábios cheios. — Assim como eu já te vi babando enquanto eu tirava a camisa depois do treino. — Aproximou-se mais.


— Você é muito convencido.


— Mas estou errado? — falou puxando a toalha que o outro usava, revelando a ereção que se formava por baixo da cueca. — Acho que não.


Yoongi puxou o rosto do outro para si, beijando-o com impaciência. Jimin segurava a cintura delgada que tanto vinha admirando e colou os peitos ainda suados para ter mais contato. O capitão puxava seus fios de cabelo entre os dedos e o acastanhado apertava a bunda redondinha e firme do outro, rindo com o pensamento de que, finalmente, estava fazendo o que desejava desde a primeira vez que viu Min Yoongi com o uniforme do time.


— O quê? — perguntou o descolorido ao perceber que Jimin ria entre o beijo que trocavam.


— Sua bunda, hyung. É uma delícia.


Apertou mais uma vez, abrindo as duas bandas e acariciando o buraquinho do capitão com o indicador. Ouviu Yoongi gemer e empurrou sua virilha contra a dele, roçando as ereções em uma fricção gostosa.


— Se você falar alguma coisa…


— Vai ser nosso segredinho, hyung. Prometo.


Ergueu o Min para seu colo enquanto sentava no banco, o mais velho ondulava o quadril sobre a ereção de Jimin, que tratava de beijar cada pedacinho de seu pescoço sensível. Yoongi continuava cheiroso mesmo depois de um jogo intenso. As mãos pequenas, mas fortes, do Park acariciavam as coxas e tronco do Min necessitado sobre ele.


~~


Notas finais: Obrigada se você chegou até aqui!

Me deixe saber o que achou da fic e não esqueçam:

Roxo 💜 Vocês

Formulário de doação de plot:
https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLScVKiXSHqB_lFepU552qd_LMPfRdyDWgKqMCiAJQqSt40TJdg/viewform

14 de Setembro de 2021 às 22:36 0 Denunciar Insira Seguir história
2
Leia o próximo capítulo Capítulo 2

Comente algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~

Você está gostando da leitura?

Ei! Ainda faltam 2 capítulos restantes nesta história.
Para continuar lendo, por favor, faça login ou cadastre-se. É grátis!