dae_gen Dae Gen

Duas almas gêmeas perdidas através do tempo, uma antiga lenda que une dois corações apaixonados que buscam seu verdadeiro amor e um dilema. Taehyung e Seokjin são amigos de longa data, entre muitos segredos e acontecimentos eles se veem diante de uma questão que preferiram ignorar, mas o destino não espera e o tempo está passando… Será que as almas gêmeas finalmente cumpriram sua promessa ou ainda esperaremos para que, em outra vida, eles se encontrem?


Fanfiction Bandas/Cantores Para maiores de 18 apenas.

#drama #destino #amizade #bts #sope #jikook #lenda #alma-gemea #taejin
2
1.3mil VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

A promessa

Dizem que o amor sempre foi uma arma perigosa nas mãos erradas, mas que sempre pode conquistar grandes triunfos quando usada por sábios. Durante muitos séculos, as pessoas tentam contar e discutir o que verdadeiramente é o amor, mas só quem já o sentiu, conseguiria descrevê-lo, e ainda assim, cabe a cada um dizer sua própria experiência.

O amor pode ser visto pela ciência como uma escolha, um ato lógico de comparar aquilo que deseja com o que encontra em outra pessoa, mas a ciência precisa ficar de lado quando os sentimentos ultrapassam a linha da vida e deixam para se encontrar através das gerações.

Essa história começa há muito tempo atrás, em um lugar distante e isolado, onde duas pessoas, perdidamente apaixonadas uma pela outra, juraram que, não importava quanto tempo demorasse, quantas vidas ainda viriam a acontecer, eles se contrariam e ficariam juntos, para que suas almas adormeçam como um só coração, nem o tempo poderia separá-los, uma jura de amor feito sob os céus e à terra, testemunhado pelos astros e estrelas, uma promessa que nem os deuses poderiam interferir e que se cumpriria, mesmo que décadas e séculos passassem, eles se encontrariam no final.

Amantes envolvidos por um sentimento confuso. O amor. O sentimento mais ambíguo e cruel, capaz de dar forças e derrubar a pessoa com a mesma intensidade, mas aqueles que são ligados pelo fio do destino, sempre se encontrarão e saberão, no brilho de seus olhares, no tom da voz, no cheiro, que a pessoa amada está em sua frente. Sua alma gêmea, os viajantes que encontraram seu destino.

O juramento do jovem casal nunca foi cumprido, muitos casais se encontraram, muitos casais se amaram, mas suas almas ainda procuram um pelo outro, na esperança de se unirem e cumprirem com seu juramento: ficarem juntos mesmo com o pesar do tempo.

O fio que os conecta, sempre tão frágil e imperceptível, precisa de um cuidado para ser notado, e só aqueles que buscam o amor, conseguem vê-lo atrás dos olhos cegos da lógica e da ciência. Um cauteloso coração pulsante, que busca por sua alma gêmea reconhece o fim de seu fio, mas com toda a correria do dia a dia moderno, quem presta atenção nos detalhes?

Dizem que o casal ainda está por aí, passando e vivendo, vida após vida, geração após geração, até se encontrarem em um momento, onde poderão finalmente, se amar como sempre sonharam, sem preconceitos, sem brigas e sem mais mortes. Estão esperando quando, em fim, encontrarão o final do fio de seus destinos e poderão cumprir a promessa que fizeram no passado, para que suas almas descansem juntas.

Durante muitos anos, o amor foi visto de tantas maneiras que o discutir se tornou algo filosófico. O amor para aqueles que nunca foram correspondidos, um sentimento devastador que traz consigo o ódio e a amargura da rejeição. O amor para os enamorados, a alegria do cuidado e da cumplicidade, da reciprocidade do outro, uma divisão quase que ideal de dar e receber.

Mas e aqueles que ainda esperam o amor? Os que o questionam, os que indagam loucamente em busca de uma explicação? Os que o buscam no divino, os que o procuram nos detalhes, desejando sentir esse sentimento tão traiçoeiro e singular? Para esses, resta a espera de um dia o destino os mostrar onde devem seguir e o caminho que podem trilhar para, talvez, acharem o verdadeiro significado do amor, ou algo que preencha esse vazio. Essa lacuna. O abismo doloroso que anseia em ser ocupado, muitas vezes por pessoas que não habitam verdadeiramente aquele lugar, mas que servem para amenizar a dor.

Para os exploradores desse sentimento, o caminho é ainda mais confuso, estão dando tantas voltas em si mesmos que se perderam em sua própria busca, são tantos os incentivos e distrações que o detalhe do fio do destino se torna apenas isso: um detalhe.

Onde será que as almas desse casal estão agora? Ainda procurando um ao outro ou desistiram do amor? Será que se perderam no caminho ou pararam no meio dele? Não resta muito para o final dessa história, apenas descobrir, se o destino ainda cumprirá com seu juramento e fará, por fim, que os dois apaixonados se encontrem, para cumprir a promessa...

16 de Agosto de 2021 às 19:00 0 Denunciar Insira Seguir história
1
Leia o próximo capítulo O almoço

Comente algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~

Você está gostando da leitura?

Ei! Ainda faltam 30 capítulos restantes nesta história.
Para continuar lendo, por favor, faça login ou cadastre-se. É grátis!