Atualize agora! Temos um NOVO aplicativo para Android! Baixe-o na Google Play Store. Leia mais.
aicodaiko aico daiko

Demónios... Livro Preto... Uma garota chamada Tiffanny trabalha numa empresa de fotografia e num certo dia foi a uma livraria encontrar alguns livros para ler e encontrou um livro estranho. Vamos descobrir junto esta aventura sobrenatural...


Ficção adolescente Todo o público.
0
1.5mil VISUALIZAÇÕES
Em progresso - Novo capítulo A cada 30 dias
tempo de leitura
AA Compartilhar

Prologue

Voltando para casa do trabalho. Minhas pernas pararam na frente de uma pequena loja entre dois prédios.
(O lado de fora da loja é estiloso, mas a parte de dentro parece ser ainda mais. Eu acho que ela ainda está aberta. Talvez eu devesse entrar. Eu acho que ela ainda está aberta. Talvez eu devesse entrar.)
Eu abri a porta, sendo recebida por uma luz aconchegante.
(Uau! As paredes estão repletas de livros... Livros velhos... Talvez seja uma livraria de segunda-mão?)
A aparencia antiquada da loja e dos livros me fazem sentir como se eu estivesse sendo puxada para outro mundo.
-(Eu não pude ver olhando por fora, mas o interior dela é bem espaçoso na verdade. Será que tem livro de fotografia aqui...? Se tiver algum eu gostaria de usar como referencia para o trabalho. Sendo uma fotografa, é importante que eu tome nota do trabalho de outros fotógrafos.)
Isso é importante observar algo, ver o que aquilo tem de bom e incorporar isso nomeu trabalho.
(Tendo dito isso, há muitos livros... Com tantos livros assim, eu tenho certeza que tem algo de valor.)
Enquanto eu olhava pelos livros nas parteleiras, meus olhos se prendem a um em particular.
(Uma capa preta... Sem título?)
Eu estendi o braço para pegar o livro. Quando eu estava prestes a pegar ele, uma mão tentou alcançar o livro também.
-Ah... Me desculpe!
A outra mão me deu um susto. Eu olhei para o homem alto ao meu lado e ele sorriu para mim.
(Uau... ele parece um principe. Ele é muito bonito. Um tipo de beleza... perfeita.)
-Aqui.
-Huh?
-Você queria este livro, certo?
-Mas você não estava procurando por ele? O livro só chamou minha atenção e eu quis ver ele... Só isso...
-Não se preocupes... O meu caso é o mesmo... Eu só fiquei surpreso de ver esse livro aqui e quis dar uma olhada.
(Supreso... Talvez seja muito valioso? Ou profundo...?)
-De qualquer jeito... Parece que você é a proxima dona dele.
-Uh? O quê?
-Ahh... Não é nada... Você deveria tomar cuidado com esse livro. Ele é muito precioso.
Ao dizer isso, ele se foi e desapareceu entre as outras prateleiras.
Após isso, eu decidi comprar ele, mas descobri quue ele não era da loja. O atendente da loja disse que ele nunca tinha visto esse livro negro antes.
(Então, no final das contas, eu consegui o livro de graça.)
Eu folheio as paginas e leio algumas frases rapidamente.
(Um contrato com um demônio. Se você assinar um contrato com o demônio invocado, eles vão te conceder um desejo. Contudo o contratante deve oferecer em troca o que o demônio pedir. Você não pode entregar o livro negro para um anjo.)
-Apesar da capa ser linda, esse livro parece um pouco assustador...
(Talvez um livro de magia ou de maldições?)
-Você deveria tomar cuidado com esse livro.
(N-Não pode ser... De jeito nenhum que algo como demónios existe!)
Eu fechei o livro como que para me livrar daquele sentimento de medo e então subi na minha cama.
-Hmmm... Então ela que vai ser a proxima dona do livro...
- Que gatinha! Eu quero poder fazer um contrato com ela.
-Idiota. Não seja precipitado!
(Hmm uma voz? Um homem que eu não conheço... Quem é?)
Eu ouvi uma voz estranha, então abri meus olhos. Um homem de olhos vermelhos e um garoto de olhos verdes estavam olhando para mim.
-Huh? Q-quem são vocês...?!
Enquanto eu tento escapar, eucaio da minha cama.
(Eles devem ser ladrões! E achei que tinha trancado a porta...!)
-Vão embora! Eu vou chamar a polícia!!
-Não fique com medo! Está tudo bem!
-Hahaha... ela está com medo da sua cara Lucius!
-O quê?! Não há nenhuma garota nesse mundo que teria medo do meu lindo rosto!
Eu fiquei mantendo cautela dos dois que estavam conversando entre si e me lançando olhares estranhos.
(Esses dois... estão vestindo asas negras. E a cor dos seus olhos é tão estranha... Será que eles são...?!)
-Pervertidos?!
-Hahahahaha... Lucius, ela te chamou de pervertido!
-Quem é pervertidos...? Ugh... Nós não vamos chegar a lugar nenhum desse jeito... Ei, você.
Minha cabeça se levanta ao ver ele apontar o dedo para mim. Meu corpo congela, como se um predador estivesse me encarando. Eu não consigo me mexer.
-Nós viemos aqui para ver a cara da nova dona. Nós não pretendemos te comer.
-Suas mãos são rapidas, mas sua boca...
-Eu poderia te comer primmeiro, Bell.
-Waaahhh, mas que demônio malvado você é, Lucius. O pior de todos!
(A nova dona... O que ele quer dizer?)
-De qualquer jeito, mesmo que você nós invoque oficialmente, você só pode realizar o contrato com um único demônio.
-Você precisa ficar viva até lá. Então pra começar, não entregue o livro para um anjo.
-Livro?
-Até nós termos um contrato, nós não podemos interferir com os humanos, então você precisa escolher um de nós.
-Ou você pode acabar morrendo.
-?!
-Exatamente... Bem, tome cuidado.
-Ei... Esperem! O que isso...
Não tem como eu entender o que acabou de acontecer. EU sinto como se tudo isso estivesse subindo minha cabeça... Meu corpo perdeu a força e minha consciência apagou.
-...É de manhã?
(Parece que eu tive um sonho estranho... Eu não deveria ter lido o livro dos demónios antes de ir dormir... Já é tarde assim?!)
Eu rapidamente pulo da cama, me arrumo e saio do meu apartamento.
-Eu sou Tiffanny e eu estarei encarregada de tirar as fotos de hoje. Fico agradecida desde já.
-Meu nome é Levi. É um prazer te conhecer, Tiffanny.
O trabalho de hoje é tirar fotos para uma revista feminina. Parece um milagre ser eu quem vai tirar as fotos da modelo mundialmente famosa, Levi.
-Mm-hm! Você é uma fofa. Eu fiz a escolha certa em pedir pra você ser nossa fotógrafa. Vamos fazer lindas fotos!
O sorriso encantador de Levi é tão lindo que até uma mulher como eu fica deslumbrada. A sensação de tenção lentamente vai embora enquato meu corpo relaxa.
(Eu estou muito honrada de poder tirar fotos de uma pessoa tão bela... Eu definitivamente vou fazer lindas fotos.)
-Então... Bang!
-Ahhhh!
-O que aconteceu? Alguém se feriu?
Um silencotoma conta do estúdio, seguindo de um grito. Me virando naquela direção, eu vejo cacos de vidro quebrado.
(O vidro do flash no suporte quebrou? Como?)
-Tiffanny!! Cuidado!!
-Ugh...
Nhec... nhec... Bang! Eu ouço um som ameaçador vindo de cima de mim e olho para lá. A luz do teto estava caindo.
(Ah não!! Eu não vou conseguir fugir!)
Sem pensar, eu fecho meus olhos.
(...Huh? Não houve impacto.)
-???
-Eu você está bem?
Quando eu timidamente abro os olhos... Eu vejo um homem com olhos estreitos, ele deve ter me protegido da luz.
-Ah... obrigada.
-Você está machucada?
-Eu estou bem. Mas você está machucado! Você precisa ser tratado imediatamente.
-Isso é só um arranhão. Vai sarar se eu lamber. Ao dizer isso, ele lambeu seu ferimento.
(Isso é um pouco sexy... Espera, porque eu estou pensando isso?!)
-Tome cuidado. O anjo já te achou.
-Anjo?
(Isso me lembra, outra pessoa me disse para tomar cuidado recentemente.)
Depois disso, eventos inesperados aconteceram um depois do outro e a sessão fotográfica daquele dia foi cancelada.
-Haaaah...
Sem pensar, eu suspirei.
(Depois daquili, eu quase caíde uma escada e quase doi atropelada por uma lambreta...)
-Nós não conseguimos fazer a sessão da Levi... Que dia azarado.
Enquanto eu andava me sentindo confusa, de repente...
-Me dê o livro.
-Ehh...
Na minha frente estava um homem que eu nunca tinha visto antes... Ele murmurrou algo que eu não consegui entender.
(Um esfaqueador...??!!)
-Me dê o livro... Dê ele para mim... Me dê o livro negro.
-Ahhh...
Ele começou a me atacar com a lâmina e fez um corte no meu braço. Eu vejo pingos do meu proprio sangue cair no chão. Em pânico eu corro pra uma ala entre dois prédios entro em um deles. Eu subo desesperadamente até a cobertura e abro a porta.
(Eu corri atéaqui no impulso, mas agora eu não tenho mais pra onde ir.)
Eu tiro minha bolsa do meu ombro e puxo o livro negro de dentro dela.
-Porque ele está aqui...? Eu não lembro de ter trazido ele comigo...
Eu tentei levantar meu braço, mas ao fazer isso, o sangue do corte começou a escorrer por ele. Então...
(O quê?! O livro começou a brilhar de repente... )
A luz cobriu toda minha visão, e então...
-Ei! Que bom te ver de novo Tiffanny.
-Haaaaaaah...
Mitsuki, não suspire desse jeito! Quando você é invocado, você deve se apresentar!
-O...qu...o quê?!
Haviam homens com asas negras na minha frente. Isso é surreal demais. Eu não consigo computar tudo isso.
(Eu acho que já vi essas pessoas...)
-Ei você entende o que está acontecendo agora?
-!?
(Tem mais uma pessoa atrás de mim...!!)
-Você parece bem assustada... Permita-meque nós nos apresentemos. Eu sou Gray Asmusdeus. Aquele mal-educado ali é o Mitsuki. Você se lembra que nós já nos encontramos uma vez?
(Ah... O príncipe que eu conheci na loja de livros de seegunda mão... E que me salvou hoje!)
Eu sou Bell... E porque vocês estão gastando tempo se apresentando numa situação dessas..? Isso é bem imprudente.
Meu nome é Lucius Leon. De qualquer jeito, nós vamos explicar o mais rápido possivel, então ouça com atenção... Há uma razão pra você ter sido atacada. Esse livro. Esse livro é um livro magico, criado por demónios, que te permite pedir qualquer coisa, em troca de um favor.
-Demônios... Vocês são demônios?
-É compreensível você não acreditar.
-Você saberia como fazer um contrato se tivesse lido o livro.
(Uhmm... Eu lembro que o contratante precisa cumprir com o pedido do demônio.)
-Mas eu não vou fazer um contrato com o demônio.
-Você pode morrer se quiser.
-O quê?
-Você só precisa escolher um de nós e pedir que ele te salve.
-Você quer continuar sendo atacada por aquela pessoa lá fora? Mesmo que você consiga escapar agora, o anjo não vai desistir. Ele vai manipular as pessoas e voltar pra te pegar...
-Espera só um minuto... Porque um anjo iria vir atrás de mim?! Isso não está certo! Ele não deveria ser um "anjo"?
-Só por ter o livro negro, você é culpada. Aos olhos de um anjo, isso é.
Não pode ser...
-Se você quer viver, então escolha... Qual de nós você quer que te proteja.
Quem eu escolho...?

10 de Agosto de 2021 às 02:56 0 Denunciar Insira Seguir história
0
Continua… Novo capítulo A cada 30 dias.

Conheça o autor

Comente algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~