Conto
0
623 VISUALIZAÇÕES
Em progresso
tempo de leitura
AA Compartilhar

Quem se importa ?

Sabe, um dia quando eu era criança, um adulto me perguntou :

''- O que quer ser quando crescer ?'' Eu respondia animadamente que queria ser psicóloga... é engraçado como passamos a ver as coisas de formas diferentes com o decorrer dos anos. Mas essa mesma pergunta ecoa em meus ouvidos até hoje.

É como se, quando perguntamos o que alguém quer ser quando crescer, estivéssemos de certa forma partindo do pressuposto de que ela não é ninguém. E diante de tal pressuposto, eu me pergunto : Quem nos ensinou a ser assim? Porque vivemos assim ? Para compreender melhor esse cenário é preciso que voltemos ao começo da vida de qualquer pessoa dos tempos atuais. Imagine as cenas que descreverei a seguir e tenha em mente a vida como um todo.

O filho pequeno chora desesperadamente enquanto a mãe o deixa na escola. Diz que não quer ir pra lá e quer ficar com a mãe. A mãe, com um olhar compreensivo e muita paciência fala que ele ''tem que estudar''; O filho cresce, e logo não dá mais trabalho para fica na escola. Agora ele até gosta dela, fez amigos quase nuca falta. Ele chega em casa, e logo a mãe lhe pergunta se ele tem tarefa de casa. A criança diz que tem mas logo que a mãe o manda faze-la, ele pergunta porque tem que fazer tarefa de casa. A mãe, pacientemente, explica a ele que ele tem que estudar '' pra ser alguém na vida'' e ele se contenta com essa resposta.

Passam os anos e tudo se segue com as mesmas frases que todo mundo diz. '' Você tem que estudar pra ser alguém na vida'','' Você tem que fazer faculdade pra conseguir um bom emprego'' ''Tem que namorar pra poder se casar'' , ''Tem que se casar pra ter filhos e construir um família''. Não estou dizendo que isso é ruim. Mas de alguma forma, isso é o que a maioria massiva das pessoas faz. Como todas vivem. Não porque era o sonho delas mas sim porque não lhes foi apresentada outra forma de viver. Poder escolher em que emprego vai trabalhar, que faculdade vai fazer e quantos filhos vai ter será apenas uma falsa ideia de liberdade já que a sua vida estava ''premeditada'' desde antes dele nascer e será regida pelas expectativas e normas ( ainda que não ditas) da sociedade. Diante dessa visão, percebo que os famigerados 18 anos não passam de uma ilusão. Estamos sempre presos em alguma coisa seja ela um sonho de um emprego considerado prestigioso , as expectativas de pessoas próximas ou mesmo as expectativas que impomos a nós mesmos como aceitáveis por causa do meio que nos cerca. De certa forma, chega a parecer irracional que um ser de existência tão limitada e fugaz se cerque de tantos enfeites, sonhos e ideais que vão acabar com ele no dia em que ele voltar á terra. O ser humano tem muito disso... e talvez, talvez, aquele garotinho que ouvia as frases acima e vivia como todos esperavam sejamos nós. Mas...

Quem se importa ?




4 de Agosto de 2021 às 04:45 0 Denunciar Insira Seguir história
0
Continua…

Conheça o autor

Comente algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~