mariribeiro_1370 Mari F.R

Escondido nas profundezas da floresta gelada, existe um castelo, um castelo em ruínas e cheio de segredos... Nesse mesmo castelo, mora um monstro, uns dizem que é feroz e sanguinário, e que por toda a sua maldade foi amaldiçoado. Outros, dizem que a criatura foi amaldiçoada pela mais pura inveja. Ao acabar se enfiando na mais pura confusão ao ir até a floresta gelada, Igor irá descobrir que não há qualquer maldição que não possa ser quebrada.


Fantasia Fantasia histórica Impróprio para crianças menores de 13 anos. © Direitos reservados

#217 #258 #332 #301 #402 #239
4
420 VISUALIZAÇÕES
Em progresso - Novo capítulo Toda semana
tempo de leitura
AA Compartilhar

A lenda

— “Nas profundezas da floresta gelada, existe um castelo, e nesse mesmo castelo, existe um monstro. Seus olhos levam as vítimas a sentirem o mais puro pavor e agonia. Seus dentes e suas garras são usadas para fazerem com que os homens morram suplicando por misericórdia. Em seu corpo grotesco de forma indecifrável, há um par de asas, parecidas com asas de morcego. A criatura não demonstra piedade e elimina aquele que sequer entrar em seu castelo, ou até mesmo nos domínios do castelo...”
A velha senhora falou com sua voz chiada, o garoto a olhava completamente espantado. Não era muito de acreditar em lendas, mas a floresta gelada realmente existia no reino de Luranda, o que já era um terrível começo.
— “Dizem, que a 100 anos atrás, uma bela mulher de olhos tão azuis quanto o céu, foi vendida por sua madrasta para o rei de Luranda, para que o mesmo pudesse casar seu filho com a bela dama, e assim passaria seu reinado para ele. Mas a garota não queria se casar, seu coração se tornara tão frio, que o príncipe não conseguia sequer falar com a dama que lhe deixava a cada dia mais atraído. Porém, um dia o príncipe não se importou com a frieza dela, ele a teria para si de qualquer maneira!”
O velho senhor começou. O garoto o olhou curioso, a versão daquele senhor não parecia ser tão assustadora.
— E o que aconteceu? — perguntou por fim.
— “Ele a levou para seu quarto, antes mesmo da noite de núpcias, e então, a usou da pior forma possível. Ele não se importou com ela, apenas com seu próprio desejo. A garota, jurou vingança e na mesma noite, cravou sua adaga no coração do príncipe.”
Uma mulher ruiva respondeu como se estivesse revendo toda a cena passar lenta e calmamente na frente de seus olhos enquanto olhava para a adaga cravada na mesa.
— “Naquela mesma noite, ela foi amaldiçoada por derramar sangue real. E então, a mais de 100 anos, a floresta gelada é coberta por neve...”
O velho senhor terminou.
O garoto continuou parado na cadeira, gostava de ouvir histórias velhas e bizarras, mas aquela fora a mais estranha que havia ouvido em tempos.
— Isso, é só uma lenda, não é?
— Não sabemos ao certo. — o velho senhor respondeu.
— E na floresta gelada nunca houve um dia sem neve — a velha de voz chiada falou em um sussurro. — por mais de 100 anos.

2 de Agosto de 2021 às 12:06 2 Denunciar Insira Seguir história
1
Leia o próximo capítulo Floresta gelada

Comente algo

Publique!
Luana Borges Luana Borges
Ansiosa para mais :3
August 02, 2021, 12:10

~

Você está gostando da leitura?

Ei! Ainda faltam 2 capítulos restantes nesta história.
Para continuar lendo, por favor, faça login ou cadastre-se. É grátis!