emilly-ribeiro1618501011 Emilly Ribeiro

-Eu sei o que quer, Mia. - Ellen ergue o queixo da amiga com o polegar e com indicador e coloca uma mecha do próprio cabelo recém pintado de azul atrás da orelha. O sol estava quase se pondo e os raios atravessavam as janelas do apartamento de cor creme .


LGBT+ Para maiores de 18 apenas.

#romance #erótico #bisexualidade #literatura-sem-tabus
Conto
0
670 VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

Morangos em Calda

-Eu sei o que quer, Mia. - Ellen ergue o queixo da amiga com o polegar e com indicador e coloca uma mecha do próprio cabelo recém pintado de azul atrás da orelha. O sol estava quase se pondo e os raios atravessavam as janelas do apartamento de cor creme .

- Não, você não sabe. Nem eu sei no final. - Mia abaixa o olhar e tenta disfarçar o nervosismo desviando-o para a bancada da cozinha branca na casa ensolarada. Sai da frente de Ellen, pega a lata de morangos em calda que estava aberta na bancada, e começa a comer com um garfo.

- Porque tá rindo ? Tá rindo de mim ? - Ela solta um sorriso largo pra Ellen e senta na bancada.

- Não me olhe assim- diz num tom de advertência tirando a mecha antes arrumada de trás da orelha. - Eu tenho te observado. Você anda... estranha.

- Estranha ? - Ela franze o cenho tentando esconder o sorriso que insiste em aparecer na boca com gloss.

- É. - Ela analisa Mia que está com uma camisa branca grande demais pro seu corpo, um shorts leggin preto e um coque frouxo. Agora parecia relaxada e estava com os pés descalços suspensos. - Eu achei seu caderno de desenho. Mia engole seco.

- Onde estava?

- Debaixo do travesseiro, na cama em que você dormiu. Deixou aqui semana passada.- Ela hesita por um tempo - Eu vi os desenhos- continua com um sorriso culpado.


Porque se sentia assim ? Aquela tinha sido a confirmação do que desconfiava, do que sempre quis... Talvez porque ela não esperava encontrar o caderno da pessoa que amava cheio de retratos dela ? Ou porque achava que Mia preferia homens ? Aquilo a deixou num misto de surpresa e confusão. Mas acima de tudo, estava feliz. - São lindos.


Mia aperta os lábios e larga a lata na bancada lustrada.

- Eu ia te falar, mas...

- Shiii - Ellen fica entre as pernas dela e coloca o indicador na boca, fazendo a amiga parar de falar.

- Cala a boca e me beija - sussurra a garota. Mia passa o braço direito pelo pescoço dela e com a outra mão, encaixa os dedos no seu cabelo azul e macio. Ellen dá um sorriso de conquista antes de beija-la com voracidade, desmanchando totalmente o coque dela.

Ellen para, morde o lábio inferior, e pega a lata de morangos com uma cara diabolicamente insinuativa.

- O que vai fazer com isso ? - Mia lança um sorriso surpreso e curioso.

- Eu vou te ajudar a terminar isso. Vem. - Ela puxa a mão de Mia fazendo - a descer do balcão e segue pelo corredor até o seu quarto sem soltar a sua mão.

Elas chegam no quarto lilás, raios de sol que atravessando a fina cortina branca da janela. Ellen a joga na cama de lençóis brancos, ficando por cima do seu corpo estirado e deixando seus logos cabelos azuis caírem pelo rosto.

- Ellen, espera - Mia fala ofegante - eu...

''Droga, porque eu não consigo falar ?'' murmura em pensamento.

-Hum?

-Nada , continua - ela lança um sorriso tímido.

Ellen senta por cima do quadril de Mia , de forma que ela fique encaixada entre suas coxas e , num movimento rápido, tira a blusa e o shorts que está usando . Estava vestida com uma fina blusa cinza de mangas compridas e um shorts de academia . Por baixo, um conjunto de renda branco, que agora era finalmente visível. Mia a observava com um olhar devorador enquanto colocava as mãos nas coxas dela. '' Ah meu Deus essa filha da mãe é gostosa pra caralho'' Mia balança a cabeça sorrindo com o próprio pensamento. Ellen a aproxima o rosto e passa a língua quente nos lábios da amiga, passa a mão nos seios descendo e quando sobe, ergue a blusa branca dela.

- Hum...- diz Ellen num tom de falsa tristeza.

- O que foi ? - Mia se senta.

- A blusa. Não gosto dela... - Ela faz beicinho. Mia tira a blusa achando graça e puxa a amiga para si voltando a beija-la. Ellen entra em ação com um ritmo torturantemente lento. Beija o seu queixo, o pescoço, a barriga e desce até o seu sexo que pulsa por baixo do shorts. Mia solta um gemido vindo do fundo da garganta e estremece. Ellen puxa o shorts dela para baixo junto com a calcinha antes de parar e pegar a lata de morangos e o garfo antes esquecidos ao lado da cama.

- O que vai fazer com isso ?

- Shhh -Ellen ergue o garfo mergulhado na calda vermelha e pinga no corpo dela. Pescoço, peitos e barriga. Sua língua percorre habilmente sobre a pele macia e adocicada até chegar ao monte de vênus. Mia abre as pernas liberando a passagem e Ellen solta um sorriso deliberadamente orgulhoso antes de continuar.

Ela passa a língua entre os grandes lábios roçando no clitóris antes de introduzir o dedo indicador e o médio. Com um semblante concentrado, Ellen move os dedos enquanto Mia se contorce ofegante abaixo dela.

- Ah meu Deus, por favor Ellen - Sussurra Mia. Ela lança um olhar maldoso pra amiga deitada e começa a fazer movimentos com língua na boceta dela. Ela geme
alto e ergue o pescoço tentando ver.

- Shiu... fica quieta , caralho - Diz Ellen sorrindo e puxa - a bruscamente para mais perto de si. Mia estremece e joga a cabeça para trás segurando os lençóis. Ellen , dá um sorriso de satisfação antes de se jogar sobre ela e lhe dar um beijo no pescoço.

- Eu te amo sussurra ela, os cabelos azuis graciosamente bagunçados no rosto.

No dia seguinte...


Mia está jogada na cama bagunça quando Ellen entra no quarto.

- Bom dia - Ela diz com um sorriso largo.

- Bom diaaa - Murmura ela devolvendo o sorriso.

- O que vai querer no café ?

- Hum... panquecas, eu acho.

- Com cobertura ?

- De ... - Mia morde o lábio inferior -morangos em calda - ela diz com um sorriso conspiratório.











3 de Agosto de 2021 às 23:32 0 Denunciar Insira Seguir história
0
Fim

Conheça o autor

Comente algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~