luana_kurama Luana Amorim

Em tempos de pandemia, muitas pessoas se tornam rigorosas umas com as outras, tanto quanto as próprias regras que com ela vieram, mas nem sempre no decorrer do dia a dia lembraremos delas.


Conto Todo o público.

# #Pandemia
Conto
0
501 VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

Capítulo Único

Antes de sair de casa, devemos sempre verificar nossas mascarás e nos certificar de estar levando álcool gel. Caso toquemos em um objeto -- seja ele fixo ou não -- logo teremos que limpar nossas mãos, se formos espirrar ou tossir, temos de segurar a parte de cima da mascará para a mesma não sair do lugar.

Quando vamos entrar em uma loja, empresa ou casa, há sempre um pote de álcool para passarmos em nossas mãos, tem vezes até que atendentes ou os anfitriões borrifam o líquido em nossas mãos. Em meio a pandemia muitos se tornaram rigorosos e por causa disso esquecemos de certas coisas.

Certa vez, estava no mercado carregando uma cesta cheia com as compras do dia enquanto minha mãe procurava um cartão específico em sua bolsa, a fila em que me localizava aos poucos ia andando para nossa sorte, ela era pequena, afinal, era dia de semana. À minha frente um idoso corcunda e todo agasalhado com uma mascará 3D bem fofinha, retirava o que eu considerava um banquete para um neto que, logo, seria feliz.

Enquanto o caixa passava seus produtos o velhinho repentinamente se curvou abaixando a mascará espirrando em seguida, quando se levantou, a colocou de volta; depois de um tempo, tanto eu quanto o caixa e ele ficamos nos encarando tentando compreender o que havia acontecido, quando o idoso se deu conta do que fez exclamou um: "Opa!" enquanto coçava sua nuca, as maças de seu rosto enrugado se elevaram e seus olhos ficaram crescentes, mostrando que estava sorrindo, talvez estivesse constrangido, confesso que se não fosse pelo bom senso, muito provável que teria-mos rido, mas ao imaginar o sorriso que se escondia por trás daquela mascará apenas balancei minha cabeça enquanto sorria, percebi que o caixa fez o mesmo que eu, não dando nenhuma bronca no senhor, não o constrangendo ainda mais.

Quando você precisar escolher entre estar certo e ser gentil, seja gentil.
30 de Julho de 2021 às 02:26 0 Denunciar Insira Seguir história
0
Fim

Conheça o autor

Luana Amorim Não há muito o que mencionar, apenas que sob a luz do luar e das estrelas, sonhos invadem minha mente, criando mais de milhões de aventuras para vivenciar e mais de mil paisagens para admirar, me deixando apenas duas escolhas ao me deixar acordar no dia seguinte: compartilhar com o mundo minhas aventuras ou ficar com as mesmas, torcendo para nunca esquece-las.

Comente algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~