jjkbtty woo

Após mil anos em completa solidão, Jeon Jungkook acorda de seu profundo descanso, pronto para estar ao lado de seu amado. Já Park Jimin não podia acreditar que um homem havia invadido sua casa afirmando ser um demônio e seu parceiro em outra vida. [EM ANDAMENTO] demon jk | jikook flex Capa por @/Colorstaehy no twitter


Fanfiction Bandas/Cantores Para maiores de 18 apenas.

#jungkookbottom #jimintop #jiminbottom #jikookflex #Flex # #lemon #sexo #gay #yaoi #fanfic #demon #kookmin #JIKOOK
12
2.3mil VISUALIZAÇÕES
Em progresso - Novo capítulo A cada 15 dias
tempo de leitura
AA Compartilhar

[0.0] prologue



As luzes em tons diversos refletiam nas peles que se misturavam no meio do grande salão, o som alto fazendo seus corações vibrarem. Perto dali, o homem relaxava no bar, normalemente estaria no andar de cima, atendendo telefonemas e assinando papéis. Vivendo a vida de forma cética.


Preferia estar ali, no meio de gente, um copo de gin tônica e os olhares famintos que recebia. Seu sangue fervia só de sentir o desejo de tantas pessoas transbordando por simples olhares. Gostava de atenção, não escondia de ninguém.


Mas naquela fatídica quinta-feira, onde a Caverna estava mais cheia do que o normal de meio de semana, ele não deixou somente que o olhassem.


Havia um em meio a tantos corpos e rostos bonitos, um que ao menos escondia que estava o encarando. Sentado em uma mesa próxima ao bar, blusa de seda com quase todos os botões abertos, os fios pretos em um penteado bonito, diversos piercings na orelha e uma joia prateada na boca também. Se não tivesse bebido mais que o normal, teria se assustado com as chamas que viu atravessarem as lumes do rapaz.


Não hesitou e deixou com que seus coturnos com um pequeno salto batessem no chão, andou em direção ao homem tão belo. Como se uma linha imaginária de eletricidade os conectassem, seus olhos estavam fixos um no outro. Não estava completamente bêbado, porém sabia que se sóbrio, não teria levado um desconhecido para seu escritório.


Não teria beijado seus lábios de forma tão libidinosa, falado tantas coisas sujas e deixado que seu corpo fugisse do controle de tal forma. Não teria, de forma alguma, gritado de prazer tão alto quanto fez, sentindo o orgasmo lhe abater.


Não deixaria aquele ser que mais parecia ilusão tocar seu corpo sensível com tanta ternura, muito menos deixaria o cansaço dominar seus sentidos.


Acordou horas depois, a lua se despedindo com pesar, o clima ainda frio quando pisou em casa, sentia o resto do álcool em suas veias, o impedindo de reagir corretamente ao encontrar aquele mesmo homem que tinha estado em cima de si há pouco tempo, sentado em seu sofá, nu.


— Meu amor, quanto tempo.




,,,,,



Okay, isso aqui tá mais para um teste, mas eu vou tentar fazer até o final. Foi um plot que brotou na minha mente (como quase todos) e eu simplesmente resolvi postar um pequeno prologue de teste.


Se alguém ler, o que eu acho difícil, espero que goste <3


Later (?)

1 de Julho de 2021 às 14:33 0 Denunciar Insira Seguir história
1
Leia o próximo capítulo [0.1] your energy (e cubos mágicos)

Comente algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~

Você está gostando da leitura?

Ei! Ainda faltam 2 capítulos restantes nesta história.
Para continuar lendo, por favor, faça login ou cadastre-se. É grátis!

Histórias relacionadas