forever_gatito Kauan da

E se você acordasse no vazio? O que faria? É exatamente nessa situação que Trevis se encontra, veja a jornada dele para descobrir toda a verdade. A propósito, se tiverem teorias sobre a história podem me contar elas, decidi não deixar tão óbvio o que aconteceu.


Horror Histórias de fantasmas Todo o público.

#terror #Horror #sangue # #monstros #sozinho #vazio
0
542 VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

Bem vindo ao vazio

Trevis havia acabado de acordar e ainda estava sentado sobre o chão, começou a olhar em volta e apenas o que via era escuridão, os céus estavam escuros sem estrelas ou lua e mesmo assim ainda era possível ver o chão que dava a impressão de estar brilhando levemente, ao reparar no chão viu que se parecia com areia fina e branca mas que nem ele que o estava tocando saberia descrever a textura exata. Não sabia onde estava e nem como havia chegado nesse lugar, ele imaginava que poderia ter ido para algum deserto e havia acabado adormecendo longe de seu carro, mas das únicas lembranças que ele tinha, nenhuma delas era dele dirigindo a um deserto e realmente se afastando de seu carro. Ele já estava andando a alguns minutos procurando alguém ou algo, qualquer coisa com quem ele pudesse conversar a não ser ele mesmo, depois do que pareceu pelo menos meia hora andando ele viu ao longe algumas coisas que chamaram sua atenção e o fizeram deixar a rota que estava fazendo para começar a ir naquela direção. Aproximando-se do que ele havia visto percebeu que eram casas, ele estava impressionado por encontar casas tão distante de qualquer lugar que outras pessoas pudessem viver, ao ver a frente das casas viu que elas estavam com as luzes ligadas, ele foi aproximando-se da porta de uma casa que havia chamado sua atenção, chegando na porta começou a falar

– o-oi, tem alguém aí? – perguntou ele enquanto batia na porta da pequena casa de cor amarela.

Alguns segundos após a pergunta escutou uma leve voz que soava triste vindo de dentro da casa

– va embora, você não acha que já causou problemas demais a nós?

Jeffrey não entendeu o que isso significava, mas ele sentia que precisava entrar naquela casa por algum motivo, ele começou a dar a volta na casa pisando sobre o solo branco, a cada passo que dava sentia a tensão subir por cada nervo de seu corpo. Dando a volta na casa percebeu que em sua lateral havia uma janela aberta, no momento em que viu a janela sentiu que deveria entrar nela, quase como uma raiva incontrolável. Ele se aproximou mais e mais da janela até conseguir chegar perto o suficiente para se apoiar nela. Suspendeu seu corpo e entrou na casa. Dentro do quarto em que havia caído viu uma porta e foi se aproximando dela até ver que estava trancada e que não tinha o que ele fazer a não ser derruba-la, começou a chutar e chutar a porta na esperança de forçar seu caminho para dentro da casa mas tudo parecia ser em vão, a maldita porta não abria. Até que em um momento ele escutou o som de uma chave girando em sua tranca pelo lado de fora, ele começou a tremer pois sabia que alguém estava indo ali para para-lo, viu a porta virar se lentamente e quando ela finalmente abriu, a visão que teve fez seu sangue gelar, viu algo que se parecia com um humano mas que sua mandíbula estava terrivelmente deslocada para baixo fazendo parecer que com que estivesse sempre gritando, com o corpo envolto em sangue. Trevis jogou-se para trás com o susto e a criatura começou a atravessar o quarto em sua direção chorando e sangrando. Olhando em volta para encontrar algo que pudesse usar para se defender da criatura pôde ver que o quarto estava começando a ficar com uma cor avermelhada sobre as paredes, como se o papel de parede colado sobre elas vazasse sangue. Por sorte Trevis viu que perto de onde ele estava havia um taco de beisebol encharcado em sangue, ele levantou rapidamente pôs as mãos sobre o taco e atacou o que quer que fosse a criatura em sua frente, ela caiu sobre o chão fazendo um estrondo pesado, o mesmo som que uma pedra grande faria ao ser jogada sobre um chão de madeira. Vendo a chance que tinha, Trevis pulou para fora do quarto pela janela levando consigo o taco, fora da casa começou a procurar em volta algo que pudesse levá-lo para longe desse pesadelo, a distância viu um carro e soube que aquela era sua única chance de se afastar dessa coisa, começou a correr de forma desesperada para chegar no carro e pôde ver que enquanto corria as portas das outras casas se abriam e gritavam repetidamente monstro, Trevis olhava mas não conseguia ver ninguém que pudesse estar dizendo isso, o som parecia ser trazido pelo vento. Trazido pelo vento ou não, nada faria Trevis parar de correr até alcançar o carro, quando estava se aproximando parou para respirar e no involuntário ato de olhar para trás viu que a mesma criatura que havia tentado o atacar na casa, estava correndo desesperadamente em sua direção, Trevis esqueceu o cansaço, esqueceu a dor em seus pés por estar andando por mais de horas, esqueceu tudo e apenas correu, correu como se fosse a última coisa que faria em sua vida e (certamente seria se não o fizesse) chegou ao carro a tempo, no momento em que entrou e sentou-se no banco do motorista, tudo escureceu, parecia que Trevis havia dormido mesmo estando com os olhos abertos até que repentinamente, tudo voltou, a luz, a visão de Trevis, tudo. Apenas uma coisa havia mudado...

18 de Junho de 2021 às 23:11 0 Denunciar Insira Seguir história
0
Leia o próximo capítulo Biblioteca

Comente algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~

Você está gostando da leitura?

Ei! Ainda faltam 2 capítulos restantes nesta história.
Para continuar lendo, por favor, faça login ou cadastre-se. É grátis!