vatrushka Vatrushka

Nascida e forjada nas trevas, Odile não mede esforços para alcançar o poder. Afinal, é o que ela é. É o seu papel. Uma vilã. E vilões não são vilões à toa. Para aqueles que vivem à margem do “Felizes para Sempre”, pouco há de se esperar além de caos e destruição. Nada é justo... Nem mesmo no universo dos contos de fadas. O mundo nunca lhe mostrou misericórdia. E o Cisne Negro quer vingança. * A personagem principal é inspirada em Odile, o Cisne Negro do ballet O Lago dos Cisnes. * Os personagens desta história são inspirados em personagens já existentes diversas em histórias diferentes - em sua maioria, contos de fadas. O enredo e o cenário foram criados e desenvolvidos por mim (Vatrushka). * Esta história também foi postada nas minhas contas do Wattpad, Nyah! e Spirit. DISCLAIMER: Esta história contém cenas explícitas de sexo, abuso, aborto, estupro, tortura e violência. Você foi avisado.


Fantasia Para maiores de 18 apenas.

#crossover #rainhavermelha #cisnenegro #vinganca #viloes #vilao #vila #bruxaria #bruxa #bruxo #bruxas #bruxos #fantasiamedieval #robinhood #capitaogancho #peterpan #lobomau #chapeuzinhovermelho #cinderela #rumpelstiltskin #rumplestiltskin #rumple #odile #fanfic #lagodoscisnes #101dalmatas #cruella #aprincesaeosapo #brancadeneve #fairytale #contodefada #contosdefadas #magia #magico #medieval #fantasia #alicenopaisdasmaravilhas #absolem
6
2.1mil VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

I

Não sabia ao certo o que estava fazendo ali. Mas ainda assim, lá estava eu: há trinta palmos debaixo da terra, na última e mais putrefata cela do calabouço.

Os guardas me deixaram a sós com o prisioneiro. Entre nós havia apenas a distância das grades e um odor horrível.

— Olá, papai. — Cumprimentei-o, com relativa frieza.

Rothbart franziu o cenho ao ouvir minha voz. Remexeu-se, tentando arrastar as correntes encrustadas em seus punhos com a força ainda remanescente de seu frágil corpo.

— Odile. — Foi sua saudação. Sorri.

— Suponho que nem tudo foi como o planejado. — Debochei. Irônico vê-lo daquele forma; justo ele, que sempre fingiu ter o controle sobre tudo.

Se a Corte pudesse ver a situação do ilustre marquês de Samênia agora...

O moribundo agarrou-se às grades da cela. Seus olhos brilharam de esperança — era a única coisa que ainda tinha.

— Mas tenho certeza que minha brilhante filha terá algum plano. — Ele engoliu à seco, olhando para os lados para conferir se alguém não poderia estar nos ouvindo. — Para me tirar deste lugar imundo.

— Oh, sim, eu tenho planos. Os meus planos. — Admiti, com a voz seca e postura inabalável. Exatamente como ele me ensinara. — Mas eles não te envolvem, papai. Será mais fácil para mim que você permaneça onde está.

Rothbart bateu nas grades com uma força animalesca, buscando me amedrontar como o de costume. Sequer pisquei.

— Fedelha ingrata! Como ousa falar com o seu pai desta forma?!

Não pude evitar de rir.

— Deixá-lo solto para o quê, velho? Para que arruíne tudo de novo, e desta vez me arraste junto? — Cuspi, aproximando o meu rosto de forma ameaçadora. — Não. Você quase conseguiu acabar com a minha vida, como sempre quis. Por mim, e apenas graças a mim, saí ilesa. Agora, finalmente iniciarei minha vida livre, léguas daqui e léguas de você.

Afastei-me alguns passos, admirando sua expressão de desespero. Ah, como esperei para assisti-lo daquela forma.

— Eu quando eu for a próxima rainha, e me escute quando digo que serei — afirmei, com a voz rasgada. — voltarei para te executar pessoalmente.

A expressão de Rothbart fechou-se. Ali, deu-se conta do que havia criado.

Um monstro.

— Até lá... — Dei de costas, com um largo sorriso. — Reflita seu completo fracasso. Terá bastante tempo para isso.

25 de Maio de 2021 às 17:27 2 Denunciar Insira Seguir história
4
Leia o próximo capítulo II

Comente algo

Publique!
Isís Marchetti Isís Marchetti
Olá! Tudo bem com você? Faço parte do Sistema de Verificação e venho lhe parabenizar pela Verificação da sua história. Ai ai, vamos começar por essa sinopse incrível, porque simplesmente me deixou babando pela história! Cara, eu nunca vi uma sinopse tão bem construída assim, de longe ela já mostra o quão fria, vilã e alguém da qual a gente vai começar a torcer por seus planos darem certos. Nunca imaginei que eu seria tão mal caráter a ponto de torcer por uma vilã! Mas acredito também que seria basicamente impossível não torcer por seus ideais, ao se familiarizar melhor com sua trágica história de ascensão. Bom, vamos lá. A coesão e a estrutura do seu texto estão simplesmente fantásticas! A narrativa da história nos leva para um mundo completamente diferente, e eu particularmente adoro, de paixão mesmo, o mundo de reinados e seus conflitos, e logo poderemos ver que ainda tem muito vinho pra escorrer dessas uvas, haha. Eu preciso fazer uma pequena observação aqui sobre as estruturas, referente aos avisos deixados por você logo na sinopse, até onde eu li, está realmente tudo certo com sua história, porém queria pedir para que você desse uma olhadinha nas regras comunitárias e conferisse se está tudo de acordo para não haver futuramente mal entendidos (o que eu acredito que não vá acontecer). Quanto aos personagens, eu achei muito brilhante a forma que usou para comparar eles com alguns personagens já existentes, como no caso da rainha, com a rainha vermelha. Achei que isso só ajudou para que pudéssemos ter mais certeza sobre o tipo de mulher/personagens eles são. Dando mais verossimilhanças a eles. Quanto à gramática, a sua história está simplesmente perfeita, mesmo, eu acabei me envolvendo tanto que simplesmente fluiu os capítulos de uma forma tão simples, que eu acabei tão envolvida que fiquei até surpresa! Foi realmente uma experiencia incrível e maravilhosa. Desejo a você sucesso e tudo de bom sempre. Abraços.

  • Vatrushka Vatrushka
    *.* aaaaa muito obrigada!!! XD XD nem sei oq dizer kkkkkkk fico muito feliz! 2 weeks ago
~

Você está gostando da leitura?

Ei! Ainda faltam 31 capítulos restantes nesta história.
Para continuar lendo, por favor, faça login ou cadastre-se. É grátis!