omma_snape Omma_Snape Prince

A muito tempo no Egito antigo existiu um Faraó que era conhecido por sua coragem, força e impetuosidade com seus inimigos, seu nome era Jeon Jungkook I. Mesmo com seu passado triste e obscuro, ele tinha o que qualquer homem sonha em ter. Terras, riquezas e tanto homens quanto mulheres ao seus pés, mas a única coisa que ele realmente desejava era ter o coração e a honra de chamar o filho de um membro do circulo de nobres do Egito, Park Jimin, de “meu rei”.


Fanfiction Bandas/Cantores Para maiores de 18 apenas.

#reino #jikook #casamento #egito #faraó
1
1.0mil VISUALIZAÇÕES
Em progresso - Novo capítulo A cada 2 dias
tempo de leitura
AA Compartilhar

Bem vindos



O Faraó Jeon estava descansando de mais uma vitória contra o inimigo, ele está na banheira do meio do seu harém enquanto seus ombros eram massageados por duas ômegas, e ainda recebia um cacho de uva na boca por um menino.

O (ômega) – Meu Faraó está bem relaxado? – uma das mulheres do harém pergunta a Jeon.

Jk – Com certeza querida. – ele dá um selinho nela – Chame a Licy para mim. – ele ordena ao menino.

O – Sim Faraó. – o menino sai e um tempo depois uma mulher entra com uma bandeja com petiscos.

Ly – Me chamou, meu rei? – se senta do lado do Faraó, mostrando a ele a bandeja o oferecendo.

Jk – Sim eu chamei. – deita sua cabeça no colo da mulher – Licy querida, você sabe se Jimin veio aqui hoje?

Ly – Sim meu Faraó, ele veio junto de seus pais. Parece que sua mãe está esperando um bebê e pediu para ficar aqui em nossos cuidados – coloca mais um pedaço de uva na boca de seu soberano – O senhor Park avisou que voltaria mais tarde.

Jk – Certo, obrigado por me informar Lizy.

Ly – Não fiz nada que não seja o dever, meu soberano. – ela guarda a bandeja vazia, e faz um cafuné nos cabelo do homem – Ainda tem aquele sonho?

Jk – Claro, eu ainda irei fazer dele meu rei ômega e omma de meu primogênito.

Ly – Quando conseguir isso terei prazer de vestir ele lindamente para o senhor e o ajudar na gestação de seu primogênito.

Jk – Se meu coração não tivesse dono, com certeza faria de você minha rainha ômega. – pega em seu braço e beija sua marca, a qual todos os ômegas de seu harém tem, feita pelo próprio Faraó em seus cios. Mas nenhuma delas é a marca do rei ômega.

Ly – Não nasci para ser rainha, mas agradeço o sentimento que despejou em mim.

Jk – Como anda a sua saúde? Já está melhor? – ele se levanta e se enrola em uma toalha que uma outra ômega o entrega.

Ly – Sim, eu estou melhor. Não tenho mais tanto enjoos quanto antes. – ela toca em sua barriga – Eu comecei a sentir o bebê se mexendo. – ela abre um sorriso alegre.

Jk – Isso é bom! – toca na barriga de Lizy – Logo logo terá mais uma criança correndo por aqui, - os olhos de Lizy começam a lagrimejar.

Ly – Porcaria de sentimentos a flor da pele.

Jk – Não se preocupe, ele é um dos meus filhotes e eu vou cuidar bem dele.

Ly – Você cuida bem de todos as crianças e ômegas do harém. Tenho certeza que o primogênito vai ser muito amado, e com um pai como você com certeza ira ser um grande Faraó.

Jk – Agradeço as suas palavras Lizy e não se preocupe com o bebê, mesmo não sendo o meu herdeiro irei cuidar bem dele.

Ly – Obrigada, meu rei.

O – Faraó, o senhor Park está na sala do trono esperando por você.

Jk – Avise ele que já estou indo.

O – Sim meu Faraó.

Jk – Obrigado pela conversa Lizy, eu já vou. – ela se curva diante de Jungkook.

O Faraó foi até seu quarto onde seus empregados o esperavam com suas roupas cerimoniais. Eles o arrumam, e após terminarem seguiram o rei até a sala do trono, onde a família Park residia.

A porta é aberta e todos do local se curvam diante do Faraó, ele se senta em seu trono e todos voltam a suas posturas normais.

Sp (Senhor Park) – Meu Faraó eu vim humildemente diante de você hoje para lhe fazer um pedido.

Jk – Não precisa dessa formalidade toda comigo, você é como um amigo para mim. Mas me diga qual é o seu pedido.

Sp – Descobrimos recentemente que minha esposa está gravida, e eu gostaria que ela abitasse o seu harém nesse período.

Jk – Eu abro as portas do meu harém com prazer, mas ela se sentiria sozinha lá, não acha?

Sp – Se você concordar o meu filho ômega pode acompanhar ela durante a gestação.

Jk – Eu acho uma ótima ideia, uma das minhas ômegas está gravida também e seria uma ótima oportunidade para ela não se sentir sozinha.

Sp – Então tudo está de acordo?

Jk – Sim, por favor deem um passo em frente.

A mulher e o filho ômega deram um passo em frente.

Jk – Sejam bem-vindos ao meu harém.

18 de Maio de 2021 às 14:58 0 Denunciar Insira Seguir história
1
Leia o próximo capítulo Noite de amor

Comente algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~

Você está gostando da leitura?

Ei! Ainda faltam 5 capítulos restantes nesta história.
Para continuar lendo, por favor, faça login ou cadastre-se. É grátis!