Problemas técnicos - estamos enfrentando alguma sobrecarga do servidor, causando grande lentidão no desempenho - seja paciente enquanto resolvemos os problemas.
edgar-macedo-silva1618273428 Edgar Macedo Silva

A vida tem disso, num dia tu planos pra viver o resto da vida com alguém. No outro, tu se vê aterrorizado em ser o único ponto de entretenimento de uma vida vazia. Após decidir viver as consequências de seu exílio. Vamos presenciar os ciclos que começam a ser desenterrados do coração de alguém que se partiu o coração.


Poesia Romance Todo o público.

#poesia #Ciclos
0
372 VISUALIZAÇÕES
Em progresso - Novo capítulo Todos os Domingos
tempo de leitura
AA Compartilhar

Honestidade, algo em que todos deveriam apostar.

Me acordei às 6 da manhã, sem saber onde estou, permaneço.

Fico pensando como vim parar aqui.

Fisicamente? Não.

Levantei as 7, me sentindo meio mequetrefe. Um corpo sem molejo.

Percebi que aos poucos meu eu se extingue.

Lamento profundamente. Aos poucos acelera o coração.


Fiz um café, daqueles que eu gosto,

Sem açúcar, mas tem aroma de caramelo.

Igual ao chocolate que eu mais compro.

Que tem recheio de morango, mas chocolate meio amargo por fora.

Parei e pensei no que me tornei agora.

Aos poucos fico sem entender porque eu sempre assim fui.

Sempre torto, sempre do meu jeito esguio. Sempre me contendo.

No porquê do meu sangue que do meu corpo ainda flui?

Se eu sequer mereço?


Notei que sempre gostei de mim.

Até o momento de te conhecer?

Me dei ao luxo de notar que eu era estranho.

Entendi no reflexo poderoso de um sim.

Que eu não poderia te esquecer.

Me sinto maltrapilho e furado.

Como se todo o sentimento do mundo não me preenchesse.

Agora já sei que não consigo mais viver feliz.

Como se o mundo me esquecesse.

Marco sua vida como um quadro negro é marcado por um giz?

Mas eu me gastei pra tentar ser nós. Por mais que ninguém percebesse.


Já não me culpo tanto, e o sentimento de viver sozinho. Não me parece tão sombrio.

Essa vida me encaixa, como se eu fosse um lego.

Me culpo por me dar ao luxo disso ter vivido.

Como se fosse eterno,

Mas não como se fosse um ciclo a ser interrompido.

19 de Abril de 2021 às 00:03 0 Denunciar Insira Seguir história
1
Leia o próximo capítulo Retomando a noção do tempo

Comente algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~

Você está gostando da leitura?

Ei! Ainda faltam 1 capítulos restantes nesta história.
Para continuar lendo, por favor, faça login ou cadastre-se. É grátis!