0
270 VISUALIZAÇÕES
Em progresso - Novo capítulo Toda semana
tempo de leitura
AA Compartilhar

A HISTÓRIA QUE NÃO DEVE SER CONTADA

olá para todos vocês! eu espero que todos estejam bem.

Essa história é baseada em fatos Reais. 6 anos atrás eu ouvi uma história, um amigo da minha sala tinha me contado ela. E em 2015, todas as pessoas estavam falando de um aplicativo pra criar historias. Então eu resolvi instalar esse aplicativo. eu estava completamente sem ideia pra criar qualquer história. Porém eu me lembrei da história que meu amigo tinha me contado e resolvi escrever essa história. e um tempo depois de 2015 pra cá, tudo ficou completamente. estranho.

Bom...

Acho que devo contar a Vocês onde tudo começou.


Era apenas um dia normal. Eu acordei, escovei meus dentes, tomei café e deitei de novo, como eu sempre fazia. Mas naquele dia algo estava errado e eu não sabia explicar o que era. Mas eu podia sentir, sentir no ar, sentir na minha alma, estava com uma sensação estranha, e não podia explicar da onde aquela sensação vinha. Sentia como se minha alma estivesse se corroendo aos poucos, como se tivesse alguém esfaqueando meu cérebro lentamente, e a cada facada eu podia sentir a faca lá dentro. A faca ia até o alto, parava por alguns segundos no ar, e descia a toda velocidade e esfaqueava meu cerebro com toda força. Dava pra sentir a faca entrando com tudo e saindo lentamente, e aquilo se repetia a todo instante.


Eu estava apenas com uma sensação ruim, mas era normal... Bem, era o que eu achava naquela época. E eu fiquei me perguntando por que eu estava me sentindo daquela forma, Por mais que eu perguntasse a mim mesmo, por mais que eu tentasse encontrar alguma resposta, eu não achava. Mas foi quando eu me dei conta que talvez pudesse ser pelo fato de que eu tive um sonho no dia anterior.

Na verdade um pesadelo. um pesadelo perturbador, no qual eu me lembro perfeitamente até hoje. Das sensações, das emoções, da dor, da queimação, do cheiro de sangue por toda parte. Meus olhos se queimando a cada instante. não conseguia respirar, não conseguia fechar meus olhos. Gritos por toda parte, sentia meus pés sobre poças de sangue. Lembro que estava caminhando em um lugar frio. não sabia aonde eu estava, escutei uma voz que eu não sabia de onde vinha, e bem baixinho a voz susurrou:

- Mais um passo, mais um passo, mais um passo, mais um passo, mais um passo.


Aquela voz não parava de repetir aquelas palavras. eu sentia que eu tinha que parar de andar. Por mais que eu não soubesse aonde estava, sentia que chegaria em algum lugar, mas a voz Não parava de susurrar aquilo.. estava ficando frustrado. tentei parar de andar, mas não conseguia, parecia que eu estava sendo controlado por aquela voz, por Mais que eu tentasse parar, não dava, eu tampei meus ouvidos e assim que eu fiz issso parei de escutar aquela voz, e percebi que tava conseguindo controlar meu corpo novamente, parei de caminhar, e fiquei aliviado, mas ainda estava um pouco frustrado e nervoso, passou alguns segundos, mas por algum motivo eu senti como se tivesse se passado anos, bom eu deixei aquela sensação de lado, e tentei tirar meus dedos do ouvido, na curiosidade pra saber se aquela voz ainda estava lá, e eu pensei que mesmo se eu começasse a escutar aquela voz novamente era só tampar meu ouvido de novo, estava com medo. eu Não sei, era como se algo estivessse me dizendo pra não tirar meu dedo do ouvido. por um pequeno instante eu hesitei, naquele pequeno instante que eu tinha hesitado parecia que o tempo estava mais devagar, ouvia meu coração batendo bem forte, minha respiração estava ofegante, senti um cala frio em todo o meu corpo, então naquele momento tomei coragem e tirei meus dedos do ouvido e não ouço a voz, Não escutava Nenhum som, tava um silencio absoluto, a única coisa que eu escutava era meu coração disparado batendo cada vez mais forte e minha respiração que cada segundo que passava sentia ela mais ofegante.


12 de Abril de 2021 às 02:31 0 Denunciar Insira Seguir história
0
Continua… Novo capítulo Toda semana.

Conheça o autor

Comente algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~

Histórias relacionadas