alexisrodrigues Alexis Rodrigues

Quando Daisy aceitou aquele sorvete, ela nem imaginava onde estava se metendo. inspirada por ''Tag, You're It'', da Melanie Martinez.


Conto Impróprio para crianças menores de 13 anos.

#songfic #perseguição #daisy #Cidade-Tulipa #Baldrak
Conto
1
3.7mil VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

Único


A doçura daquele sorvete não valia o preço que ela foi forçada a pagar.

Daisy corria em direção à floresta que circundava os limites da cidade Tulipa, com medo demais para parar, apesar de seus pulmões queimarem enquanto ela tentava respirar.

''Que estúpida eu fui!'', repreendia-se mentalmente enquanto pensava em como havia parado no meio do nada com aquele estranho.

Sempre fora alertada pela mãe: ''Não aceite nada de estranhos, por mais gentis que eles possam parecer. É na gentileza que mora o perigo''.

Se sua mãe estivesse viva para vê-la ignorar seu conselho, sabia que ouviria um belo de um sermão, merecido, a propósito.

A culpa era da fome, é claro.

Desde que fugira de casa para escapar de seu pai viúvo, que já não batia bem das ideias, conseguir comida se tornou uma tarefa difícil para aquela adolescente de treze anos.

Na maior parte do dia, ficava em lugares públicos, onde muita gente circulava, a fim de se sentir segura e de alguma forma passar despercebida, afinal, a polícia provavelmente estava a procurando desde que fugira de casa.

Se ao menos soubesse o que iria acontecer naquele dia...! Voltaria para casa em um piscar de olhos e ficaria grata por qualquer sermão que seu pai quisesse lhe dar, pois parecia mais aturável que ter um maluco correndo atrás dela depois de drogá-la com um bocado de sorvete.

Aquele foi um dia bem quente e ela não tinha conseguido dinheiro de nenhuma carteira, pois não conseguiu roubar nenhuma.

Quando não conseguiu mais correr, tropeçando nos próprios pés, embrenhou-se na infame floresta da cidade, onde quem entrava não saía, vivo ou morto.

Se escondendo atrás de um arbusto, viu quando seu perseguidor parou no limite da floresta, na entrada. Ela nunca gostou de homens carecas com sorrisos largos e estava arrependida por ter contrariado seus instintos justo naquele dia.

O homem, ainda com a mesma roupa de sorveteiro, observou a floresta por um bom tempo. A machadinha em suas mãos acabou pendendo para o lado quando ele por fim pareceu desistir de sua caçada.

Daisy respirou aliviada, relaxando sobre a relva, o coração ainda acelerado pela adrenalina da fuga. Estava prestes a se levantar para procurar uma saída que não a levasse até seu perseguidor, quando ouviu passos nas proximidades. Ele havia entrado sem que ela notasse?

– Você gosta mesmo de viver, não é?

Aquela voz não era do sorveteiro. Era um sussurro estranho, ecoava em sua cabeça. Ela engoliu a seco. Estava ficando louca?

– Fez um bom trabalho sobrevivendo até agora. Gostaria de continuar?

''O que isso quer dizer?'', se perguntou irritada.

– Quer continuar como a presa ou se tornar a caçadora?

''Qualquer coisa que inclua não morrer de fome e sozinha já seria bem legal'', pensou consigo mesma.

Mas seus pensamentos foram ouvidos.

– Precisa de mais ambição que isso se quiser sobreviver nesta floresta, Daisy.

Dessa vez, a voz parecia mais alta, clara, e próxima dela.

– Peguei você – ouviu ao pé do ouvido.

E sua visão enegreceu subitamente.

24 de Março de 2021 às 10:16 5 Denunciar Insira Seguir história
9
Fim

Conheça o autor

Alexis Rodrigues Olá, turubem? Meu nome é Alexis (na verdade é pseudônimo), manauara de 25 anos (tô velha). Tenho graduação plena em Letras - Língua Inglesa pela UNINORTE e atualmente estou terminando minha pós-graduação em Criminologia pela Unyleya. Sou feia, mas não mordo ;) Fanfiqueira de carteirinha, mas posto originais aqui também. Faço parte do Time de Verificação do Inkspired. Em caso de quaisquer dúvidas com a plataforma, não hesite em nos perguntar ;) Estamos aqui para melhor atender vocês <3

Comente algo

Publique!
Max Rocha Max Rocha
Em minha concepção Alexis, um conto é como uma fotografia, um instante capturado, que deve jogar o leitor diretamente no cerne do acontecimento e lhe causar impacto, podendo ter um final aberto como este aqui (o que aliás gosto). Não se faz necessário muita explicação. O aprofundar da trama e/ou dos personagens talvez caiba mais numa noveleta ou romance. Por isso, em minha humilde opinião, seu texto classificado como CONTO, preenche todos os requisitos.
March 31, 2021, 14:13
Max Rocha Max Rocha
Não conheço ainda Melanie Martinez, mas já percebo um estilo que lhe parece peculiar Alexis, lendo um segundo texto seu. E gostei do que li. Texto enxuto, sem delongamentos maçantes e sem explicitudes vulgares, que deixa a cargo do leitor as possíveis e diversas conclusões. Aplausos do Fantasma.
March 31, 2021, 13:57

  • Alexis Rodrigues Alexis Rodrigues
    Eu tô bastante surpresa dos meus textos te agradarem por serem enxutos '-' sabia que é o que eu mais odeio nos meus textos? Eu sempre tenho a sensação de que não aprofundo nada o suficiente, nem os personagens, nem a trama. Mas o seus comentários me fizeram ver a minha escrita por outro ângulo ♡ obrigada ♡ March 31, 2021, 14:04
A Louca dos Cavalos A Louca dos Cavalos
Oiee ♡ DEIXA EU SURTAR POR QUE O SURTO É LIVRE. Menina você tem uma forma tão foda para escrever contos, acho que somos parecidas nisso. Gosto de exaltar meus contos pois sempre vejo eles como pedaços da minha alma e da minha inspiração. E você também deve ser semelhante nesse quesito, por que seus contos também parecem ter pedaços da sua alma e de sua inspiração. Eu amo Melanie Martinez e essa música, sei o quanto ela é trágica e tem uma história triste por trás, mas não sei, tem algo nessa música, na letra, no clipe que simplesmente me prende e posso passar horas ouvindo. E quando eu vi esse conto, surtei. Eu tinha visto por cima o nome e cliquei mas depois que vi que era seu, aahh, muda tudo. E aahhh outra coisa, eu também tenho um conto inspirado nessa música e em uma outra. Como eu parei de postar meus contos originais online e só posto os do desafio aqui, nunca cheguei a mostrar ele pra alguém mas preciso te mostrar por que é a mesma vibe. Agora para a história. Triste realidade da personagem e pior ainda a verdade que compõe ela, a situação que sofre com o pai que faz desencadear tudo. E os males que a cercam. Você fechou com chave de ouro. Parabéns guria ♡ Você é um máximo, muito legal ter te conhecido. Bjss de cavalinhos ♡
March 30, 2021, 06:53

  • Alexis Rodrigues Alexis Rodrigues
    Ahhhhh ♡♡♡♡♡ não sabia que vc também gostava da Melanie ^.^ eu comecei a ouvir as músicas dela recentemente e essa em particular tocou em loop por pelo menos meia hora no meu pc 😅 fico feliz que tenha gostado ♡♡♡♡♡ March 31, 2021, 14:02
~
Cidade Tulipa
Cidade Tulipa

Cidade Tulipa é a principal exportadora de flores de Terra Flos, mas o que faz dela especial não são suas flores, e sim os estranhos acontecimentos que tendem a ocorrer em seu solo mágico. Leia mais sobre Cidade Tulipa.