edivaldo-junior1615013143 Edivaldo Junior

uma entidade chama alguns jovens e dá a eles o poder de deuses gregos, porém ela não os revela o motivo, pode ser apenas por diversão ou pode ter algo por trás...


Ação Impróprio para crianças menores de 13 anos.

#Deuses # #jovens #humor
0
1.3mil VISUALIZAÇÕES
Em progresso - Novo capítulo A cada 15 dias
tempo de leitura
AA Compartilhar

Presente Divino

Era o início das aulas,muitos alunos chegando na escola mas 5 deles é o que importa, o primeiro deles é Maykon um cara que usa óculos,moreno,magro e piadista geralmente o líder , depois vem José ele é um cara grande e um pouco gordinho, normalmente ele é o mais calmo e também é o mais forte entre eles, logo após vem João Paulo, ele é um cara de meia estatura e cabelo enrolado e em questão de personalidade ele não se importa com nada só quer ficar na dele,Bom também temos o Murilo ele é o "Zé droguinha" da turma , por último mas não menos importante Edivaldo,ele é o melhor amigo do maykon, tem a personalidade explosiva,e usa óculos e é alto, bom esses são nossos protagonista.

No início das aulas eles tinham o costume de se encontrar no portão da Escola antes do sinal bater, quando todos chegaram e começaram a conversar entre si algo estranho aconteceu ao bater do sinal eles cinco mudaram de local, agora eles estavam num lugar todo escuro e de frente para um ser enorme e que parecia estar brilhando, todos ficaram assustados e Edivaldo gritou:

- AONDE CARALHOS NÓS ESTAMOS?

- a gente tá de frente para um cara que brilha e que é gigante e você grita? Nossa vc é um "gênio"- disse Maykon

João começa a andar em direção daquele ser estranho e pergunta

-O que você quer de nós?

O ser diz:

-Olá, eu sou o criador...

Antes de termina a frase Edivaldo o interrompe:

- como assim criador?

-Você é um boçal por acaso?criador, ou seja, aquele que criou você e aquela bolinha de ping pong que vocês chamam de planeta, disse o ser estranho.

Todos ficaram com o olhar de surpresos e o criador continuou falando

- trouxe vocês aqui para dar a vocês uma benção,quero que vocês escolham um Deus grego para vocês terem os poderes deles, cada um pode escolher apenas um e não pode mudar, então pense bem.

Então José comenta:

- por que você fará algo assim?

O criador responde:

- diversão, curiosidade ou talvez eu tenha algum objetivo,isso vocês teram que descobrir,então escolham logo seus poderes, diga-me José qual você escolhe?

- eu escolho Ares, Deus da guerra,Respondeu José.

O criador então com um olhar de felicidade diz:

-Muito bem, agora cada um fale o seu deus, se não escolheram ainda... Sinto muito mas eu tenho pressa.

Edivaldo escolheu Posêidon

Maykon escolheu Hades

João Paulo escolheu Zeus

E Murilo escolheu Dionísio

O criador ouvindo cada uma das escolhas diz:

-Dionisio? O deus do vinho? Jura Murilo? Não irei nem comentar,o resto eu amei a escolha de todos,agora irei dar suas armas,porém só devem ser usadas em uma situação crítica e além disso só o usuário escolhido pode usá-la.

Então assim foi dado:

O Tridente para o Edivaldo

A Foice para o Maykon

Uma arma moldável para o José

Raios especiais para o João

E um baralho de cartas para o Murilo.

Logo após todas as armas serem dadas João Paulo comenta:

Já acabou? Podemos ir? Já tô com sono

O criador então responde:

Ainda não, vocês também terão a sabedoria para usar seus poderes,ou seja, vocês já sabem usá-los mesmo sem treino, odeio essa enrolação chata que tem em filmes ou desenhos, então vocês já começaram 100% e também vão ter a habilidade criação,essa habilidade permite que crie o que quiserem,contando que seja no máximo do tamanho das suas duas mãos e não seja místico,agora sim é tudo.

Assim que ele terminou de falar,ele estalou os dedos e todos voltaram aonde estavam e no momento em que estavam.



6 de Março de 2021 às 07:02 0 Denunciar Insira Seguir história
1
Leia o próximo capítulo Introdução do demônio

Comente algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~

Você está gostando da leitura?

Ei! Ainda faltam 5 capítulos restantes nesta história.
Para continuar lendo, por favor, faça login ou cadastre-se. É grátis!