awnthony awnthony

Pensamentos, talvez Obito pudesse ser resumido facilmente nesta simples palavra. Cada gesto, cada olhar e sorriso, tudo para o Uchiha sempre tinham um significado por trás e talvez por isso que quando apareceu de madrugada na casa de seu amigo Kakashi, seus pensamentos não o deixaram e ele finalmente pôde perceber que talvez o seu amor pelo Hatake, não fosse só fraternal. [Sinopse feita por @lightie do blog Fairy Edits] (Disclaimer: Os personagens da fanfic e o universo ficcional não me pertencem. Eles são propriedades exclusivas de seus criadores. É apena uma história feita por uma fã e para fãs, sem fins lucrativos!)


Fanfiction Anime/Mangá Impróprio para crianças menores de 13 anos.

#oneshot #amigos #universoalternativo # #madrugada #melhoresamigos #KakaObi #amorresurge
Conto
8
2.7mil VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

Madrugada de sentimentos

Obito não havia parado para pensar, até alguns meses atrás, no fato de que sempre que precisava esfriar a cabeça, ou simplesmente relaxar após um dia difícil, pegava seu carro e dirigia até o apartamento de Kakashi, o horário nunca importava - também, era tão automático ir até ele que qualquer momento parecia o certo.


E o Hatake, com aquele seu jeitinho metódico que todos conheciam, abria várias exceções para a sua presença em sua casa. Se alguma vez o incomodou, o outro não deixou transparecer, mas era tão bem acolhido - fosse com um bom dia, boa tarde ou boa noite -, que Obito sentia-se em sua própria casa.


A presença de seu amigo, mesmo quando estava ranzinza, confortava-o e tal sentimento, ainda que estivesse ali há vários anos, sempre parecia novo e complicado nos dias em que uma ansiedade o tomava de repente; as mãos suando e o contato de seu ombro com o de Kakashi ao assistirem a um filme juntos no sofá, deixava-o inquieto com milhares de pensamentos na mente.


Certas vezes, cogitava se arriscar e perguntar se o amigo passava por tal situação parecida, porém era complicado encará-lo nesses momentos e abrir a boca. Era como chiclete grudado no cabelo, difícil de arrancar mesmo e, desde que pensou nisso, parecia não existir Obito Uchiha sem essas incógnitas consigo.


Então, nessa noite, em que novamente a madrugada veio e com ela os seus gastos no mercadinho da esquina em salgadinhos e bebidas cheias de açúcar fechando com alguns doces e seu toque no interfone do prédio do Hatake, Obito já nem assistia mais ao filme, a questão não era seu medo aos 23 anos por filmes de terror, ainda menos com o clássico O Exorcista que Kakashi havia escolhido por ser sua vez hoje.


Também não era sono, porque, obviamente, a agitação corria por suas veias graças a sua alimentação do presente. De todas as possíveis opções para a sua falta de concentração, restava apenas uma que estava bem na frente do Uchiha que ele queria fingir não ver porque o surto interno vinha e ele era péssimo em esconder as coisas, principalmente, quando envolvia um de seus amigos mais antigos e íntimos.


A mão de Kakashi entrelaçada na sua com a cabeça dele deitada em seu ombro, essa era a opção correta. Obito não fazia ideia de como haviam ficado assim, mas não queria reclamar, pois o calor do outro tão colado em seu corpo causava arrepios sutis e bons em si. Provavelmente, ele podia perceber seu estado, ainda mais com sua mão suando pelo nervosismo.


Tentou acalmar um pouco o coração para depois se arriscar a fazer o mesmo que o outro, deitando sua cabeça sobre a do Hatake, e, como ele em nada protestou, sentiu que estava tudo bem. Aquela era uma situação totalmente nova e ambos pareciam confortáveis, então Obito não pôde evitar um sorriso ao chegar nessa conclusão.


As horas passaram tão rápido que nem percebeu, com isso, não demorou muito para que o sono viesse, mas ainda em um estado de dormência e lucidez, pôde sentir quando Kakashi soltou sua mão e se levantou do sofá, logo um cobertor estava sendo posto sobre o Uchiha e um singelo beijo em sua testa.


Obito pôde dormir tranquilo, sentido-se protegido e acolhido por aquele homem de cabelos cinza que várias vezes arrancava um sorriso seu facilmente. E se ele estivesse ao seu alcance naquele momento, teria visto Kakashi sorrir bobo para o nada, indicando que para o Hatake não era tão diferente de como era para o Uchiha.


  • Betagem da fic feita por caprihorn do Animes Design💫



19 de Fevereiro de 2021 às 17:19 0 Denunciar Insira Seguir história
2
Fim

Conheça o autor

awnthony ⠀⠀⠀⠀⠀⠀𝙋𝙇𝙐𝙎 𝙐𝙇𝙏𝙍𝘼! -'ღ'- ⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Comente algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~