way_borges229 Way Borges

Quando Tony Stark entrou em seu apartamento e não tropeçou no gato, teve a certeza que algo tinha acontecido. Quando Tony Stark entrou na sala de estar, percebeu o que estava errado. Enterrado sob uma pilha de livros e um monte de cobertores, Loki dormia profundamente parecendo terrivelmente exausto, onde normalmente tinha uma expressão suave, a carranca havia assumido. IronFrost (Livre) (Capítulo Único) (UA)


Fanfiction Filmes Impróprio para crianças menores de 13 anos. © Os personagens não me pertencem, porém a história é inteirinha minha. Capa editada por mim - créditos da imagem ao(s) autor(es).

#ironfrost #mcu #marvel #romance #tonystark #loki
Conto
2
2.2mil VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

Capítulo Único

Notas Iniciais

Olá meus amores, como estão? Querem uma historia fofa do Tony com o Loki?

Pois eu estou trazendo uma para vocês e deve agradecer [email protected], ela que desde minha longfic Translucido, vive me pedindo historia com esses dois.

Mas chega de falatório, boa leitura e espero que gostem


***


Quando Tony Stark entrou em seu apartamento e não tropeçou em Oscar, teve a certeza que algo tinha acontecido. Normalmente, seu gato ficava deitado espalhado, ao lado do aquecedor no corredor, então, quando ele não estava lá, sempre era um mau sinal. Eles não tinham ideia de porquê o gato preferia o corredor, quando havia um aquecedor funcionando perfeitamente na sala de estar, onde ele poderia deitar no sofá. Quem entende esse gato? Ele certamente não o entendia.

Na maioria das vezes, Tony mal conseguia não cair sobre Oscar e era agradecido com um silvo raivoso. Ele ainda não tinha certeza dos motivos que faziam o seu namorado, Loki, gostar de Oscar, porque tinha certeza de que aquele gato gordo o odiava profundamente, e planejava matá-lo de uma maneira bem violenta. "Ah, você simplesmente não entende o estilo de vida extraordinário dele!", Loki sempre resmungava e puxava Oscar para longe de Tony, como se ele fosse à luz de sua vida, enquanto Tony tinha que roubar um 'beijo de boas-vindas'.

Mas o Oscar não estava aqui hoje.

Quando Tony Stark entrou na sala de estar, percebeu o que estava errado. Enterrado sob uma pilha de livros e um monte de cobertores, Loki dormia profundamente, e Oscar estava deitado de bruços, olhando Tony com desconfiança. Os olhos do gato estavam claramente dizendo a ele para ficar longe e não acordar o outro homem. Loki estava deitado de costas, esparramado no pequeno sofá, os pés balançando nas laterais e roncando baixinho com os cabelos negros pendendo por seu rosto. Mesmo dormindo, ele parecia terrivelmente exausto, onde normalmente tinha uma expressão suave. A carranca havia assumido.

A semana das finais estava realmente sendo uma merda.

Sendo três anos mais velho, Tony já tinha terminado a faculdade e não precisava mais se preocupar com aquelas semanas horrorosas, mas ainda lembrava de como era e sabia como Loki deveria estar se sentindo.

Silenciosamente, Stark se aproximou dele, sem tirar os olhos do gato, que estava ronronando. Ele pegou os livros, marcando as páginas que estavam abertas. "Introdução à Poesia Romântica", "Filosofia Clássica", "Politeia de Platão". Nada disso parecia divertido.

Tony bufou ao encontrar não apenas um, mas três cadernos diferentes, entre a literatura pesada, todos eles cheios de poemas curtos, monótonos e pensamentos de seu namorado. Loki sempre foi um procrastinador criativo. Ele acariciou o cabelo de Loki brevemente, percebendo como Oscar havia parado de ronronar e estava olhando para ele; certamente, pronto para matá-lo. Balançando a cabeça, Stark deixou o homem sozinho e se ocupou desfazendo as malas que levou para a rápida viagem de três dias, que precisou fazer a mando da empresa para qual trabalhava. De qualquer maneira, não adiantaria acordá-lo agora, estava claro para ele que seu namorado precisava dormir. Não foi necessário muito para Stark perceber que Loki parecia exausto, e isso não era saudável.

Depois de organizar as roupas, Tony tomou um banho relaxante e vestiu roupas mais confortáveis. Quando estava voltando para sala, ele ouviu o farfalhar dos cobertores e um gemido baixo, seguido por alguns gritos. "Merda! Merda! Merda!" Então um baque e Oscar, que aparentemente havia caído do sofá, quando Loki se sentou e estava sibilando antes de sair correndo da sala de estar. Agora, ele provavelmente estava de volta ao seu lugar no corredor.

– Está tudo bem? – Stark perguntou, entrando na sala.

– Sim! Eu estou bem! Já é tarde? Quanto tempo eu estive dormindo? Por que você não me acordou? – Loki perguntou, agitado, mexendo no caos de livros e papéis. Um suspiro saiu dos lábios de Tony, em seguida ele caminhou até o namorado.

– Ei Lokes – ele chamou, tocando no ombro de Loki, que pulou assustado com o toque, depois respirou fundo envergonhado por seu comportamento e finalmente olhou para Tony.

– Oi – ele respondeu, em seguida se deixou nos braços do Stark, que retribuiu satisfeito. – Senti sua falta, Ursinho – Loki murmurou manhoso, na curva de seu pescoço, antes de dar um beijo na tira de pele bem acima da gola de seu suéter. Isso fez Tony rir, achando fofa a confissão de seu amado.

– Também senti sua falta – Stark avisou, e beijou a têmpora do namorado, antes de encerrar o abraço. – E eu sinto muito, mas você está uma merda, baby. O que foi?

Loki suspirou e apontou para os livros e papéis.

– Provas finais. Eu não sei o que há de errado este ano, há muito o que fazer. Duas redações e os exames, e eu estou atrasado em minhas leituras de filosofia e simplesmente não entendo! – Ele se deixou cair no sofá. – Está tudo dando errado! Eles me disseram que filosofia seria uma boa eletiva, mas eu sou muito estúpido ou algo assim. Vou reprovar em todos os cursos neste semestre – sua voz tinha ficado mais alta no final, e falava tão rápido que era difícil de entender o que ele dizia.

Tony ficou sem palavras, nunca em seus anos de amizade ou durante seu relacionamento, ele vira Loki em tal estado de pânico.

– Quando foi a última vez que você dormiu mais de três horas? – Stark perguntou, timidamente. Ele poderia lidar com isso, ao menos, esperava que sim. Seu amigo Bruce Banner também surtava durante suas provas finais.

– Se contar hoje, que você não me acordou! – Loki rebateu e deu um pulo do sofá. – Eu não sei. Domingo? – acrescentou, seu rosto era uma expressão de raiva e pânico puro.

Sim, ok, não, isso era diferente do Bruce. Era sexta-feira, o que significava que Loki não dormia por mais de três horas há quase uma semana, e isso não era nada bom. Tony encarava o namorado que estava andando pela sala parecendo desnorteado.

– Ei, baby, pare um segundo, por favor! – Stark se aproximou, mas não ousou tocá-lo, pois não faria bem devido ao seu estado de nervos. – Vamos, Lokit, olhe para mim.

– Estou bem, só preciso fazer isso. Estou muito atrasado. Eu... preciso... não posso... – as pernas de Loki cederam, mas Tony conseguiu evitar que ele caísse.

– Shiuuu... Respire. Venha, se concentrar na minha voz e respire comigo. Inspire. Expire. Nada mais. Apenas respire, por favor – Stark pediu, tentando evitar que o namorado desmaiasse.

Levou algum tempo, mas Loki conseguiu se acalmar, apesar de que ainda tremia um pouco. Sua mente estava mais lúcida, o que dava a certeza de que não desmaiaria novamente, para alívio de Tony.

– Tudo bem, sente-se no sofá, vou fazer chocolate quente para nós – Stark avisou.

– Mas eu... – Loki começou, mas foi interrompido com um beijo na testa.

– Você precisa fazer essa leitura, você não entende, eu sei. Olha, na verdade, eu tive que lidar com a 'Politeia' há alguns anos, então, que tal eu ler para você e te explicar? – ele realmente queria que o namorado relaxasse, mas também sabia que ele não seria capaz de persuadi-lo a fazer isso. Após um breve momento, Loki acenou com a cabeça e se enterrou sob os cobertores.

– Ursinho... Você pode colocar marshmallows no meu chocolate quente? – Tony sorriu com o olhar de expectativa do namorado.

Trinta minutos depois, eles estavam deitados no sofá confortavelmente, Loki encostado no peito do Stark, com uma caneca cheia de chocolate quente com muitos marshmallows nas mãos e suas anotações no colo, ouvindo seu namorado falar sobre filosofia grega.

– Ok, então, em geral, ele diz que existem três classes de cidadãos livres, o resto das pessoas não são livres e, portanto, não fazem parte da Politeia, ok? – Loki acenou com a cabeça.

Isso soou familiar, pelo menos, ele deve ter ouvido na palestra antes. As explicações de Tony tornaram toda a provação da semana de provas muito mais suportável, isso fez com que o pânico de antes diminuísse. Com um suspiro de contentamento, Loki se aconchegou mais perto e procurou a mão do namorado sobre os cobertores e entrelaçou seus dedos.

– Você nasce nos grupos e... Você está bem? – Stark indagou baixinho perto de seu ouvido. Loki apenas cantarolou em concordância. – Vamos estudar apenas mais um tópico, depois nós vamos parar por hoje e poderemos assistir uma comédia romântica cheia de clichês adolescente. Você está se sentindo melhor?

– Muito melhor, obrigado... E eu sinto muito por pirar.

Tony acariciou os cabelos do namorado e beijou o topo de sua cabeça. Embora soubesse que provavelmente precisariam conversar sobre isso, agora não era o momento ideal, não quando Loki finalmente se acalmou.

– Não há nada pelo qual você precise se desculpar. Sem surtos, não seria você! Apenas, por favor, cuide de si mesmo durante a temporada de exames – ele beijou o ponto atrás da orelha de Loki, local que sempre o fazia rir e continuou com sua explicação. – Então, como eu disse...

Depois de três horas, e de beberem mais chocolate quente com bastante marshmallow e assistirem um filme bobo em uma plataforma de streaming, discutindo quais papéis seus amigos desempenhariam, Loki começa a se mover como se estivesse meio grogue, a mente capturada e superada pela exaustão de seu corpo. Mesmo assim, antes que Loki faça alguma coisa ou diga alguma palavra, Tony coloca um braço em sua cintura e desliza sua perna sobre a do seu amado, o abraço acaba com qualquer resto de consciência e eles adormeceram profundamente no sofá. Com os braços de Tony ao redor dele, Loki sentiu que mesmo a pior temporada de exames não poderia ser tão ruim.


***


Notas Finais

E ai meus amores, o que acharam da historia?

Deixem um comentário para sua amada autora e lembrem-se de votar

Quero agradecer [email protected] com a ajuda na correção da historia. au au

bjus grandes meus xuxus lindos

4 de Fevereiro de 2021 às 14:07 0 Denunciar Insira Seguir história
1
Fim

Conheça o autor

Way Borges Nome: Waynne Borges Idade: depende da ocasião Sou um universo em constante expansão, sempre aprendendo coisas novas e aberta a novas experiências. Tímida no primeiro contato, mas depois o difícil vai ser me fazer parar de falar. Sou gentil, atenciosa e educada com todos e espero a mesma cortesia, entretanto, isso não significa que eu não saiba ser grossa quando necessário. Adoro chocolate, séries, filmes e desenhos. Cachorros e gatos sãos meu ponto fraco, fico toda derretida.

Comente algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~