misterbubblegun Ed Carvalho

Mikaríki, um mundo prospero com oportunidades extraordinárias de vida e vitalidade, lugar onde criaturas nunca imaginadas habitavam, onde a magia se fazia presente ate nos grãos de areia, um mundo onde os humanos eram capazes de feitos incríveis e inimagináveis.


Fantasia Épico Para maiores de 18 apenas.

#mitologia #lgbt #poderes #rpg #acao #aventura #romance #fantasia
1
650 VISUALIZAÇÕES
Em progresso
tempo de leitura
AA Compartilhar

Introdução

Mikaríki, um mundo prospero com oportunidades extraordinárias de vida e vitalidade, lugar onde criaturas nunca imaginadas habitavam, onde a magia se fazia presente ate nos grãos de areia, um mundo onde os humanos eram capazes de feitos incríveis e inimagináveis.

Em Mikaríki era possível seres de todos os sexos se reproduzirem entre si, homens se reproduziam entre si, mulheres com outras mulheres também podiam, a reprodução se dava através da magia presente no ambiente, onde após as relações ocorria uma ligação magica entre os envolvidos, essa ligação magica chamava-se vitalah, onde a gestação vitálica perdura nove meses. durante gestação o feto se alimenta pela energia do pai ou mãe. Sendo as principais mudanças físicas e hormonais, hipersensibilidade ao perigo e ganho de peso devido a concentração de energia no corpo. O parto nesse tipo de gestação se faz possível após uma concentração de uma certa quantidade de energia, que após atingir a quantidade certa, sai do corpo do(a) gestante pela pele em forma de fios brilhantes e cria um casulo magico, com aspecto luminoso, após alguns minutos o casulo se rompe, contendo o bebe dentro.

devido a presença de magia e outros recursos primordiais e únicos, se instala uma revolução na qual visa a mudança da forma e qualidade de vida. Havia muitos recursos importantes para o funcionamento desse mundo, funcionamento esse que tornava esse planeta promissor. Porem nem todos respeitavam os mantimentos naturais do planeta como um bem geral da vida desse mundo, daí o individualismo de ideias começou a iniciar-se. Diferentes pessoas com diferentes pensamentos começaram a surgir.

Com o tempo foi se condicionando um pensamento idealista de separação de territorios, assim o mundo foi dividido em 5 reinos principais: O reino de Gommor, o reino de Onívia, o reino de Ziena, o reino de Arezzo e reino de Brísdia. Onde o legado de cada fundador de seu próprio reino ficou gravado na cultura e historia do reino, mantendo os habitantes fieis ao idealismo de seu fundador.

-Reino de Gommor (o primeiro reino): Idealizado por Grisva Gommor, filha única Phoema e Bartholomeu Gommor, Grisva foi uma mulher diplomata, de opiniões fortes e decidida, tinha pensamentos sobre a conservação dos direitos primários sobre a liberdade de vida, porem acreditava em regras, para a organização do reino fez-se necessário a regulamentação de leis especificas, onde a principal era ter direito a liberdade, de expressão e opinião, sendo esse o reino mais equilibrado.

-Reino de Onívia (segundo reino): Idealizado por Darmon Onívia, primogênito de Valir e Mistra Onívia, sendo o mais velho de três irmãos Vladmir, Rosetta e Virdem, Darmon era impulsivo e energético, tinha ideias mirabolantes como a criação de utensílios mágicos para facilitar o dia a dia dos habitantes, costumava criar maquinas com os recursos naturais do planeta, onde após a criação de seu reino seu segundo irmão Vladmir (que obrigara o povo a fazer suas vontades) o esfaqueou enquanto dormia, visando acessão ao trono, onde seu reinado hostil se estendeu por décadas.

-Reino de Ziena (terceiro reino): Idealizado por Alivór Ziena, primeiro filho de Driator Ziena comandante dos bestiais (criaturas meio animais e meio humanos) e Calista Ziena. Alivór incitava brigas e combates para preservar a honra, enquanto irmão Vigomir era mais tranquilo e pacífico, mas Alivór diferente de seu irmão foi o bestial mais forte e feroz de sua geração, se metia em brigas frequentemente, cada cicatriz de seu corpo carregava uma luta de grandes proporções, regia em seu reino uma lei onde todos os atritos ou campeonatos eram resolvidos em batalhas.

-Reino de Arezzo(quarto reino): Idealizado por Berlmond Arezo, filho único de Karn e Milla Arezzo, Berlmond sempre foi um garoto reservado, serio e maduro para sua idade, sua personalidade deu inicio a um pensamento de controle e ordem dos a habitantes de seu reino, sendo tudo calculado, julgado, e aprovado por ele, em seu reino regia um decreto que dizia "todas as informações dos acontecimentos em seu reino tinham que chegar ao seu conhecimento". Berlmond sempre visava o lucro e os custos, fazendo seu reino ter um rígido controle financeiro.

-Reino de Brísdia (quinto reino): idealizado por Vesta Brísdia, Filha caçula de Garnetta e Victor Brísdia. Vesta era aventureira, corajosa e inteligente, diferente de seu Irmão mais velho Lucien que tinha medo do desconhecido e optava pela normalidade de sua vida cotidiana. Porem Vesta era fascinada pelo desconhecido, e fazia novas descobertas com frequência, e explorava locais nunca antes vistos, tinha um idealismo de que todos deviam ter em mãos o conhecimento das coisas que os rodeiam, contribuindo com descobertas cientificas para seu povo, Vesta agraciava a ciência com sua vontade de aprender mais. Seguindo assim seu reino acabou adotando um lema "mais conhecimento mais capacidade" .

15 de Outubro de 2020 às 17:12 0 Denunciar Insira Seguir história
2
Leia o próximo capítulo Alessa Odila “O demônio de Groover”

Comentar algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~

Você está gostando da leitura?

Ei! Ainda faltam 2 capítulos restantes nesta história.
Para continuar lendo, por favor, faça login ou cadastre-se. É grátis!

Histórias relacionadas