oiretimec Luis Fernando

A pacata cidade de Santo Antônio esconde um segredo escabroso: no passado eles queimaram um casal os acusando de bruxaria, uma inocente mulher negra e seu marido, um homem conhecido como o ventríloquo. Mas antes de morrer, Sônia, a linda esposa do ventríloquo proferiu uma maldição contra a cidade que se cumpriria vinte e cinco anos depois. ninguém sabia que José Augusto, o ventríloquo havia achado uma estranha maleta contendo um livro, um terrível boneco de ventríloquismo e uma pedra que fazia objetos se tiverem em contato com a lua. Ninguém botinha conhecimento que aquele livro ensinava a entrar em contato com as sombras e a conjurar criaturas que viviam lá. Enquanto a população subia a colina armada com foices e tochas, ninguém tinha conhecimento de que o homem estava conjurando alguma terrível entidade das trevas e selando o destino da cidade para sempre. Agora fazem vinte e cinco anos que a coisa aconteceu e padre Mário revive as terríveis lembranças do tenebroso passado e ele sabe que cada hora que avança no relógio aproxima o destino de todos de algo terrível e inevitável. Halloween, a noite eterna, foi escrito originalmente em 2000 e é o quarto livro que eu escrevi.


Horror Impróprio para crianças menores de 13 anos.

#terror-Bruxa-halloween-ventríloquo-maldição
0
936 VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

DO DIÁRIO DE JOSÉ AUGUSTO DA SILVA

18 DE FEVEREIRO DE 1983.

Eu achei o livro enquanto escavava o meu quintal. Só estava querendo plantar algumas hortências, as flores preferidas de minha amada esposa. Enfiei a vanga na terra e senti algo duro. Ao escavar encontrei uma estranha maleta preta de metal. Estava trancada com um enorme cadeado enferrujado que me deu um pouco de trabalho para ser aberto. Quando finalmente consegui abrir a maleta encontrei o estranho livro.

Ele perecia intácto como se não tivesse sofrido a deterioração do tempo, parece que a maleta o preservou perfeitamente durante o longo tempo em que permaneceu enterrada, assim como preservou o modelo dos bonecos e a pedra. Digo longo tempo porque, a julgar pelo aspecto da maleta, ela deve ter permanecido enterrada por pelo menos trinta anos.

O livro parece ser manuscrito, é grosso como uma Bíblia. Sua capa é marrom, feita aparentemente de um couro muito fino, é tão fino que assemelha-se à pele humana. Não há qualquer título na capa, ou dentro dele, mas há algumas palavras estranhas na segunda página que possívelmente possam ser o título, embora eu não saiba o que signifiquem.

As palavras são:

PROPHANUS DIABÓLICHUS (NECRÓSIS).

Essas palavras sugerem um conteúdo nefasto.

Suas páginas são de material grosso e poroso que com toda a certeza não se trata de papél. Há uma possibilidade de que seja pergaminho, mas eu não tenho certeza.

Há pelo menos duas sessões no livro. O conteúdo da primeira sessão está escrito em uma lingua desconhecida, que não se assemelha a qualquer idioma ue eu conheça, embora o possível título esteja escrito provávelmente em latim.

Há textos intercalados com figuras em todo o livro, algumas delas são bizarras e incompreensíveis e parecem retratar criaturas bestiais que parecem não existir em nosso mundo. A qualidade dessas figuras, apesar do tom soturno é extraordinária.

Uma parte do livro trata aparentemente dos bonecos e da pedra, os bonecos em si são bizarros e parecem com criaturas alienígenas.

A segunda sessão do livro parece ser mais recente que a primeira e eu diria que se trata de uma tradução da primeira parte. Muitas figuras se repetem ali, e é possível perceber divergências nos traços.

O livro em si é uma obra peculiar nunca vista em qualquer literatura secular vigente. Tenho para mim, a julgar pelas figuras e pelo teor do texto traduzida, que o livro trata de alguma ciência oculta.

Passarei agora a dedicar um certo tempo no estudo de suas estranhas páginas e verei assim que tipo de conhecimento poderei extrair dessa tão pitoresca e desconhecida obra...

--------------------

16 de Agosto de 2020 às 11:04 0 Denunciar Insira Seguir história
0
Leia o próximo capítulo JORDANA

Comentar algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~

Você está gostando da leitura?

Ei! Ainda faltam 30 capítulos restantes nesta história.
Para continuar lendo, por favor, faça login ou cadastre-se. É grátis!

Mais histórias