sakurh Sakurh _

Sakura e uma jovem Universitária de Medicina que se vê com crises em seu relacionamento com Sasuke, em uma de suas desavenças com seu namorada, a rosada decide dar um tempo, seu relacionamento lhe fazia deverás mal. Em busca de recuperar toda sua confiança tirada pelo seu ex, Sakura acaba cruzando com o Fotografo, Akasuna no Sasori, um ruivo extrovertido e gentil que acaba balançando seus sentimentos. | Historia já postada no wattpad e no social Spirit |


Fanfiction Anime/Mangá Para maiores de 21 anos apenas (adultos). © Obra pertencente a Masaki Kishimoto

#itadei #sasusaku #sasosaku
0
470 VISUALIZAÇÕES
Em progresso - Novo capítulo A cada 15 dias
tempo de leitura
AA Compartilhar

Prólogo



Era uma manhã de verão, e a jovem de cabelos róseos ainda encontrava-se entre os lençóis de sua cama — questionando-se se realmente era necessário levantar.

Um leve bocejo escapou entre os lábios carnudos: — Droga! — Praguejou entre lamúrias. Muito embora desejasse permanecer no conforto de sua cama; se quisesse continuar com suas boas médias durante a faculdade de medicina, teria que correr atrás delas.

Remexendo-se de modo desajeitado, a mulher sentou, espreguiçando em seguida. Eram 7:30 da manhã, então ainda teria muito tempo até o início de suas aulas. Esfregando os olhos e bocejando algumas vezes, Sakura levantou-se, pegando seus óculos sobre a escrivaninha ao lado de sua cama, buscando seu celular logo em seguida; haviam algumas chamadas perdidas de seu namorado e novas mensagens.



Bom dia, ainda está chateada? [06:15]

Sakura, atende por favor [06:18]

Qual é! Eu sei que vacilei, mas atende precisamos conversar [06:20]

Se você me escutasse já teríamos nos resolvido, mas você é sempre tão teimosa [06:21]

Ok ok, me liga quando esfriar a cabeça [06:22]



O conteúdo das novas notificações apenas a fizeram revirar os olhos, Sakura optou por ignorar todas as mensagens. Não estava disposta a ter novamente a mesma conversa com Sasuke, deveria haver respeito e confiança de ambas as partes. Não é?

Um suspiro desgostoso lhe escapou.

— Que belo começo de semana — disse ironicamente.

Em passos lentos, se dirigiu até a cozinha, preparando a cafeteira em busca de uma boa dose de cafeína matinal. Enquanto esperava seu café ficar devidamente pronto, Sakura também aproveitou para preparar um pão com requeijão; colocando o café na xícara logo após o término da cafeteira. Enfim, sentou-se à mesa desfrutando de seu café da manhã.

Ao fim de seu desjejum, levou a louça suja para a pia e rumou para o banheiro. Depois de escovar os dentes, a jovem tratou de tomar um bom banho para despertar totalmente; aproveitando também para afastar a preguiça através da água morna contra seu corpo, que lhe trazia uma sensação gostosa de relaxamento.

Saindo do banheiro já vestida, secou e penteou os cabelos rosados, prendendo-os num coque frouxo. Quando de fato terminou de se arrumar, no relógio já marcavam 08:15, então pegou sua mochila na cadeira da escrivaninha, dando uma rápida conferida se estava com tudo o que precisaria para hoje dentro; Sakura saiu em direção a faculdade.



[...]



O trajeto até a faculdade foi tranquilo embora o calor excessivo incomodasse um pouco, e o sol lhe queimasse a pele — deixando-a levemente avermelhada; estava imensamente grata por serem os últimos dias daquela estação abafada e quente. Em breve, poderia sentir a brisa suave do outono lhe acariciando a face.

Quando seus olhos esverdeados repousaram na imponente estrutura da universidade, seu estômago embrulhou; num dos batentes da grande porta de entrada estava seu namorado encostado, distraidamente. "É tão difícil assim entender que estou chateada?" Pensou, suspirando pesadamente.

Questionou a si mesma se não teria sido melhor ter ficado em sua casa, no conforto acolhedor de sua cama. Era sempre difícil fazê-lo entender que ela ficaria perfeitamente bem em sua ausência. Na verdade, Sasuke nunca entendia isso.

Respirando fundo e com passos lentos, Sakura foi se aproximando da entrada, e assim que estava a poucos metros de distância, Sasuke enfim notou a silhueta feminina. Os olhos ônix percorreram de cima a baixo o corpo da namorada; sua postura era séria com a mandíbula travada numa carranca mal-humorada.

— Por que não me atendeu? — Foi a primeira pergunta que o Uchiha lhe fez.

"Bom dia para você também, amor!" Sakura pensou enquanto bufava, quase revirando os olhos em desagrado com a atitude grosseira do namorado.

— Estava dormindo — justificou-se dando de ombros. Sakura sentia-se esgotada psicologicamente para tal tipo de conversa.

— Masnão está mais agora, poderia ter me retornado — pontuou arrogantemente, olhando-a de forma inquisitiva.

Os olhos esverdeados enfim rolaram nas próprias órbitas, enquanto mais uma vez Sakura bufava.

— Ok, me desculpa! Agora eu preciso ir, Sasuke — respondeu, e antes que o outro pudesse rebater, Sakura se foi.

Não estava pronta para conversar com ele, e muito menos para revê-lo. Aquele início de semana realmente seria estressante, concluiu com pesar, entrando e indo em direção ao seu bloco e, posteriormente, sala de aula.



| Capitulo betado por: @CecySazs |

12 de Julho de 2020 às 02:45 0 Denunciar Insira Seguir história
0
Continua… Novo capítulo A cada 15 dias.

Conheça o autor

Comentar algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~

Mais histórias

Para os Homens da Minha Vida Para os Homens da Mi...
Ki - Olhares Ki - Olhares
A Máscara da Lebre (SasuSaku) A Máscara da Lebre (...