3
556 VISUALIZAÇÕES
Em progresso - Novo capítulo Todas as Segundas-feiras
tempo de leitura
AA Compartilhar

Bruxa

Stiles sempre fica em alerta quando tudo está muito tranquilo em Beacon Hills, avisando para Scott ficar atento também, mas obviamente ele não lhe ouvia. Sentia vontade de gemer em frustração ao ver aquele tipo de coisa se repetindo: Professora sendo a vilã. Mas diferente de um Darach, era uma bruxa. Como se isso fosse melhorar alguma coisa, bom, ainda não tinha rolado sacrifícios humanos, então era um ponto. Tinha avisado que aquela professora era estranha, mas ninguém nunca escutava a sua intuição. Aparentemente ela estava apenas de passagem, era o que dizia, mas Stiles investigou, óbvio, no fim, estava certo, como sempre.

A tal, Agatha, a bruxa, estava ali atrás do poder do Nemeton e os olhos do verdadeiro alpha, alegando que o poder dos olhos de Scott eram únicos. O Pack não sabia como enfrentar aquela criatura, toda vez que se aproximavam dela, grunhiam de dor devido ao seu ataque; quebrava os seus ossos sem piedade, sem parar.

Foi quando Stiles pediu, quase que implorando e ordenando, que Scott ligasse para Derek pedindo ajuda. Pela primeira vez, o amigo atendeu ao pedido sem falar nem um a. Stiles apenas não contava que o amigo mandasse uma mensagem para o lobisomem.

— Você, o quê?! — gritou, chocado. — Caralho, Scott, mensagem? É sério? Derek é literalmente um homem das cavernas que não usa quase nada de tecnologia e você manda pra ele uma mensagem? — Não media os esforços para mostrar sua indignação. Estava o pacote todo reunido na casa do Stilinski, discutindo sobre a bruxa, quando Stiles pediu para o amigo sobre o que o Hale falou com ele no telefone. Tudo desandou no momento em que ele abaixou o rosto envergonhado dizendo que enviou uma mensagem, com nenhum retorno.

— Eu não tinha créditos. — Tentou se defender, mas vendo o rosto do Stilinski mais jovem ficar vermelho como se estivesse evitando de explodir, ficou ainda mais envergonhado. — Desculpa. — murmurou, parecia um cão acuado.

Deixando aquilo brevemente de lado, após Stiles dizer para o alpha ligar para o outro, mas que infelizmente a chamada não foi concluída, o Stilinski queria tentar focar em outra coisa além da gritante preocupação que sentia.

No fim da reunião, Stiles estava deitado em sua cama, revirando-se em agonia. Aquela sensação ruim não passava de forma alguma. Seus instintos gritavam para ir na floresta, mesmo sendo de noite. E como um bom detetive ele era, seguiu seus instintos.

Longe dali, correndo em sua forma de lobo, Derek perseguia a bruxa de Beacon Hills pelo cheiro estranho que ela possuía; amônia. Tinha recebido a mensagem de Scott, não tinha se dado ao trabalho de responder, apenas pegou o seu carro e partiu de volta para a cidade. Não tinha nada lhe segurando em Nova York, não tinha feito uma matilha.

Estava quase perto. O cheiro estava mais forte. Foi quando parou abruptamente ficando em alerta. Saindo por entre as árvores, a bruxa sorria largamente.

— Incrível, um alpha com a transformação completa. Essa cidade me impressiona cada vez mais.

Derek rosnou, mas o sorriso debochado da mulher apenas lhe fez ficar ainda mais em alerta. Algo estava de errado, sabia disso. E tudo se intensificou no momento que começou a grunhir, sentia-se queimando por dentro. O cantarolar da bruxa, apenas aumentava. Seu corpo estava ficando estranho, seus ossos se quebrando e reconstruindo. Estava diminuindo. Seus sentidos estavam diminuindo. Quando menos percebeu tudo a sua volta era tão… grande. Olhou para a bruxa que agachou-se a sua frente.

“Por que não consigo me transformar?”, pensava o Hale, frustrado, em alerta e, no fundo, com medo.

— Que bonitinho, eu poderia quebrar seu pescoço facilmente com essa fisionomia, tão adorável. — Queria rosnar, mas não conseguia. Estava confuso. — Lobos completos são raros, mas não preciso de você, já tive ingredientes suficiente de lobos do seu tipo, mas de um verdadeiro alpha, nunca. Então faça um favor para nós dois e fique pulando por aí, afinal, duvido que consiga quebrar o feitiço. — E retirou-se dali.

Derek tentou correr atrás dela, mas como ela disse ele pulou. Sentia seus olhos se arregalaram com aquilo. Apenas escutou a risada da bruxa sumir por entre a floresta, antes de se encolher, sentindo-se minúsculo.

Não sabia quanto tempo estava ali, parado, sem saber como voltar ao normal. Foi então que viu uma luz estranha surgir, parecia de uma lanterna. Uma pequena esperança surgiu dentro de si, tentou se aproximar, meio se embolando no processo, caindo e fazendo ainda mais barulho com as folhas secas. E foco da lanterna veio em seus olhos, cegando-lhe.

— Ai meu Deus. — Gelou. De todas as pessoas que poderiam estar naquele lugar, justamente Stiles estava. Tentou emitir algum som, falar ou até mesmo voltar ao normal, mas não conseguia, apenas viu o Stilinski se agachar em sua frente. — Ei, pequeno, está perdido? — Sentiu os dedos esguios do humano lhe tocar, foi quando reparou o quão pequeno ele estava naquele momento. O que a bruxa fez consigo? Era o que se perguntava.

Stiles olhava para aquela pequena bola de preto com os olhos brilhando. Um coelho preto de olhos vermelhos, tinha algo mais fofo que isso?

Sem pensar muito, Stiles pegou o coelho no colo e voltou para onde o jipe estava estacionado. Por algum motivo a sensação estranha tinha sumido. E naquele instante apenas queria cuidar do pequeno coelho, sem saber que era Derek Hale.

3 de Julho de 2020 às 19:35 0 Denunciar Insira Seguir história
0
Continua… Novo capítulo Todas as Segundas-feiras.

Conheça o autor

Comentar algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~

Histórias relacionadas

Mais histórias

Para os Homens da Minha Vida Para os Homens da Mi...
Ki - Olhares Ki - Olhares
A Máscara da Lebre (SasuSaku) A Máscara da Lebre (...