J
José Henrique


Para salvar seu mundo heróis se sacrificam e perdem sua liberdade, Uma segunda chance foi entregue a eles e com ajuda de Zeero buscam uma forma de retornar. Esses guerreiros são descritos como as lendas que podem descidir o destino de um mundo ou causar sua ruína. Agora viajando pelas vastas terras de outro mundo, buscam a Vitória em todos os Duelos a fim de vencer os Reis de Mirror e voltar para casa.


Fantasia Épico Impróprio para crianças menores de 13 anos. © Obra Autoral

#aventura #fantasia #mundo-paralelo
0
738 VISUALIZAÇÕES
Em progresso - Novo capítulo Todas as Quintas-feiras
tempo de leitura
AA Compartilhar

Irmandade

Em meio ao nevoeiro, um veleiro se aproxima de um ilha gélida com um vento frio cortante, a embarcação começou a soar o sino para que a ponte levadiça se erga mas sem resposta. Um bote foi baixado e três pessoas usando sobretudo com capuz remaram até a margem, uma trilha de pedras de sal em meio a floresta nevada os guia ate a guarita. Do meio das arvores uma fera saltou e os atacou mordendo o braço esquerdo de um do trio o empurrando pra longe dos demais. Ao rasgar a manga um brilho reluzente de metal emanava do braço do jovem, Encarando o monstro com um sorriso sarcástico e sem medo sussurrou.


Zeero - Foi mal carinha mas não vou virar seu almoço não.


Correntes saíram do chão e aprisionaram a feroz criatura enquanto de um frasco de agua sendo jogado ao alto se torna uma espada pelo terceiro membro enquanto o outro observa a situação de longe. Um grito atravessa as arvores e a adrenalina entre eles.


Garota desconhecida - Não! Por favor não machuque ele!


Suspirando de cansaço -eu imploro!


Zeero estende a mão direita para cima e pedindo para Rose não atacar com sua espada.


Lance - Tem certeza Z ? Essa coisa parece bem perigosa..


Rose - Ele não diria para que eu não ataque se fosse o contrário, senhor quatro olhos..


Lance encara com um olhar de desprezo e ódio, A Garota corre disfarçando os risos e diz que é brincadeira.


Zeero - Lance remova as correntes, E Você ai manda seu bichano soltar meu braço novo.


A fera recua mas ainda se mantem apreensiva sobre eles, ao toque na orelha por sua dona o faz sentar e trocar sua índole assassina para expressão de um grande brincalhão.


-Me chamo Cecilia, obrigada por não machucar o chunchun


Rose - Chunchun?! Puff


Segurando a risada ela vira seu rosto.


O Garoto de cabelos brancos e braço de metal se aproxima dela e admirado tenta alcança-la esticando sua mão..


Zeero - Você... É incrível..


Suspira com grande admiração


-Como pode.. Existir um ser assim..


Antes de terminar a frase um chute atinge atrás de seus joelhos o fazendo cair e um tapa em sua cabeça o joga de cara na neve.


Rose - Qual o seu problema?! Tá querendo morrer maluco!


Mudando da Agua para o Vinho ela grita violentamente.


-Ta esquecendo que sua namorada ta aqui do seu lado, idiota!


Rose pisoteia suas costas, ele aponta a desconhecida enquanto afunda na neve.


Zeero - Sinta a Aura dela... que vai entender o que eu quis dizer..


Lance entra em postura defensiva e antes de lançar suas correntes novamente, Zeero aparece em sua frente segurando seu braço e pede para que ele espere.


A Nativa e seu Pet ficam assustados e confusos com o estranho trio de "monstros" em sua frente.


Cecília - Como você.... você apareceu dali para cá, em alguns segundos.. eu mal pude ver... E não conseguiu desviar dos golpes da Bruta de cabelos azuis?


Rose - Quem.....bruta......chamando...sua...


Zeero - Isso não importa agora... Más você é o primeiro "Meio LORD" que já vi.. Na verdade nem sabia que alguém assim pudesse existir, por outro lado não tem sangue inocente em suas mãos. O Seu Karma me diz que é uma pessoa boa... mas ainda assim sua aura tem um tom de fumaça..


Rose - Você tem certeza disso? Você disse que no seu mundo as coisas eram diferentes... Disse que poucas coisas realmente são impossíveis aqui... Mas..


Lance - Eu confio no olho de caçador, se o meu pupilo acredita que ela seja inocente então não atacarei... Mas não significa que confio nela..


Algum tempo depois...


Rose – Não importa oque você diga sobre essa masmorra... Essa coisa é literalmente um prédio! Um Grande Hotel pintado de vermelho no meio da neve.


Lance – Também estou surpreso com a arquitetura...


Zeero – Não vamos perder tempo aqui fora, quanto antes completar e pegar o carimbo melhor.. Cada vez fica mais frio aqui fora.


Um choro distante percorre o silêncio da neve. Um Garoto próximo de uma arvore em prantos, Parecia precisar de ajuda.


Rose – O que foi querido, se machucou?


Pequeno Typheep – Meu irmão.. Ele não ouviu sobre os conselhos dos Anciãos e entrou na masmorra, faz tempo que não tenho notícias dele... Ele deve estar ferido!! Me ajudem por favor..


O Trio concorda e usando a arvore como rampa correm e saltam para dentro da estrutura por uma janela aberta no segundo andar.


Lance – O Pessoal vai perder uma festa por aqui..


Rose – Está com medo Lance? Posso segurar sua mão se...


Inimigos aparecem de todos os lados, portas se abrindo e alçapão pelo teto e o chão.


Zeero – Omega faça o reconhecimento, SCAN!


Ameaça rank D, Yeti das Neves, Biofrost e Drybeast a frente.


Lance – Antes que se tornem mais perigosos...


SHIELD STRIKER! Lance investe contra todos inimigos com seu escudo os jogando longe, UNDERWORLD CHAIN! Correntes brotam de todos os lados e Prendem os que sobraram.


Rose – Deixa de se exibir! Não está lutando sozinho.


Lance prepara sua lança para atacar mas é impedido por Zeero.


-Eles não são monstros, é o dever deles proteger a masmorra e se os atacar vão morrer.


Rose – Estamos tão acostumados com atacar sem pensar em mais nada... esse mundo é complicado da mesma maneira que é incrível..


Uma garota vestindo uma capa de folhas prateadas pendurada no teto lhe entrega uma mensagem – Abram as Portas Vermelhas, Boa Sorte.


Zeero segue seus conselhos e todos continuam progredindo abrindo todas portas vermelhas, poucas surpresas e facilmente derrotando todos inimigos eles avançam pela masmorra ate chegar a uma grande porta de madeira.


Ao abrir uma sala cheia de moedas de ouro reluz por todo lado e um grande trono de pedra no centro, Omega chama atenção de Zeero para um anel em meio aos tesouros. Um estrondo ecoa por toda estrutura e um bestial de tamanho colossal se levanta do meio do monte de ouro.


Rose – Um... Minotauro?! Sério mesmo Lobinho?


Zeero – Não sou um lobo, pare de me chamar assim...


SILENCIO! LADRÕES IMUNDOS INVADEM MEUS DOMINIOS E ROUBAM MEUS TESOUROS - um sopro de ar quente sai de suas narinas enquanto avança devagar sobre os invasores.


Zeero – Apresento a vocês... Ares o senhor da guerra.


Mestre da masmorra do reino gelado de Tundra.


STORM BREAKER – Gritaram Rose e Lance Ao se transformarem novamente.


Lance tem uma armadura cor de esmeralda, robusta e de aspecto pesado com diversas peças sobrepostas, A fenda de seu elmo tem formato de um Ciclope e como armas tem uma lança que cobre todo seu antebraço e um grande escudo de Brasão.


Rose com sua armadura leve, proteção básicas para não tirar mobilidade em combate, Proteção no ombro direito, sobre o coração além de uma manopla esquerda e botas longas de metal. Completando as demais partes com couro e malha de aço.


Ares golpeia o chão com sua Estrela da manhã dourada os fazendo dispersar.


Zeero – Vocês dois já fizeram muito hoje, mantenham atenção dele para que finalize logo.


Lance e Rose – Entendido Z - Claro Lobinho! Acaba com ele.


O Enorme Typull golpeia as moedas em direção a eles e com uma chuva de ouro atinge todos, Zeero Sai do campo de visão enquanto Lance bloqueia os ataques com o escudo e Rose Ataca de longe AQUA SLASH!


Laminas de agua cortando o vento em direção a Ares, Mas ele era astuto e desvia no último instante.


-Lance sua vez! Estou pronto. UNDERWORLD CHAIN!


Ares foi aprisionado por correntes e Zeero Surpreende com o aumento massivo de energia espiritual focando totalmente no seu punho direito.


ARCAN FLARE FIST o punho de fogo se intensifica ao máximo e atinge a barriga do Minotauro explodindo com a colisão, Lance remove as correntes.


Um rugido monstruoso os joga longe, os guerreiros já haviam enfrentado inúmeros monstros poderosos em suas batalhas mas nada igual a isso.


-Estou começando.... A perder a paciência... Se rendam ou vão sofrer!


-Omega alguma sugestão? Zeero Sussurrando com seu braço.


Esse anel emite um feitiço rúnico, talvez seja o que ouvimos falar pela Lily.


-Avalon? – Enquanto isso rose continua a lançar AQUA SLASH no oponente


Ares ataca os dois ao mesmo tempo os jogando longe e quebrando suas transformações, retornando para forma humana. Cabelo de Rose se torna castanho claro, Altura de Lance em comparação a sua armadura diminui quase pela metade.


Zeero aparece de repente na frente de Ares e o golpeia com outro FLARE FIST mas ele estava preparado e se mantem firme diante o ataque. Suas mãos ao céu Ares atacaria os três de uma vez, mas como se o tempo estivesse parado todo cenário entra em tom de sépia.


Uma bela mulher surge das sombras e se move pela sala se divertindo com a quantidade de moedas as sentindo ter todas tocando seu corpo.


-Pandora não é hora de brincadeira, me diga o que você quer.


Um nevoeiro caótico estava cobrindo todo lugar e o corpo naturalista de pandora, enquanto se aproxima e abraça o jovem pelas costas.


-Você sabe o que eu quero amor.. Mas já sei sua resposta, Eu vim te oferecer poder, seus ami...


Zeero – Não quero seu poder, eu vou salvar eles sem a sua ajuda!


Tudo então volta ao normal e ao golpe de Clava uma surpresa.


AVALON SHIELD um escudo de energia surge em frente ao Minotauro de modo automático sendo lançado pelo próprio Omega ao colocar o anel em si.


O golpe reflete e atinge a testa de Ares o atordoando e fazendo cair de joelhos, Zeero corre e ajuda seus amigos a se afastarem.


-Rou..bam os meus tesouros e minhas relíquias..


Zeero prepara o golpe final concentrando toda sua aura em um FLARE FIST


Um garoto surge correndo com um punhal nas mãos e antes que um deles pudesse reagir ele ataca Zeero pelas costas.


Zeero se mostra ciente e em posição para atacar horizontalmente em rotação se surpreende, Ares usando uma relíquia troca de lugar com Zeero e recebe o ataque em sua barriga e todos ficam espantados.


-Milo.. Por..que você ta aqui, isso é perigoso


Milo – Irmão! Ele ia te machucar, eu vim pra te salvar.. Por que esta o protegendo?


Ares – Não fiz isso por ele e sim por você, se fosse atingido poderia morrer e não tinha forças para me mover tão rápido argh - Ajoelhado de dor.


Zeero caminha ate eles enquanto os demais se sentam no chão.


-Nós entramos aqui porquê o Typheep disse que seu irmão tinha entrado na masmorra e se perdido ou algo do tipo.


Ares – O quê? MILO! JÁ TE FALEI PARA PARAR COM ESSAS SUAS BRINCADEIRAS IDIOTAS! Argh


Milo – Eu não sabia que eles eram tão fortes, você estava entediado irmão, então poderiam te divertir já que quase ninguém tem coragem de entrar nos domínios do senhor da guerra.


Ares – EX Senhor da guerra, eu parei com isso a muito tempo e desde então prometi não matar ninguém.


Rose cochichando – Não tenho certeza mas aquele ultimo ataque iria fazer nos três virar panquecas com furinhos..


Lance ignora recuperando o máximo de força que pode ao meditar.


Milo – Desculpe irmão, por minha causa você se feriu.


Ao fundo a porta se abre e Cecília junto de Chunchun surge na sala brincando com seu bichano – Não me assuste mais assim viu, Ainda bem que aqueles dois nos ajud.. Ares?! Você está... Vocês fizeram isso?! O Semblante de Cecilia se torna obscuro com um olhar assassino e emitindo uma aura negra enquanto se aproxima, Chunchun ao seu lado começa a rosnar.


Estende sua mão pedindo para que ela espere.


Ares – Não, Apenas consequência do meu irmão mais novo idiota.


Cecilia ajuda com seus ferimentos usando um kit de remédios que carrega sempre nas costas de Chunchun.


-Acho que vai fica bem, você é casca grossa Ares a lamina não perfurou muito fundo e nada de danos internos.


Todos se sentam no chão em um circulo e se explicam.


Ares – Entendo, então são mesmo Duelistas ein? Mas deveria entrar pela porta da frente. Admiro a coragem mas é muito perigoso do mesmo nível de tesouros e riquezas que podem saquear aqui.


Ares explica sobre o conceito das masmorras e o motivo de sua criação.


Esses labirintos foram criados para manter presos e perdidos os Seros, eles infestam toda mirror, como animais irracionais atacam tudo que podem para extinguir sua fome insaciável. O primeiro a usar o sistema de masmorra como forma de diversão foi o antigo rei dos anões vermelhos no reino de Magnus, ele criou um esporte onde os mais valentes iriam adentrar nas masmorras e enfrentar seus guerreiros, a fim de manter eles treinados e preparados para batalha em tempos de paz. Como prêmio ele colocava ouro e objetos valiosos afim daqueles destemidos adentrarem pela ganancia, uma pequena taxa por tentativa e a cada vez mais alguém tentava e o tesouro interno aumenta. Então com o tratado mundial entre os reinos para legislação dos Duelos, As masmorras foram atribuídas a todos os reinos como forma de teste aos mais fortes e merecedores.


Para vencer no duelo os participantes devem conseguir dois carimbos, completando a Masmorra e Desafio do Arauto.


Ao ter ambos carimbos pode desafiar o rei para um Duelo, caso vença ele pode pedir o que quiser, dentro das regras do reino.


Um Duelo é vencido se você tira o adversário da arena, se o força a admitir a derrota ou o nocauteia por dez batidas de sino e isso é o básico para forasteiros.


Rose – Olha eu entendo que nesse mundo tenha varias raças diferentes, mas como um Minotauro pode ser irmão de um Minocabra?


Ares – Não sei o que é esse Minotauro, Sou um Bestial da espécie Typull e meu irmão adotivo da espécie Typheep. Nos conhecemos alguns anos atrás quando o acampamento de sua família nômade foi destruído por saqueadores e eu o adotei.


Milo – Me desculpem, Por meu egoísmo meu irmão se feriu e quase aconteceu com vocês.


Zeero – Sem problemas fiote, Quando crescer pode se tornar um guerreiro muito talentoso, na maior parte do tempo mal senti sua presença.


Ares – Nem pensar, Milo vai ser melhor que guerreiros inúteis como nós. A única função de um combatente é a guerra e ela foi abolida anos atrás.


Milo – Mas eu quero proteger meu país!


Ares – você não está em posição de decidir nada por enquanto então cale-se.


Rose – Typheep, Typull... Algo parece familiar.


Lance - Algumas coisas nesse mundo parecem ser ironia ou preguiça de um criador desleixado, não acha?


Zeero – Como assim?


Lance – Typ Bull e Typ pheep, Bull e Sheep que são Touro e Ovelha na língua inglesa.


Rose – Você ta viajando nos seus livros de novo amigo – Continua com uma gargalhada.


Ares – Sem tempo para brincadeiras, me mostre seu cartão de Duelista para que eu coloque meu carimbo nele.


Zeero – As regras também dizem que eu posso levar algo da sua masmorra certo?


Ares – Sim o que o duelista possa carregar, mas como pedido de desculpas pelas ações do meu irmão e em troca de constatar essa violação ao nosso rei eu peço que faça um desejo, se possível eu iria faze-lo..


Zeero – Quero a sua Estrela da manhã.


Milo – Irmão! Não! Ela é sua relíquia mais valiosa.


Ares – Silencio Milo, é direito dele. Mas peço lhe um favor, se encontrar minhas laminas de gelo as traga para mim.


Zeero – Lamina de gelo?


Ares – Sim são Facas magicas com um feitiço congelante que eu obtive ao vencer um amaldiçoado a muitos anos atrás.


Rose chama Zeero para perto – Lobinho essas são as facas da May né..


Lance – Não ouvi o que disse mas aposto que sei do que se trata, também acho que seja a mesma coisa já que os totem que nos dão poder foram criados nesse mundo.


Milo – Espera vocês carregam Totem por ai?


Zeero – Eles são os Lendários Shaman das profecias antigas.


Ares e Milo – O QUE?!


Rose se exibe em uma pose heroica.


Cecília – Eu também demorei a acreditar mas é real os demais se mostraram capazes.


Zeero – Mano, Verdade, a Cecília tava aqui.


Rose começa a rir e Lance disfarça um leve sorriso.


Cecilia – Me arrependi do que eu disse – De Semblante sério ela retruca.


Os Forasteiros encheram um baú de ouro e empurraram ate o centro da sala


Zeero – Senhor Ares, você tem um espelho por aqui?


Ares – Sim... Mas por que?


Rose encontra próximo de uma parede um enorme espelho.


Lance desenha uma runa no canto do espelho e sussurra algo próximo.


Então o espelho se torna liquefeito sem se dissolver e todos começam a adentrar ele, Zeero confere o Carimbo e agradece empurrando o baú e então desaparecem.


Cecília – Eles são cheios de Truques, Ares você precisa ir no hospital mesmo assim okay?


Ares – Certo Certo, E tome seu Saco de ouro também.


Cecilia – Mesmo horário semana que vem?


Ares – Você não cansa de me vencer em apostas não é?


Cecilia monta nas costas de Chunchun.


-Foi mal, meio que mantenho a taverna aberta por causa do seu azar.


Ao longe a espreita uma figura sombria os observa, um corpo de gigante todo enrolado e preso como um casulo, ao lado do vigia que repousa na caverna de gelo.

18 de Junho de 2020 às 01:06 0 Denunciar Insira Seguir história
0
Leia o próximo capítulo Uma Nova Ameaça.

Comentar algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~

Você está gostando da leitura?

Ei! Ainda faltam 4 capítulos restantes nesta história.
Para continuar lendo, por favor, faça login ou cadastre-se. É grátis!