Estamos tendo alguns problemas de lentidão em nosso site. Pedimos desculpas e agradecemos sua paciência enquanto trabalhamos para restaurar a velocidade.
judasmacabeu7 Michael Melo

Todos sempre acham que o princípio surge apenas de uma única causa, mas isto nunca foi verdade. O que chamamos de início é, na realidade, como um grande rio cujas águas são alimentadas por vários rios afluentes que deságuam nele. Há quem diga que a origem de todas as coisas foi o resultado de uma grande explosão, mas, para que ela acontecesse, foi preciso que vários gases diferentes se condensassem numa mesma massa antes da explosão ocorrer. Outros acreditam que o ato inicial foi produto de uma única voz, uma única palavra, mas antes havia o vazio e o Espírito, só então é que este se fez Verbo ao dizer: “Faça-se” e tudo passou a existir. O Verbo nada seria sem o Espírito e o ser tão pouco seria o que é, não fosse o não-ser. Assim como no Princípio, o Fim também não surgiu de uma única causa, mas de várias, como pequenas fissuras numa superfície de vidro, que surgem de lugares diferentes até se unirem e fazer com que ele de despedace em mil pedaços. Para nós, o Fim era apenas uma ideia remota, distante... a percepção de sua proximidade foi selada em nós, como pequenas vendas que nublassem nossa visão, nosso entendimento e nossa sensibilidade, a ponto de não conseguirmos nem mesmo sentir o quanto ele nos estava próximo. Foi preciso que o próprio Fim se manifestasse, na figura de seus Cavaleiros e estes rompessem nossos selos para que, enfim, pudéssemos, horrorizados, contemplá-lo face a face.


Pós-apocalíptico Impróprio para crianças menores de 13 anos.

#apocalipse #criticasocial #ficçãocontemporanea
0
2.0mil VISUALIZAÇÕES
Em progresso - Novo capítulo Todos os Sábados
tempo de leitura
AA Compartilhar

EPÍGRAFE

“Escreve as coisas que viste e as que são, e as que depois destas hão de acontecer”

(Apocalipse, Cap. 1, vs. 19)

“Então vi da boca do Dragão, da boca da Besta e da boca do falso profeta, saírem três espíritos impuros, semelhantes a sapos. São espíritos demoníacos, que realizam sinais. Eles se dirigem aos reis de toda a terra, para os reunir para a guerra do grande dia do Deus Todo Poderoso. (...) Então os reis foram reunidos no lugar que, em hebraico, se chama HarMegiddo[1]”.

(Apocalipse Cap. 16, vs. 14 e 16)

[1] A palavra hebraica para “Armagedom” é “HarMegiddo” (הר מגידו) o "Monte Megido"; em grego clássico ela foi traduzida como “Harmagedom” (Ἁρμαγεδών) e para o latim “Armagedōn” de onde deriva diretamente a palavra portuguesa. Fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Armagedom.

16 de Junho de 2020 às 20:02 0 Denunciar Insira Seguir história
1
Leia o próximo capítulo No Princípio...

Comentar algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~

Você está gostando da leitura?

Ei! Ainda faltam 2 capítulos restantes nesta história.
Para continuar lendo, por favor, faça login ou cadastre-se. É grátis!