lisybatata Vanessa Silva

Seja bem vindo (a), aqui escreverei devaneios que se passam na minha cabeça, meus sentimentos um tanto errados e sem sentido algum, e algumas experiências que ganhei conforme o tempo passou. "Escrever talvez seja a única maneira de te matar sem que eu sangre"


Poesia épico Todo o público. © direitos reservados

#crise #tortura #traição #tristeza #amargura #odio #poesia #poema #amor
0
1.1mil VISUALIZAÇÕES
Em progresso
tempo de leitura
AA Compartilhar

Minha Crise

Eu odeio o jeito silencioso que você vem até mim, odeio como você se entrelaça em minhas poucas memórias boas e as apodrece.
Sua negatividade se infiltra no meu ser e o meu processo de amortecimento começa, você me consome por inteira, me desarruma, suga meus pequenos avanços positivos, come minhas bobas esperanças libertadoras, você me deixa em estado vegetativo e depois você me da uma solução.
Minha morte.
Fecho meus olhos e respiro fundo, ainda não.
Lágrimas me inundam e aquele sentimento de solidão me arrebata, o silêncio é tão alto e me enlouquece. Eu grito, choro e o final é o mesmo, eu ouço meus soluços e meus gritos. Não tem ninguém por perto e nenhuma palavra de conforto.
E como todos você me deixa de novo, mas sua promessa é sempre voltar para mim. Você deixa seu veneno me corroendo e então você sai pela porta, deixando todo seu caos vivo dentro de mim.

8 de Junho de 2020 às 04:13 0 Denunciar Insira Seguir história
0
Continua…

Conheça o autor

Comentar algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~