Estamos tendo alguns problemas de lentidão em nosso site. Pedimos desculpas e agradecemos sua paciência enquanto trabalhamos para restaurar a velocidade.
kanaeyy kanaey

Oikawa resolveu escrever tudo o que sentia e precisava em uma carta endereçada ao seu primeiro amor, Iwaizumi, após a notícia de um possível reencontro entre eles.


Fanfiction Anime/Mangá Para maiores de 18 apenas.

#carta #iwaoi #ainda-te-amo
Conto
0
101 VISUALIZAÇÕES
Completa
tempo de leitura
AA Compartilhar

Uma carta para alguém especial

(Olá Iwaizumi, eu não sei como começar de forma adequada esta carta, então vou direto ao ponto.)

Aposto que você já ouvi pessoas dizerem que o primeiro amor nunca se esquece, e bem, eu não me esqueci de você, mesmo depois de tanto tempo. Também há quem diga que nunca se fica junto do primeiro amor para a vida toda, nessa parte, infelizmente, nós nos encaixamos. Por muitos dias depois que você se foi Hajime eu quis que as pessoas que diziam tudo isso estivessem erradas, que a vida estivesse errada.

Primeiro, quis que você voltasse à minha porta, eu a abriria e te deixaria entrar sem barreiras, te abraçaria parar te sentir mais uma vez com a noção de que não era um delírio. Iwaizumi, te ter mais uma vez comigo foi o que mais desejei, para isso até engolir meu orgulho eu iria se você me desbloqueasse e me mandasse uma mensagem dizendo que sentia saudades ou apenas um oi. Mas nada disso nunca aconteceu.

Segundo, quis que você sumisse da minha mente e da minha vida. Você não estava mais lá fisicamente, porém, eu conseguia te ver em todos os lugares entre aquelas paredes que havíamos dividido por anos, quando eu precisava sair de casa eu também te via em todo maldito lugar da cidade que frequentamos juntos. Eu precisava te esquecer, fazer todos os meu sentidos entenderem que não estava mais ali já fazia tempo, que só restavam lembranças e que não passariam disso.

Eu precisei deixar você, superar a dor que sua partida me causou, remendar meu coração partido. E eu o fiz, mesmo que tenha sido mais contra a minha vontade do que outra coisa. Já não era um adolescente que poderia se dar ao luxo de sofrer toda noite por um amor, a vida me cobrou uma atitude e eu tive que atendê-la.

Iwa-chan, você foi o meu primeiro amor e eu nunca te esqueci, não ficamos juntos no final, crescemos e mudamos, escolhas diferentes e pontos de vistas diferentes, e hoje eu vejo que não havia nada de errado nisso e muito menos na nossa separação como eu pensei por anos. Tudo o que vivemos significou alguma coisa para cada um de nós, ambos tiramos coisas boas e ruins disso.

Essa carta foi escrita para te dizer que não te odeio ou guardo rancor, o meu eu do passado provavelmente o faria, mas mudei muito desde a última vez que te vi e creio que você também, Iwaizumi. Quando Kageyama, a algumas semanas atrás, entrou em contato comigo e disse que havia conseguido entrar em contato com você nas redes sociais, e que ambos haviam aderido a ideia de Hinata em marcar um encontro com todos os nossos amigos que não víamos mais, me convidando para marcar presença também, confesso que a menção do seu nome me fez estremecer, na minha mente eu nunca mais te veria de novo.

E é por isso que peguei seu endereço com Kageyama e estou te escrevendo essa carta, me pareceu uma ideia mais sublime de entrar em contato do que te mandar uma mensagem. Me diga, esperava por isso? Eu chuto que não e entendo o motivo, acredite. Não quero que pense que, por não ir a esse reencontro com nossos amigos, seja porque estou te evitando, é meio que isso mais ao mesmo tempo não.

Acontece que não me sinto pronto para te ver agora e sei que você Iwaizumi, mesmo com tanto tempo, ainda vai me entender como no passado quando ninguém mais me entendia além de ti. Pensar em te ter perto de mim mais uma vez me parece quase um sonho, mas que será adiado por tempo indeterminado.

Talvez eu ainda te ame, talvez eu guarde alguma mágoa e não quero assumir, talvez eu tenha medo de jogar tudo o que construí para o alto quando te vir, talvez eu tenha receio de te ver e descobrir que te perdi para sempre, talvez só talvez seja algum desses, nenhum ou todos. Entenda, nem eu mesmo sei qual desses é verdade agora.

Porém, não desista de mim assim como eu não vou desistir de você, pois um dia ainda vamos nos ver e eu vou te abraçar bem forte e independente de qualquer situação ou das nossas escolhas, vou dizer sem medo que eu senti muitas saudades de você Iwa-chan. Espere por mim até lá, ok?

Com todo carinho do mundo, Oikawa.

5 de Junho de 2020 às 00:10 0 Denunciar Insira Seguir história
0
Fim

Conheça o autor

kanaey ⠀⠀⠀⠀⠀⠀𝙋𝙇𝙐𝙎 𝙐𝙇𝙏𝙍𝘼! -'ღ'- ⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Comentar algo

Publique!
Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a dizer alguma coisa!
~