Lonely Boy Seguir autor

papironauta Rodrigo Borges

Há plantas, e um gato, e dois cachorros. Há um teclado, jogos, cerveja. Dias chove, dias não. Dias bêbado, dias sóbrio. Meditação inconstante, e alimentação, e humor. Mas tudo parece estar bem. Entretanto, tudo parece estar indo por água abaixo. Houve um tempo em que existia um amor, depois, a caça desse amor. Agora, a ânsia de saber se ainda é preciso dele para viver, não sobreviver.

  November 03, 2019, 04:32
AA Compartilhar

Comentar algo

8 Comentários
Publique!
tiago líreas tiago líreas
Essa maneira de caracterizar o espaço parece perfeita pra microficções, e ao mesmo tempo perfeita pra esta microficção em específico. O "Há... Há... Há..." dá a ideia de que nada tem valor real, e parece que é mesmo o caso aí.
November 03, 2019, 11:00

  • tiago líreas tiago líreas
    "Há um(a) (...) e (...)"* November 03, 2019, 11:01
  • Rodrigo Borges Rodrigo Borges
    E também as conjunções de ligação "e", como se estivéssemos abarrotados de coisas, afogados de certa maneira, e mesmo assim não sendo o suficiente. muito obrigado pela leitura e pelo comentário :) November 03, 2019, 13:59
Billy Who Billy Who
Nossa, que perfeito. Soa tão melancólico e cotidiano e ainda assim, parece que entre tantas, você escolheu as palavras perfeitas. Um texto pequeno, mas que diz tanto.
November 03, 2019, 05:10

  • Rodrigo Borges Rodrigo Borges
    pior, sempre é bom ler coisas que envolve cotidiano. a própria palavra "cotidiano" já é uma chave pro bom gosto na escrita kkkk obrigado pela leitura e cuidado do comentário :) November 03, 2019, 13:56

Mais microficções