Decodificação da Capoeira Seguir blog

jpsantil Jp Santsil Estes escritos são dedicados, aos homens e mulheres e capoeiristas de olhos abertos e de real valor
História Não Verificada

#capoeira #capoeira-angola
AA Compartilhar

Decodificação da Capoeira


Capoeira…

Manifestação da vida em sua múltipla face de simplicidade, de humildade e harmonia

Quebrando todos os padrões, valores, cacoetes e vaidades da vida humana

Arquétipo da Humanidade

Movimento de salvação do mundo

Cura para as nações!

Tudo está a frente da porta da Capoeira, basta que abra e lá encontrará o que veio resgatar.

Observa o que está aos olhos e verás aquilo que não se procura!

Não há nada em oculto na vida e no mundo que não seja revelado pela Capoeira

Capoeira…

Do mato pequeno com biriba da mata grande

Capoeira..

Arquétipo dos homens e mulheres em si

Majestosa Divindade Existencial

Em ti exponho o teu saber… saber unificador e prudente em todas as coisas

Capoeira…

Manifestando no bípede o estado de quadrúpede, me dando a consciência animal que sou

Capoeira…

Caminho pelo qual meus pés se tornam mãos e as minhas mãos funções dos pés

Meus braços minhas pernas e minhas pernas meus braços

Capoeira…

Senhora que movimenta os extremos opostos

Do homem e da mulher que enxergar de cabeça para cima, observando de cabeça para baixo

Que de tanto olhar de frente, começa a ver de traz

Capoeira…

Domadora de homens e mulheres que tende a ser domados

Manifestando-se na dualidade dos jogadores

Nas pluralidades dos ritmos e sons

Nos observadores e, no todo de sua roda gira

Do homem e da mulher que desafia as leis universais

Que de cabeça livre para o Céu

Prostram-se com o peso gravitacional do seu corpo, batendo cabeça na Terra

Manifestando o caminho seguro entre todos os extremos e lados opostos

Dando ao homem e a mulher poderes não carnais da totalidade do SER

E, saber espiritual oculto do universo e da natureza

Quebrando todos os padrões materiais, morais, educacionais, intelectuais, sociais e espirituais do SER.

Os valores do mundo de nada valem na Capoeira…

O progresso da Capoeira é o progresso do individuo em sua consciência do SER que ele verdadeiramente É

A Capoeira move, mas não é movida…

O homem é que é movido pela Capoeira, e, ai daquele que pensa que move a Capoeira, pois quem pensa que move! A Capoeira deixou de mover nele

Não há padrões, regras, mentiras, verdades, dualidade, sexo, tempo, espaço, eu, tu, nós na Capoeira

A Capoeira surgiu do extremo da dificuldade e ignorância humana na Terra, e, se tornou a senda e via para sua interrupção. E até hoje e sempre, esta via é em si mesma o caminho que conduz à interrupção das construções da ignorância humana

A Capoeira é o Mundo Circular, sempre em eterno movimento, manipulando os extremos opostos do SER

A Capoeira vai muito mais além do que se imagina, e, o/a Capoeira não é um/a humano/a do mundo das chamadas normalidades, o/a Capoeira no mundo é um/a anormal

O/A Capoeira nunca se queixa, pois está sempre no estado do homem e da mulher difícil, e assim sendo, na Capoeira e no mundo nunca encontra dificuldades

O/A Capoeira mantém o seu estado de paz no pensar e no agir, independentemente de opiniões alheias e/ou públicas

O/A Capoeira é tranquilo e de semblante sereno… Sempre paciente, nunca se desespera com os movimentos dos seus sentimentos perante as intempéries da vida

O/A Capoeira sabe que o segredo está no olho e na maneira e modo do seu olhar, por isso, tem o olhar penetrante… observa tudo e todos os ângulos com inteligência e clareza, e manipula as expressões do olhar, para lhe servir e lhe ser útil à sua vontade

O/A Capoeira ao falar, fala com clareza, pensando inteligentemente no que diz…

O/A Capoeira procura viver de maneira simples e veste-se discretamente, porque Ele/Ela é notado/a e observado/a aonde quer que esteja

O/A Capoeira não anda a procura de aplausos, nos discursos é o que menos fala, e, no falar suas palavras, porém simples, são decisivas! Eliminando todas as divergências contrarias a harmonia do lugar

O/A Capoeira nunca se sente ofendido pelas palavras ou ações que vem ao encontro Dele/Dela, Ele/Ela não se rende ao domínio do bem e do mal… não se empolga com o prazer e nem se desespera com a dor

O/A Capoeira sabe que só possui um/a único/a amigo/a e um/a único/a inimigo/a, ELE/ELA MESMO/MESMA!

Sem o/o outro/outra, Capoeira não existe!

A manifestação da capoeira age nos homens e nas mulheres como condutores de energia vital e existencial

O estado do/a Capoeira é o estado de estar atento e consciente, não somente ao que está acontecendo no jogo e na Roda de Capoeira momento a momento, mas como Ele/Ela está participando desse processo.


PRIMEIRA ATENÇÃO DA CAPOEIRA


A primeira atenção do Capoeira é consigo mesmo/a, o/a Capoeira deve considerar como suas atitudes estão moldando a realidade do lugar, essa atenção tem que ser conquistada com uma mente lúcida que não julga nada, apenas Si observa. Quando o/a Capoeira conquista essa atenção, ele/ela tem consciência das implicações de suas atitudes e ações. O/A Capoeira adquire tal consciência, que ele/ela compreende que todo ataque é o estado de estar vulnerável ao seu adversário. Todo ataque deixa o/a capoeirista exposto… todo ataque deixa o/a capoeirista aberto.

no jogo da Capoeira tem uma lei que a governa, e, essa lei é entendida como dualidade, fisicamente manifestada nos dois jogadores, dois mundos, podendo ser opostos ou iguais, duas atenções em uma manifestação… O jogo! Ataque e defesa são as regras e nas brincadeiras não existe regras… nas chamadas, nas mandingas a própria Capoeira é dual ao mesmo tempo em que não é… jogo de dentro e jogo de fora

Sabendo disso o/a Capoeira aprende a temer ele/ela mesmo/a e sabe que na Capoeira, como na vida, ele/ela é o/a seu/sua próprio/a inimigo/a, o/a seu/a próprio/a lobo/a, a sua própria destruição. Inteligentemente o/a Capoeira começa a Si observar e a Si conhecer mais e mais… Aprende a conhecer as suas virtudes e as suas fraquezas… Aprende a conhecer sua mente e o seu corpo do fio de cabelo mais alto de sua cabeça a sua unha maior do pé. Principalmente conhece suas intenções, as implicações de suas atitudes.


SEGUNDA ATENÇÃO DA CAPOEIRA


Essa segunda atenção é o/a outro/outra, o/a chamado/a ‘adversário’/’adversária’. O/A Capoeira tem que entender que o/a outro/outra é mais importante no jogo do que Ele/Ela. Pois é o/a outro/outa que faz com que o/a Capoeira manifeste as suas ações no jogo. Essa atenção deve ser conquistada pelos olhos fixos nos olhos do/a adversário/a …O Rei dos reis certa vez disse — O olho é a luz do corpo, se seu olho for são todo o seu corpo será são… O olho revela tudo e também de tudo esconde e engana, todas as intenções do/a Capoeira estão nos seus olhos, nos seus olhares… Cuidado com o/a Capoeira pelo qual não se vê na profundidade dos seus olhos, a este/a, a luz da Capoeira está em oculto e suas intenções e ataques são muito perigosos, certeiros e mortais.


TERCEIRA ATENÇÃO DA CAPOEIRA


A terceira atenção é a mais completa, é pela qual o/a Capoeira tende a estar atento/a a tudo. É a atenção do todo em tudo na Roda de Capoeira …O Mestre Pastinha disse — Na Roda de Capoeira, grande e pequeno sou Eu… É o olho onividente que tudo vê e tudo abarca, e quando olha o horizonte vê o círculo em volta, acima e abaixo, a linha entre o Céu e a Terra. O/A Capoeira na terceira atenção já não tem mais consciência de Si, e sim, da manifestação da Capoeira …Ele/Ela é a Capoeira e a Capoeira é Ele/Ela… Nesse estado o/a Capoeira é a bateria, os jogadores em círculo, o jogo e os observadores. O/A Capoeira está em pleno transe absoluto do estado do SER. O estado da terceira atenção não se limita só aos dois duelantes no jogo, compreende os tocadores na bateria, como, aos sentados na roda, contagiando até os observadores _ pode se ver esse estado nos observadores, quando eles têm ações, gestos e expressões involutárias ao assistirem e se conectarem com o jogo observado, como se eles/elas sentissem tudo o que os jogadores sentem, e verdadeiramente eles/elas sentem, pois se tornam UM com o TODO EM TUDO da Roda de Capoeira _ esse é o estado que o UM se torna VÁRIOS e VÁRIOS se tornam UM. É a própria Capoeira manifestada na consciência de cada SER envolvido em seu interior, manifestando no exterior O TODO EM TUDO. A terceira atenção é conquistada quando nossas interpretações são apagadas, quando deixamos de nos localizar e nos perceber na Roda, e, quando deixamos de lado nossa interpretação e ansiedade de fazer e/ou agir. Nesse momento surge um grande silencio que vai além de todas as atitudes e ações no jogo da Capoeira. Esse silencio não é oposto ao movimento, pelo contrário, é o que faz, o que preserva e abarca todos os movimentos.

Infelizmente nos dias de hoje, devido a arrogância, vaidades, avareza e egoísmo de muitos capoeiras. Esse maravilhoso estado, pela ignorância, perdeu seu canal de manifestação na roda


O MOVIMENTO DA CAPOEIRA


A Capoeira manifesta o próprio movimento universal em harmonia e equilíbrio, a Roda de Capoeira mais parece ao nosso sistema solar onde o jogo é o sol, os jogadores que dão forma ao JOGO é cada constelação esperando o seu destino de se aproximar do sol, e assim, ter a sua oportunidade de brilhar e iluminar a todos e depois se extinguir, para dar oportunidade a outro, a bateria composta pelos seus oitos instrumentos é a própria harmonia, onde o oito (8) é o símbolo da eternidade universal e cada observador é uma estrela no meio a esse sistema e, o mestre regente é a própria Lei equilibrando o movimento desse sistema de coisas.

A maior arte do/a Capoeira é a de encontrar o movimento do equilíbrio. Conquistar o movimento do equilíbrio tem que ser a conduta maior do/a Capoeira. O/A Capoeira tem que saber quando é necessário energia e determinação correta, tem que saber o momento correto de abrandar-se e entregar-se, tem que ter o sentido correto de se fechar e de se abrir, saber quando é preciso ter mais fé e quando deve investigar, saber ouvir os ritmos dos seus sentimentos e dos sentimentos do seu adversário e não ser enganados por eles. A Capoeira não é algo a ser conquistado, apenas é uma maneira de ser e do SER, uma maneira de não criar resistência aos desafios, e, de não ser vencidos por eles, é uma questão de puro e pleno equilíbrio. A expressão universal visível pelo qual nos manifestamos é a Capoeira, por isso, integridade, confiança, irmandade e perdão é a honestidade de um/a Capoeira equilibrado/a em seu movimento do SER, e de ser. São estas qualidades da Capoeira que nos permitem caminhar no movimento do espírito da liberdade, e, aprender as lições que nos levam ao correto sentido do despertar.

O sentimento de liberdade e a própria liberdade é o que domina e denomina o movimento da Capoeira, e este, tende a ser o maior propósito do/a Capoeira. A interconexão e conexão com o Céu e o seus astros, a Terra e sua natureza é a própria verdade libertadora desse movimento.


O/A VERDADEIRO/A MESTRE/A


O/A Mestre/A de Capoeira é o condutor e nada mais que isso, e, essa tem que ser a verdade e consciência do/a verdadeiro/a Mestre/a. O/A Capoeira é que tem que trilhar o seu próprio percurso. O/A mestre/a só pode indicar a maneira de como se anda, e cada mestre/a oferece uma maneira, e, cada modo é apenas fragmento da verdade do Movimento da Capoeira e não a sua totalidade. O/A Capoeirista recorre em erro se acha que o/a seu/a condutor/a possui a verdade absoluta da Capoeira, por mais velho/a capoeirista que julgue ser. A verdade absoluta da Capoeira existe e pode ser vivenciada, mas ela tende a ser conquistada pelo esforço próprio de cada capoeirista, e, esse esforço está em cada um, e, só pode ser externado pela vontade de cada um, e assim, experimentado. Muitos/as mestres/as e tutores/as falarão muitas coisas sobre o Movimento da Capoeira e ludibriarão a muitos com os seus discursos imbuídos em fatos histórico-antropológicos, e, muitos são e serão cegos pelas belezas e veracidade das suas palavras, sendo assim, se tornarão emuladores de teorias sobre a Capoeira, enganados pelas palavras e suas expressões didáticas, e, não experimentarão a magia e consciência libertadora universal que esta oferece ao SER, em ação existencial. O/A Verdadeiro/a Mestre/a cala e suas ações verdadeiramente são quem fala! O/A Capoeirista deve ter muito cuidado com os/as falsos/as mestres/as, que apenas abusam do seu nome e poder, e, do nome de seus antecessores para burlarem a consciência dos seus discípulos, e o tornarem dependentes das suas migalhas de pão duro e mofado, que cai de suas mesas.

A quem Eu assemelho os/as falsos/as mestres/as de hoje! É semelhante a um rico fazendeiro, que deu uma ordem a um de seus capangas de reunir em certo lugar todos os habitantes cegos de nascença do vilarejo onde morava, e de mostrar a eles uma vaca, e de dar uma certa recompensa ao cego que descrevesse o mais exato possível como seria uma vaca em sua forma. O capanga assim o fez, e disse aos cegos — Eis uma vaca — a alguns dos cegos ele apresentou a cabeça do animal, a outros seus chifres, a outros suas tetas, a outros seu rabo, a outros suas patas, a outros o seu lombo, e, a todos eles falou que aquilo era uma vaca. Então o fazendeiro veio ao encontro dos cegos e pediu-lhes para dizer a que era semelhante à vaca. Os que tinham tocado a cabeça falaram ser semelhante a um balde, já os que tinham tocado os chifres falaram que era semelhante a um sapato, os que tinham tocado as tetas falaram que era semelhante a uma borracha, os que tinham tocado o rabo falaram que era semelhante a um cipó, já os que tinham tocado as patas falaram que era semelhante a um toco de pau, e os que tinham tocado o lombo falaram que era semelhante a um forro de sofá. E nisso começaram a disputar e falarem alto que a vaca não era assim, e, outros falarem que eram de outro jeito, e, de repente todos começaram a lutar entre si, pelas divergências de suas opiniões. E o fazendeiro se divertia com tudo isso.

Portanto, o/a Capoeira é o seu verdadeiro/a mestre/a, e, o mestre/a reconhece o Verdadeiro/a Mestre/a de Capoeira cuja conduta do seu corpo, da sua palavra e do seu pensamento, leva os seus discípulos ao caminho do seu próprio reconhecimento mútuo de trilhar e experimentar por si próprio a essência de seu ensinamento libertário de cada SER em consciência existencial.

(Estes escritos são dedicados, aos homens e mulheres e capoeiristas de olhos abertos e de real valor)

30 de Agosto de 2019 às 07:14 0 Denunciar Insira 1
~