inory12 Inory 12

Saia da porta do 2° ano um albino alto de olhos púrpuras, seu coração instantaneamente bateu forte e rápido. Então aquilo era amor a primeira vista? [...]


Fanfiction Anime/Manga Déconseillé aux moins de 13 ans. © Imagem de サネアツ, Love Trial - Vocaloid

#triangulo-amoroso #HidaShika #kakuhida
Histoire courte
0
3.9mille VUES
Terminé
temps de lecture
AA Partager

Círculo.

As aulas eram um saco, sinceramente, nem ele mesmo sabia como conseguia passar de ano, pois passava a maior parte do tempo dormindo. Mas no final acabava tirando notas boas, maiores do que de Ino, sua amiga, que sempre estava estudando e dando o máximo de si. A loira ficava indignada quando via o amigo tirando nota maior que a dela.

Estava na hora do intervalo, Shikamaru já seguia pelo corredor quando escutou as garotas murmurando algo, apontando discretamente para alguém. Chouji parecia curioso, então Shikamaru foi olhar o que era também.

Ele se arrependia disso até hoje.

Saia da porta do 2° ano um albino alto de olhos púrpuras, seu coração instantaneamente bateu forte e rápido. Então aquilo era amor a primeira vista? Ele não se lembrava de se sentir assim antes, mas o mais velho sem dúvidas chamava atenção. Mas o moreno logo foi tirado de seus devaneios pelo seu amigo, que o chamou para ir no terraço, já que não era nada demais, para ele, pois para Shikamaru estava sendo como um samba dentro do seu pobre e infeliz coração.

"Oh! Jashin!
Não olhe para mim desse jeito!
Nunca mais! Eu posso mudar! Eu juro!
Ei, mostre um pouco de piedade e suspenda meu julgamento"

Se passou um tempo e o novato, cujo nome é Hidan, rapidamente fez uma reptação de "garoto rebelde" ou problemático, como Shikamaru falava. Principalmente que ele se meteu com alguns baderneiros do 3° ano, mas ele andava mais com Kakuzu, um garoto muito inteligente, mas por algum motivo ele vivia na detenção e Hidan sempre o acompanhava de bom grato.

— Shikamaru? — Ino chamou.

O moreno saiu de seu transe e olhou para a amiga, que apontou para a porta que dava para o terraço que deu a imagem de Hidan, céus, o sol batendo na pele daquele homem era perfeito. Hidan acenou para Shikamaru que logo recebeu um olhar de cuidado de Ino, o moreno suspirou, tentando controlar seu coração e andou até ele.

— Você é o Shikamaru, né? — Perguntou Hidan, com um sorriso faceiro.

— Sim e você é Hidan. — Afirmou, ainda tentando controlar seu coração.

Mas quando o albino riu, ele não tinha mais chão — Que bom, eu preciso da sua ajuda pra uma coisa. — Começou o albino — Me falaram que você é bem inteligente, eu preciso de ajuda com filosofia.

Controle-se Shikamaru, você não é uma garota do colegial — Você não pode pedir ajuda pros seus amigos? — O moreno tentou se fazer de indiferente, mas por dentro estava explodindo.

— Se eu pudesse já teria ido pedir. — Hidan deu língua e sorriu debochadamente.

"Oh! Não! Não! Não!
Eu não sei o que deu em mim!
Você sabe que você é tudo para mim!
Ei, antes de me julgar, leve minhas circunstâncias em consideração!
Eu não posso viver sem você!"

Shikamaru suspirou e coçou o pescoço e olhou para o lado — Tudo bem. — Shikamaru engoliu a seco — Na minha ou na sua casa?

Ambos escutaram passos pacientes subindo a escada — Pode ser na minha casa.

Então Hidan olhou para trás e deu o sorriso mais sincero e fofo que Shikamaru já tinha visto o albino dar, porém, não era para ele mesmo e sim para Kakuzu que subia as escadas — Vamos logo, Hidan.

— Já to indo Kuzu! — Disse Hidan.

Apelido fofo, seu coração estava se quebrando.

— Bem, me passe seu número que eu te dou o endereço. — Disse Hidan, rapidamente tirando o telefone do bolso e esperando Shikamaru fazer o mesmo.

Eles trocaram número e o albino rapidamente correu para o lado de Kakuzu, mas olhou para Shikamaru e sorriu fazendo o mais novo corar, logo virou-se para frente e começaram a andar, mas Shikamaru viu Kakuzu olhar para ele com raiva sobre os ombros. O moreno engoliu a seco, o que aquele olhar significava? Kakuzu odiava ele? Mas o que ele fez? Nunca, sequer, falou com o mais velho. Então algo na mente de Shikamaru clicou e ele ficou com medo.

Kakuzu estava com ciúmes.

"Eu estou prestes a aparecer no meu julgamento do amor
Quão longa a lista de acusações vai ser?
Cumprindo esse veredito, cheio de lágrimas, depois das minhas considerações finais, Pelo poder investido por você
Eu era culpado"

— Você está se metendo em um triangulo muito perigoso Shikamaru. — O moreno escutou a amiga falar.

— Do que você está falando? — Disse Shikamaru, se virando para Ino — Ele só veio pedir ajuda.

A loira e seu melhor amigo rolaram os olhos, até Chouji percebeu? — Tá bom então, Shikamaru. — Disse a loira voltando a sentar — Mas depois não diga que não avisei!

O moreno corou, era só para estudos, apenas isso, nada mais. Não é como se Shikamaru esperasse que ele fosse beijar Hidan ou algo assim, nem um pouco. Então o olhar de Kakuzu veio em sua mente, que fez sua espinha arrepiar de medo, só estudos Shikamaru.

Apenas estudos.

"A verdade que você me ensinou algo no meu julgamento do amor
Depois de chorar essas lágrimas fingidas na minha frente
Secretamente me dando aquele
Sorrisinho travesso
Ei, você é culpada também!"
11 Mars 2020 03:59:10 0 Rapport Incorporer Suivre l’histoire
0
La fin

A propos de l’auteur

Commentez quelque chose

Publier!
Il n’y a aucun commentaire pour le moment. Soyez le premier à donner votre avis!
~