u15746976371574697637 Aníbal Duarte de Oliveira

Acontecimentos recentes na minha vida me impactaram de formas que eu não imaginava serem possíveis, de formas boas e ruins. Aqui eu relato meu ponto de vista dos acontecimentos para, ao mesmo tempo que conto minha história, refletir sobre o que aconteceu pra tentar evitar que se repita.


Récits de vie Interdit aux moins de 18 ans.

#drama #vida #amor
3
4.7k VUES
Terminé
temps de lecture
AA Partager

Um pequeno prefácio

Então, prazer. Inicialmente usei um pseudônimo porque queria contar aqui algumas das minhas histórias de vida sem ser reconhecido, e desculpe se seu nome é Rafael, mas ele é muito mais comum do que o meu nome real e isso tornaria o processo de me reconhecer muito mais difícil.


Contudo recentemente decidi chutar o balde, pois não tenho vergonha da minha historia e se alguém conhecido encontrar isso aqui e ler vai saber na íntegra o meu ponto de vista da história. Por conta disso estou novamente revisando esse livro afim de corrigir alguns pontos falhos. Além disso decidi também tornar ele o Volume 1 de uma série, já que depois dos acontecimentos nele descritos muita coisa se passou e eu quero contar isso também.


Porém tem muitas outras pessoas envolvidas na minha história e vou tratá-las não pelos seus nomes, mas por alcunhas e apelidos. Isso vai, também, servir para dificultar a identificação de algumas destas pessoas por meio de motores de busca e etc... porém se você me conhecer então provavelmente vai saber de quem estou falando.


No dia que comecei à escrever isto, mais precisamente em 25 de Novembro de 2019, estava com 34 anos, já era profissionalmente bem sucedido, a pesar de não ser rico tenho um trabalho honesto que paga (a maioria) dos boletos em dia. Tinha dois filhos e encontrava-me separado da mãe deles (em termos de relacionamento, não fisicamente pois ainda morávamos juntos). Não sou um exemplo de pai, não fui um exemplo de marido e tampouco sou um exemplo do que se entende por "boa pessoa". Na verdade às vezes minha sinceridade absoluta me torna uma pessoa bem desagradável. Algumas pessoas podem dizer que eu "não tenho filtro" mas, na verdade, eu às vezes opto por não usá-lo em benefício próprio para montar uma imagem.


Se você está lendo isso daqui provavelmente me conhece ou encontrou isso de forma aleatória na Internet. Independente de como encontrou isso você deve saber algo já de antemão: eu sou a pessoa mais sincera que eu conheço e há a possibilidade de que se você me conhecer você não conheça alguém tão sincero quanto eu. Então sinta-se livre pra me mandar uma mensagem pra mim aqui no GetInkspired com qualquer pergunta que eu garanto que vou responder ela assim que puder.




Certa vez me disseram que "amar também é deixar partir". Na verdade só agora eu entendi que "amar é ver partir e sentir doer".



25 Novembre 2019 16:40:08 0 Rapport Incorporer Suivre l’histoire
2
Lire le chapitre suivant Porque tudo começou

Commentez quelque chose

Publier!
Il n’y a aucun commentaire pour le moment. Soyez le premier à donner votre avis!
~

Comment se passe votre lecture?

Il reste encore 9 chapitres restants de cette histoire.
Pour continuer votre lecture, veuillez vous connecter ou créer un compte. Gratuit!

Plus d'histoires