kiefan Anna Luisa

Mesmo sendo uma fada naquela noite, Hirai Momo é quem seria a heroína. Já Minatozaki Sana seria a fada atrapalhada, que sempre acabava se metendo em situações delicadas e quase acabava com os próprios planos.


Fanfiction Groupes/Chanteurs Interdit aux moins de 18 ans.

#twice
Histoire courte
0
3.5k VUES
Terminé
temps de lecture
AA Partager

Capítulo Único

- Fanfic também postada no Spirit.


Capítulo Único


― Tem ideia de quantos anos faz desde a última vez que eu fui em uma festa a fantasia? ― Momo perguntou para a namorada, enquanto observava sua roupa sobre a cama delas.


― Por favor, por favor. ― Sana se aproximou. ― Será ótimos para nós duas! Precisamos disso depois das semanas de provas, vai ser bom para relaxar.


― Eu sei que vai, mas… ― A japonesa fez uma careta. ― Não parece a fantasia daquela fadinha do Peter Pan?


― Sininho e sim, é a fantasia dela. ― Sana acabou rindo quando viu os lábios da outra formarem um formoso bico. ― O que? Você combina com ela, é uma linda fadinha. ― Deu um beijo em sua namorada e fez ela rir.


― E você? Irá mesmo vestida como uma heroína? ― Momo observou a fantasia dela, estava quase pronta só faltava terminar sua maquiagem, colocar os sapatos e ajeitar a peruca que ainda estava torta em sua cabeça.


― Claro, eu sou uma ótima heroína. ― Tentou fazer uma pose, parecendo a Mulher Maravilha. ― E muito corajosa.


― Ignorando o medo de trovões, é corajosa sim. ― A moça de cabelo rosa, murmurou e riu quando levou alguns tapas.


― Não seja assim, é só um medinho bobo. ― Sana deu de ombros.


― Ei, já conversamos sobre isso… Sendo bobo ou não, ainda irei te proteger contra eles. ― Momo a abraçou.


― Awn. ― A Minatozaki ficou toda bobinha com aquilo. ― Mesmo fazendo isso, você ainda vai vestir a porra daquela fantasia pois eu perdi muito tempo fazendo ela. ― Se referiu as horas em que ficou na sua máquina de costura, mostrando que seu curso como estilista estava sendo muito bem aproveitado.


― Certo, certo. ― Momo concordou logo após suspirar, não haveria jeito.


Mas, estava tudo bem para ela, desde que sua namorada conseguisse se divertir e esquecesse de todo o estresse que havia tido com as provas, ficaria muito feliz.


Apesar de ficar um pouco impaciente pela demora, Sana se controlou e se distraiu tirando fotos de si mesma enquanto Momo se vestia.


― Não tem chances de eu encontrar alguém vestido como o Peter Pan, né? ― Ela perguntou enquanto vestia uma de suas sapatilhas. ― Céus, ficariam me enchendo o saco a festa toda.


― Calma, meu bem, isso não irá acontecer. ― Sana não se importou. ― Mas, já pensou se aparece um Batman lá? Hm, pense nisso… ― Brincou.


― Se aparecer um Batman lá ou uma Batgirl, vou ser obrigada a dizer que você é uma heroína compromissada com a fada Sininho. ― Momo lhe abraçou. ― E quando fica com ciúmes, a Sininho tenta aprontar bastante.


― Verdade, tenho que tomar cuidado. ― Sana fez uma careta fofa e riu quando a outra beijou suas bochechas. ― Vamos, temos que ir ou chegaremos atrasadas.


Depois de pegarem suas coisas, elas logo saíram e foram para a festa.


A moça de cabelo escuro queria negar, mas estava tentando aproveitar o máximo daquela noite somente na companhia da namorada. Se divertindo na pista de dança, bebendo ou provando as comidinhas que serviam no local.


Porém, seu plano começou a ir por água abaixo quando Momo cumprimentou alguns colegas e deixou que um “Mina!” escapasse de seus lábios antes de abraçar a mulher vestida como uma pirata.


A Myoui era sua conhecida desde a infância e havia mudado de cidade fazia meses, apesar de manterem contato por redes sociais acabava não sendo a mesma coisa. Sana ficou um pouco tímida quando Momo falou dela para Mina, toda orgulhosa de estar ali junto de sua namorada maravilhosa como ela falava. Mas, a Hirai estava tão entretida que não viu quando algumas colegas chamaram Sana e também começaram a conversar consigo. Fazendo com que as duas não pudessem ficar juntas como ela estava querendo, mas tentou não demonstrar.


De longe enquanto bebia, podia ver que Momo estava se divertindo enquanto conversava. Pelo menos, estava mais do que ela. E para se distrair, tentando entrar no clima, Sana começou a experimentar os drinks que tinha no cardápio.


Todos tinham como base o Halloween e ela conseguiu focar naquilo, começando a divertir quando a conversa se voltou sobre as bebidas.


Apesar de estar botando o papo em dia, Momo não tirava os olhos da Minatozaki somente observando quantos copos Sana já havia ingerido e ficando preocupada com aquilo.


― Eu estou adorando a nossa conversa, me desculpa, mas acho que teremos que continuar ela em outra hora. ― Momo interrompeu Mina quando viu a namorada se levantando de modo apressado e correndo entre as pessoas.


Mal ouviu o que a outra disse e apenas seguiu a morena, logo a encontrou em um dos banheiros enquanto vomitava.


― Meu bem. ― Momo fechou a porta e foi acudi-la.


Massageou suas costas e segurou uma de suas mãos, enquanto as bebidas deixavam o organismo da futura estilista.


― Deu? ― A Hirai perguntou após a outra parar, tentando controlar sua respiração.


― Sim, acho que sim. ― Sana murmurou e choramingou. ― Eu nunca consigo beber muito! Logo no quarto copo, já acabo vomitando!


― Você aguenta bastante, tem gente que desmaia na primeira dose. ― Momo fez uma careta e ela riu fraco.


A de cabelo rosa se levantou e foi até a pia, molhando as mãos para logo passar contra o rosto quente da Minatozaki.


― É um mal estar passageiro, logo já vai estar melhor. ― Momo disse e a outra concordou. ― Quer ir embora, meu bem?


― Não, ainda queria aproveitar mais. ― Sana suspirou e a encarou. ― Agora, com você ao meu lado.


― Desculpe por ter ido ficar com a Mina, sei que seu plano era que nós curtíssemos a festa bem juntinhas. ― Ela lhe surpreendeu.


― Ainda podemos curtir, aposto que a festa vai acabar só quando amanhecer. ― A morena tinha quase certeza daquilo.


― Talvez, é provável que sim. ― Momo concordou. ― E enquanto não estiver bem, ficaremos aqui ou onde você quiser. ― Ainda podiam ouvir a música que animava a pista de dança.


― Agora, só quero que esse enjoo passe. ― Sana resmungou, respirando fundo.


― Ah, já sei! ― A Hirai disse alto, lhe assustando. ― Aqui. ― Pegou sua bolsinha e logo achou o que queria.


― Um remédio? ― Sana murmurou e lhe encarou. ― Veio preparada, amor? ― Lembrou que ela fazia o curso de enfermagem e sempre tinha uma bolsinha com medicamentos que achava necessário ter por perto.


― É claro, isso é muito importante e eu imaginei que poderia acabar acontecendo algo assim… Mas, achei que seria comigo.


― Com você? ― A outra estranhou, já que a namorada era muito mais forte para bebidas do que ela.


― Bem, você é uma heroína hoje e eu poderia ser uma pessoa em perigo. ― Momo começou a brincar, para lhe distrair após tomar o remédio. ― Uma fadinha sofrendo por causa de bebidas enfeitiçadas com álcool.


As duas acabaram rindo depois que ela disse aquilo.


― Eu posso estar vestida como uma heroína, mas você que é uma vindo toda preparada e já cuidando de mim. ― Sana encostou a testa contra a bochecha da outra e logo se afastou. ― Obrigada, meu amor.


― E você, se tornou a fadinha que eu terei o prazer em salvar. ― Momo depositou um beijo em sua testa. ― Sempre que precisar.

19 Novembre 2019 04:57:39 0 Rapport Incorporer 0
La fin

A propos de l’auteur

Anna Luisa 💕💕 Sou a kiefan do spirit 💕 💕• Ficwriter • 💕 ••EXO-L•• 💕

Commentez quelque chose

Publier!
Il n’y a aucun commentaire pour le moment. Soyez le premier à donner votre avis!
~