Princesa Aisha Suivre l’histoire

A
Amanda Morales


Uma garota que perdeu tudo quando criança , sua mãe seu reino seu povo , mandada para a Terra em busca de segurança , onde ela não esperava que se tornaria uma heroína da nação


Science fiction Interdit aux moins de 18 ans.

#aventura #ação #381 #alien
0
614 VUES
En cours - Nouveau chapitre Tous les lundis
temps de lecture
AA Partager

Tsetana o planeta vermelho

Em um lugar distante do sistema solar existia o sistema nagariano onde planetas que são sustentados pelo sol vermelho .O planeta era comandado por dois países da irmã Tara que e Tatra as gêmeas rainhas que tiveram uma briga entre elas repartindo seu governo .


Tara irmã teve uma sua primeira filha Aisha que era a copia perfeita da mãe exceto pelas suas habilidades de absorver mais luz vermelha do que os demais antepassados de sua linhagem para poder controlar os poderes a mãe a treinou como uma forte guerreira pra que pudesse proteger seu reino da inimiga do reino vizinho mas nem contava com o massacre que seu povo teve no aniversário de 14 anos de sua filha viesse além da galáxia .


Um homem misterioso assassinou cada um de todos os reinos sem sobrar nada exceto Aisha que por ordem da mãe fugiu em um cápsula apenas com a roupa do corpo e sua coroa a mãe ajustou a cápsula pra ser guiada para terra um planeta onde ela poderia se camuflar antes de receber um golpe do mesmo pelas costas .


A garota foi acolhida por um cientista em anatomia alienígena ele a protegeu junto de sua família como própria filha fazendo-a se sentir protegida dando roupas e comida que precisava até mesmo a colocando em uma escola junto de sua filha biologia Emilly .


Após quatro anos Aisha estava com seus 18 anos e começaria a faculdade se mudou para Tseta o planeta do sol vermelho Washington nos Estados Unidos para cursar a faculdade de jornalismo.


Ela vivia uma vida normal mas sabia que era a mais estranha entre todos ali começando com o tom de seus olhos que eram meio avermelhados o que tinha que escolher com lentes e um óculos .


Seu primeiro dia de aula finalmente começa e ela se direciona para a sala com sua bolsa ela usava roupas não muito chamativas já que o que ela menos queria era chamar atenção no momento afinal ela era uma mulher aparentemente afro descendente com muitos traços que a deixam mais chamativas .


Sentou em uma cadeira qualquer preferindo pegar seu livro do que conversar com as pessoas desconhecidas a volta .


Uma garota de cabelos ruivos e pele extremamente pálida sentou na mesa ao seu lado assim como ela era visível que tinha uma beleza tão atraente quanto a mesma mas que diferente dela não se importava em usar um vestido curto com salto alto todos a olhavam como se fosse uma deusas no meio de simples plebeus percebendo o quando que a olhava ela me encarou e deu um sorriso .


— Difícil de se acostumar com tantos olhares em nossa volta né?— Ela fala de forma gentil demonstrando sua inquietação devido aos olhares dos outros alunos sobre a ela.


— Nem acredito que conseguiram passar no vestibular assim alguns estão até babando .— Fala a morena zombando com a mesma .


— Olha tô quase oferecendo um balde pra cada um — A garota ruiva ri baixo .


—A…Sou Aisha —ela diz me apresentando .



— Amanda mas pode me chamar de Amy — Aisha riu acreditando que a garota teria gostado de ter conhecido a mesma pelo visto não será tão chato nessa sala como pensei .


O professor entra na sala se apresentando e logo passando seu conteúdo foi um longo período de aulas e as duas agracem quando foi o último período de aula do dia .


Aisha queria se tornar mais amiga da ruiva que estava quase saindo do portão , com a ideia de sair pra beber algo com a nova colega .


— Amy quer vir tomar algo comigo hoje?— A ruiva olha no celular como se estivesse vendo o horário .


— Desculpe talvez a manhã? Eu preciso ir trabalhar agora .


— A tudo bem .— A morena fala desanimando .


— Me passe seu número e eu ligo marcando assim que chegar em casa pode ser?


A garota concordou com a colega passando seu número e se despedindo de Amy. assim que chegou em casa ficou olhando o celular como se fosse um encontro mas claro que nunca iria rolar algo entre as duas .


Acaba adormecendo até o resto do dia e ouve o som da porta do quarto após reparar os horários estava quase anoitecendo .


—Droga desde que horas eu dormi?— Ela ouve o som da porta e o grito de uma voz conhecida logo após .


— Aisha acorda o jantar está na mesa.— Sua irmã Emily diz brava pela resposta demorada .


— Desculpe eu já vou mana .— Aisha desce logo em seguida começando o jantar com sua irmã , as duas se mudaram pra Washington pra que Aisha possadesse cursar a faculdade mas Emily era mais velha e tinha o próprio trabalho .


— Então como foi a aula ?— Ela pergunta enquanto as duas começam sua breve refeição .


— A mana eu conheci uma garota na sala ela era diferente de todas que eu vi.


— Como assim diferente?


— Ela é gentil , engraçada e tem um jeito muito amigável .


— Você ficou interessada nela?


— Não nesse jeito que está pensando mas sim como amiga você sabe nunca tive amigos antes .


— Isso é verdade você sempre foi horrível com isso…


— Em fim eu e ela temos muito incomum também .


—Eu acho que deveria aproveitar que está na faculdade pra encontrar alguém você é linda e inteligente vai encontrar alguém legal .


— Porque essa conversa virou sobre namoros ?


— Desculpe mas sabe que tenho razão .


— Não tem não a faculdade vem primeiro só estou feliz por não ter que ficar o ano todo olhando pra janela igual os anteriores .


—Ainda sobra tempo de passar um tempo assistindo filme comigo ?


— Bem tá né não tenho lição de casa .


—Otimo , agora vai tomar um banho .


— Tá bom mamãe — ela brinca com a irmã e se direciona para tomar banho .


Ao sair repara que a irmã está assistindo TV antes de ela sair do banho mas antes de dizer algo a irmã aponta pra tela .


— Aisha olha !!— A morena se aproxima do sofá e vê uma mulher de cabelos verdes lutando contra ladrões que atiravam na mesma parecia que não a atingiam para outros poderia ser uma surpresa mas Aisha sabia o que ela era . Viasse uma força sobre humana na garota deixando Aisha ainda mais interessada a reportagem muda assim que prenderam os ladrões como se fosse algo normal na cidade.



— É normal isso acontecer aqui?



— É a primeira vez que vejo algo assim …acha que é como você ?


— Pode até ser mas não é numa Tsetana geralmente temos pele bronzeada ela é bem pálida e é visível as orelhas pontudas escondidas no meio do cabelo .


—Seria legal se fosse que nem ela !


— Como assim como ela?


— Você sabe uma super heroína como ela .


— Seria perigoso não tem como me esconder atrás de um óculos .


— Ninguém saberia quem é você estando longe quem além de mim sabe que você é a alien da história?



— Não sei…tenho medo



— Pense nisso depois estarei te apoiando — Emily sorri como se fosse algo fácil de fazer abandonar a vida de calma e conforto pra lutar contra o crime .


Nós mudamos de assunto e começamos assistir o filme claro que acabaríamos dormindo no sofá .




23 Octobre 2019 22:21:36 1 Rapport Incorporer 0
Lire le chapitre suivant A alien de cabelo verde

Commentez quelque chose

Publier!
MiRz Rz MiRz Rz
Olá, eu sou a MiRz do Sistema de Verificação do Inkspired. O Sistema de Verificação atua para ver se as histórias estão dentro das normas do site e ajudar os leitores a encontrar boas histórias no quesito de gramática e ortografia; verificar sua história significa colocá-la entre as melhores nesse aspecto. A verificação não é obrigatória para sua história continuar sendo exibida no site, portanto se não se interessar em obtê-la, basta ignorar essa mensagem e não alterar o seu texto. Caso queria que outras histórias suas sejam verificadas, é só contratar o serviço através do “Serviços de Autopublicação”. Sua história está marcada como “em revisão” pelos seguintes apontamentos retirados do seu texto: 1) Letras minúsculas em nomes próprios. “Sistema Solar”, por se tratar de um nome, deve vir em letras maiúsculas, bem como o “Sistema Negariano”. 2) Falta de vírgulas. O texto está faltando vírgulas em frases explicativas, em vocativos, antes de conjunções adversativas e em orações independentes. 3) Acentuação. Há palavras faltando acentuação, como por exemplo, “cópia”, entre outros. 4) Uso equívoco do “porque”. Sempre que se tratar de frases interrogativas e o “porque” vier ao início ou meio da frase, deve-se usar “por que”. O uso do “porque” junto é apenas nas afirmativas. 5) Pontuação separada da palavra que a antecede. No texto inteiro, os pontos de interrogação, exclamação, vírgulas e pontos finais vieram separado da palavra que a antecede, quando o correto é vir junto, dando o espaço para a próxima palavra. Eu citei apenas alguns exemplos presentes no texto, existem alguns outros que não foram abordados, por isso recomendo uma revisão mais minuciosa da história caso decida optar por revê-la. Você pode contratar os serviços de um Beta Reader em Serviços de Autopublicação aqui do Inkspired para analisar os erros mais profundos ou se quiser, pode conferir algumas dicas no livro “Esquadrão da Revisão”. Caso você estiver interessada em uma nova verificação, após corrigir os erros em todos os capítulos, basta comentar aqui, que eu farei uma nova releitura. Tenha uma boa semana! :)
6 Novembre 2019 15:25:00
~

Comment se passe votre lecture?

Il reste encore 3 chapitres restants de cette histoire.
Pour continuer votre lecture, veuillez vous connecter ou créer un compte. Gratuit!